Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

sabe o que esta tosta saudável leva em vez de pão?

Conseguir juntar na mesma frase as palavras tosta e saudável é como juntar na mesma sala Bruno Carvalho e Jorge Jesus sem assitir a um combate de luta na lama. Confesso que, da primeira vez que vi esta receita do blog The Iron You, estranhei. Depois cozinhei.

O segredo desta maravilha do mundo da dieta é susbtituir o pão. Sim, apesar deste aspecto irresistível, esta receita não leva farinha. No lugar da estaladiça fatia de pão tostado, está uma estaladiça fatia de couve flor tostada. E não comece já a torcer o nariz porque, além de light, isto é verdadeiramente delicioso.

Para dispensar o pão, só vou precisar de uma cabeça de couve flor triturada até ficar em crumble (não totalmente desfeita), um ovo ligeiramente batido, queijo mozzarella ralado, flor de sal e pimenta preta. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

Cauli Crust Grilled Cheese (4).jpg

 

tarte de chocolate preto e coco, uma receita paleo, sem glúten nem açúcar

Pessoas, que como eu não vivem sem chocolate, alegrai-vos! Tenho uma receita incrível para partilhar hoje. Esta tarte que descobri no blog Paleo Grubs só tem ingredientes naturais, não tem nem glúten, nem lactose, nem açúcar. É boa demais para ser verdade e, ainda, por cima, é saudável.

Para fazer esta maravilha, vai precisar de coco ralado, farinha de amêndoa, óleo de coco derretido e mel para a base. Para o recheio, vai precisar de creme de coco, óleo de coco, cacau em pó, mel e amêndoas laminadas para decorar.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, espreite aqui a receita original.

easychocolatepie.jpg

 

 

peitos de frango com molho de queijo parmesão para fazer em apenas 20 minutos

É uma das poucas vantagens destes dias de frio e chuva: podermos comer pratos recheados de deliciosos e quentinhos molhos sem sermos olhados de lado por alguém que passa os seus dias a contar as calorias que os outros ingerem. (Por favor, minha querida Mulher Mistério, não me interpretes mal: longe de mim estar a pensar em ti enquanto faço este desabafo...)

Esta receita do fantástico blog Gimme Delicious é perfeita para me aquecer a alma e me secar os pés depois da molha que apanhei de manhã. Ainda por cima, prepara-se em apenas 20 minutos que é quase o mesmo tempo que demora a fazer um chazinho.

Tudo o que vou precisar é de quatro peitos de frango, alho picado, natas light, orégãos, queijo parmesão ralado e espinafres baby picados. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

creamy-parmesan-garlic-chicken4.jpg

 

 

tarte de coco e limão, a receita mais fácil e deliciosa para fazer esta semana

O meu querido Marido Mistério já está de olhos esbugalhados, tipo desenho animado da Warner, neste momento. Não lhe posso falar de coco e limão juntos que ele começa com taquicardia. É de loucos. E eu sou igual porque também fiquei com água na boca quando descobri esta incrível tarte no site da talentosíssima Donna Hay.

Ainda por cima é muito fácil de fazer, ao ponto de me arriscar a vestir o avental. Não? O meu querido Marido Mistério está ali ao fundo a fazer sinais e a dizer qualquer coisa como “nem penses, não vais estragar essa receita divinal. Eu faço”. Uma pessoa tenta, oferece-se, voluntaria-se e é descartada desta forma ignóbil. E os nossos filhos ainda têm a lata de me acusar de lhes escravizar o pai. Que injustiça. Não me resta mais nada se não esperar sentadinha que Ele faça para eu provar. Basicamente é a história da minha vida. Podia ser pior. Não me queixo.

Impossible_Pie.jpg

 

 

conheça todos os restaurantes que vão estar na primeira feira de brunch em portugal

É o momento mais solene do ano. O anúncio dos restaurantes que vão estar, durante dois dias, em Marvila, juntos e ao vivo, a servirem os melhores brunches de Lisboa. Vai haver brunches Michelin, brunches asiáticos, vegan, saudáveis, sem glúten e calóricos. No BrunchVilla (adira aqui ao evento), vamos ter de tudo, para todas a idades e para todas as balanças.

