Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Casal Mistério

Casal Mistério

roteiro de cascais e sintra: da baía dos pescadores à vila mais romântica do país

25.10.18

barfundo.jpg

E pronto, faltava um roteiro assim. Um roteiro prático, para todas as carteiras, que pode fazer em qualquer dia de fim-de-semana, sobretudo se viver em Lisboa ou nos arredores.

Se viver longe, também pode passar o fim-de-semana inteiro por aqui. Vale mesmo a pena. Não é à toa que Cascais e Sintra são dois dos sítios mais visitados pela avalanche de turistas que tomou conta do nosso país. Mas não se assuste, a nossa ideia não é fazer um roteiro turístico. É mostrar-lhe os melhores sítios para passear, comer ou dormir tanto em Sintra como em Cascais.

blue bar.jpg

Agora mais do que nunca. Depois do incêndio que devastou o Parque Natural da região, esta é a altura certa para visitar a zona ajudando o turismo local.

E como é que nós passeámos por aqui? Pois, claro, ao volante de um SEAT. A seguir a Lisboa, Tavira e Cacela, São Miguel, nos Açores, e Douro, chegou a vez da nossa pequena Cote d'Azur e da vila mais romântica de Portugal.

portugal-2943915_1280.jpg

Só que, desta vez, concretizei um sonho de criança com o incrível SEAT Ateca. Sempre sonhei passear pela rua com os holofotes a meus pés qual diva de cinema de Hollywood. E não é que, quando saí do carro para apreciar condignamente a vista da Baía de Cascais, se acendeu a meus pés um holofote qual estrela de cinema? Escusado será dizer que estive meia hora naquilo. Entrei e saí do carro dez vezes, parecia uma saloia a entrar numas escadas rolantes pela primeira vez. Que maravilha!

20181003_153850.jpg

É claro que podia ter o meu nome, ainda seria mais espetacular, mas isso sou eu que sou megalómana, tinha o logo da SEAT e o modelo do carro que, diga-se, é um dos meus preferidos. Parece um jipe, é espaçoso e o design tem muita pinta. Ainda bem que passeámos por Sintra e Cascais com perucas, chapéus, barba postiça e óculos escuros para não darmos tanto nas vistas.

 

 

 

o segredo para fazer uma quinoa solta e fofinha

25.10.18

Confesso: não perco uma oportunidade de usar a palavra "fofinha" sempre que posso. Não tenho qualquer obsessão pela Bumba nem me transformei na Cristina Ferreira da blogosfera, é só mesmo porque acho a palavra "fofinha" fofinha. Não sei se percebeu a ideia, mas, se calhar, é melhor não perder mais tempo com esta conversa.

A verdade é que a fronteira entre a quinoa fofinha e a quinoa empapada é tão ténue como o cabelo do Pedro Passos Coelho. E por isso é muito fácil tornar aqueles deliciosos e soltos grãos de quinoa numa argamassa perfeita para colar os tijolos de sua casa. A não ser... 

d4fc553aa34f8086392b5cd44695759b57b5795d.jpeg