Mas, como dizia o grande Odorico Paraguaçu, o melhor é deixar de lado os entretantos e passar para os finalmentes.

blueberries-1867398_960_720.jpg

 

 

 

salmão com molho de limão e ervas, uma receita com 330 calorias para fazer em meia hora

Segunda-feira pede um jantar assim: fácil e pouco calórico porque estamos cheios de remorsos por causa das asneiras que fizemos durante o fim-de-semana. Super saborosos, estes lombos de salmão com couves de Bruxelas, do blog Sally's Baking Addiction, têm apenas 330 calorias e fazem-se em 30 minutos.

Só precisa de lombos de salmão sem pele, couves de Bruxelas cortadas ao meio, manteiga sem sal derretida, alecrim picado, salsa picada, alho picado, dois limões, pimenta preta moída e flor de sal.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

Simple-Lemon-Herb-Salmon-4.jpg

 

 

hoje é dia de fazer o jantar em 15 minutos: ovos com courgette e molho de iogurte grego

Não consigo compreender pessoas que comem jantares à séria ao domingo. Para mim, nunca se pode acabar o fim-de-semana com mais de 15 minutos na cozinha e com mais de 350 calorias no estômago.

Ok, reconheço, a palavra "nunca" é capaz de estar a ser usada com um certo exagero, mas confesse lá que o que apetece para hoje à noite não são uns ovos escalfados, umas panquecas salgadas, umas tostas douradas ou uns legumes gratinados com queijo derretido. Domingo é dia de brinner: jantares leves e rápidos para acabarmos o fim-de-semana em grande.

Para hoje, vou preparar esta espectacular receita da revista Delicious Magazine, que eu leio cá em casa com a profundidade e a atenção de uma verdadeira Economist. São uns incríveis ovos escalfados com courgettes laminadas e um cremoso molho de iogurte grego.

Tudo o que preciso é de duas courgettes laminadas, tomatinhos cherry, semetes de coentros esmagadas, piripíri (se gostar), ovos, iogurte grego, hortelã e coentros frescos picados e flocos de coco ou coco desidratado. Para saber as quantidades certas de cada ingredientes, consulte a receita original aqui.

shakshuka-768x960.jpg

 

 

tarte de coco e maracujá com base de frutos secos sem açúcar nem glúten

Ui.  O meu querido Marido Mistério nem dormiu bem esta noite a contar os minutos para acordar para começar a fazer esta receita. Descobri esta maravilha no ótimo site da Donna Hay e pedi-lhe por tudo para fazer hoje, que é o meu Dia da Asneira. Ok, ontem também foi um bocado… Mas ao menos esta receita não tem glúten nem açúcar. Podia ser bem pior no que toca a desgraçar dietas.

Ele só vai precisar de cajus, leite de coco, óleo de coco derretido, mel, coco desidratado e polpa de maracujá. Para a base de frutos secos, vai precisar de mais cajus, macadâmias, coco desidratado, óleo de coco e mel.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, espreite aqui a receita original.

Passionfruit_Coconut_Slice-645x860.jpg

 

 

os bolos, os gelados, os sumos naturais e o brunch para a ressaca que vai poder provar no BrunchVilla

10441915_882502125110165_3859452724017893952_n.jpg

Faltam 13 rigorosos dias para começar a primeira feira de brunch em Portugal e nós já não aguentamos guardar tantos mistérios durante tanto tempo. Não dá, é mais forte do que eu. Por isso, tenho de desabafar: o BrunchVilla não vai ter só ovos e panquecas. Não senhor, vamos ter muito mais surpresas de o deixar a deitar água da boca como se fosse a Fonte Luminosa. 

Para começar, vamos falar de bolos. Um brunch sem um bolo a largar rios de chocolate derretido por todos os poros é como uma publicação do Facebook sem a Maria Leal. Não dá, não aguentamos. E por isso decidimos criar um Cantinho para a Desgraça no BrunchVilla, nos próximos dias 10 e 11 de Novembro, em Marvila, Lisboa (saiba aqui tudo sobre o evento e receba as últimas novidades em primeira mão).

AFP Facebook Capa-01.jpg

É o cantinho onde vamos juntar os melhores bolos artesanais da cidade. Aqueles que são preparados com todos os cuidados que os tornam verdadeiras tentações irresistíveis. 

Aqui não há dietas nem balanças. Há os fabulosos doces da Nós é Mais Bolos. Lembra-se daquele paraíso do bolo de que nós falámos aqui? Exactamente, é aquele spot do Mercado da Ribeira, onde nós vamos sempre que nos apetece mergulhar nos fabulosos bolos com suspiros do Bolo da Marta, nas espectaculares tartes merengadas de limão ou nos estrondosos fondants com soufflé de chocolate. Isto para não falar da mousse de chocolate com salame, do tiramisú de tortas de Azeitão com Moscatel ou da tarte de maracujá com leite condensado.

Tudo na Nós é Mais Bolos é inacreditavelmente delicioso e inexplicavelmente divinal. E por isso é que eles estarão no BrunchVilla para lhe dar os mais maravilhosos bolos para acabar o seu brunch.

 

 

quiche vegan com base de batata doce, um brunch saudável para começar o seu fim de semana em grande

É deliciosa, é saudável, é vegan e é uma ótima receita para o seu brunch de hoje. Descobri esta maravilha no blog Nutritional Foodie e é muito fácil de fazer. Pode também preparar para o almoço, vai ver que vai fazer um sucesso.

Só precisa de batatas doces médias, azeite, cebola e alho picados, tomates cherry cortados ao meio, espinafres, tofu de seda, levedura nutricional, um dente de alho, sal, pimenta, salva e cebolinho picado para decorar.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 6 pessoas, espreite aqui a receita original.

easy-vegan-veggie-quiche-with-sweet-potato-crust-5

 

o emprego ideal para o natal: andar a viajar pelo norte da europa vestido de duende

Estou seriamente tentado. Passar o mês de Dezembro a viajar pela terra do Pai Natal e arredores, vetido de Duende, é o sonho de qualquer criança – e eu confesso que sou ligeiramente (a minha Família Mistério está aqui a gritar "Muitíssimo") infantil.

Este trabalho é temporário e é oferecido pela agência de viagens Lapland Safaris. A ideia é maravilhosa: se os duendes existem para ajudar o Pai Natal, então agora vão ajudar a animar as pessoas durante as férias de Natal. Estes novos duendes deverão ser ao mesmo tempo "entertainers, guias e figuras míticas do Natal", em representação da agência. 

A missão implica passear por algumas zonas turísticas do Norte da Europa, a verem a auroral boreal, a fazerem ski e snowboard ou a pescar no gelo, enquanto animam os clientes da Lapland Safaris durante as viagens. Ao longo do seu período de trabalho, os duendes terão direito a alojamento e cartões de desconto em inúmeros restaurantes e locais parceiros da empresa. Além de terem acesso gratuito a estâncias de ski e snowboard e aos tais safaris para ver a aurora boreal.

gn-gift_guide_variable_c_2x.jpg

 

queijo derretido no forno com iogurte grego para aquecer este fim-de-semana

Eu podia viver só a comer aperitivos. Sou uma mulher feliz com uns petiscos, uns frutos secos e muito queijo à minha frente. Então se for queijo derretido no forno, oh meu Deus, pode substituir qualquer refeição do meu dia. Com um copo de vinho a acompanhar, então, vou ao céu! Esta receita que descobri no blog Cooking and Beer é muito fácil e consegue fazer em menos de meia hora.

Só precisa de queijo de cabra em crumble, queijo creme, iogurte grego, queijo gruyère ralado, azeite extra-virgem, vinagre balsâmico, molho pesto, sal, pimenta preta, microgreens e umas tostas para servir.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 8 pessoas, espreite aqui a receita original.

townhousecampaign3.jpg

 

 

roteiro de cascais e sintra: da baía dos pescadores à vila mais romântica do país

barfundo.jpg

E pronto, faltava um roteiro assim. Um roteiro prático, para todas as carteiras, que pode fazer em qualquer dia de fim-de-semana, sobretudo se viver em Lisboa ou nos arredores.

Se viver longe, também pode passar o fim-de-semana inteiro por aqui. Vale mesmo a pena. Não é à toa que Cascais e Sintra são dois dos sítios mais visitados pela avalanche de turistas que tomou conta do nosso país. Mas não se assuste, a nossa ideia não é fazer um roteiro turístico. É mostrar-lhe os melhores sítios para passear, comer ou dormir tanto em Sintra como em Cascais.

blue bar.jpg

Agora mais do que nunca. Depois do incêndio que devastou o Parque Natural da região, esta é a altura certa para visitar a zona ajudando o turismo local.

E como é que nós passeámos por aqui? Pois, claro, ao volante de um SEAT. A seguir a Lisboa, Tavira e Cacela, São Miguel, nos Açores, e Douro, chegou a vez da nossa pequena Cote d'Azur e da vila mais romântica de Portugal.

portugal-2943915_1280.jpg

Só que, desta vez, concretizei um sonho de criança com o incrível SEAT Ateca. Sempre sonhei passear pela rua com os holofotes a meus pés qual diva de cinema de Hollywood. E não é que, quando saí do carro para apreciar condignamente a vista da Baía de Cascais, se acendeu a meus pés um holofote qual estrela de cinema? Escusado será dizer que estive meia hora naquilo. Entrei e saí do carro dez vezes, parecia uma saloia a entrar numas escadas rolantes pela primeira vez. Que maravilha!

20181003_153850.jpg

É claro que podia ter o meu nome, ainda seria mais espetacular, mas isso sou eu que sou megalómana, tinha o logo da SEAT e o modelo do carro que, diga-se, é um dos meus preferidos. Parece um jipe, é espaçoso e o design tem muita pinta. Ainda bem que passeámos por Sintra e Cascais com perucas, chapéus, barba postiça e óculos escuros para não darmos tanto nas vistas.

 

 

 

o segredo para fazer uma quinoa solta e fofinha

Confesso: não perco uma oportunidade de usar a palavra "fofinha" sempre que posso. Não tenho qualquer obsessão pela Bumba nem me transformei na Cristina Ferreira da blogosfera, é só mesmo porque acho a palavra "fofinha" fofinha. Não sei se percebeu a ideia, mas, se calhar, é melhor não perder mais tempo com esta conversa.

A verdade é que a fronteira entre a quinoa fofinha e a quinoa empapada é tão ténue como o cabelo do Pedro Passos Coelho. E por isso é muito fácil tornar aqueles deliciosos e soltos grãos de quinoa numa argamassa perfeita para colar os tijolos de sua casa. A não ser... 

d4fc553aa34f8086392b5cd44695759b57b5795d.jpeg

 

 

o que fazer às bananas quando estão maduras demais? transformá-las nestes brownies de manteiga de amendoim

Sim, têm açúcar. Sim, têm farinha. Mas não comece já a suspirar de desespero: esta fabulosa receita do site Tasty é amiga do ambiente e combate o desperdício alimentar. No fundo, são uns brownies reciclados. E porquê? Porque vão salvar aquelas bananas maduras que estavam em cima do seu balcão de cozinha, prontas para irem para o lixo.

É uma das coisas que mais me enerva nesta casa: quando as crianças deixam a fruta apodrecer e temos de deitar comida para o lixo. Pois bem, estes brownies são a solução para salvar as bananas à beira da morte.

Com duas bananas maduras, faz brownies para oito pessoas. Depois tem de lhes juntar açúcar, manteiga sem sal derretida, extracto de baunilha, farinha, cacau em pó, manteiga de amendoim e flor de sal. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

BF_Square.jpg

 

 

Pág. 1/5