Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

melhor do que uma sangria fresca, só uma sangria de rosé com tequilla, morangos e cerejas

Perante temperaturas drásticas, medidas drásticas. Ou, por outras palavras, perante dias escaldantes, bebidas geladas.

Se até domingo, vamos ter um calor insuportável para lá dos 30 ºC, hoje vou já preparar-me para o choque térmico. Há quem ligue o ar condicionado, eu cá prefiro fazer a sangria gelada. E a eleita para hoje é uma poderosíssima combinação de vinho rosé com tequilla que ainda leva por cima um irresistível toque de morangos e cerejas.

A receita é do fantástico blog Half Baked Harvest e é facílima de preparar. Tudo o que vou precisar é de uma garrafa de vinho rosé, tequilla, sumo de lima, geleia de agave, morangos frescos cortados ao meio, mirtilos frescos, cerejas abertas ao meio, pêssegos cortados em fatias, limas às rodelas e manjericão. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

Summertime-Rose-Tequila-Sangria-1.jpg

 

 

pão no forno com pesto e queijo derretido, a entrada infalível em qualquer festa

Sou masoquista, só posso. Como é que eu, em plena dieta cetogénica, em que não meto um pedaço de pão à boca há precisamente um mês, partilho uma receita destas? É mais forte do que eu. Não como com a boca mas ao menos como com os olhos. Isso posso, isso ninguém me tira.

Esta receita, do blog Carlsbad Cravings, é irresistível, viciante e deliciosa. Tem apenas 4 ingredientes, só que engorda. E não é pouco, mas um dia não são dias, não é verdade? E só para se deliciar com esta receita vale a pena passar o dia seguinte em jejum.

Para fazer esta tentação, só precisa de um pão grande (se é para a desgraça que seja alentejano), manteiga derretida, molho pesto e queijo mozzarella ralado. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 12 pessoas, espreite aqui a receita original.

Cheesy-Pull-Apart-Pesto-Bread-13.jpg

 

 

isto, sim, é uma grande notícia: a cervejaria ramiro lançou um serviço entregas de marisco em sua casa

É a solução para todos os meus problemas. Está a ver aquelas filas intermináveis de gente à porta do restaurante Ramiro, em Lisboa? Está a ver aqueles quilómetros de turistas à espera das gambas al ajillo? Está a ver toda a gente que sofre, horas a fio, porque a cervejaria Ramiro não aceita reservas?

Senhoras e senhores, amigas e amigos, bivalves e crustáceos, descobri a solução para todos os meus problemas: o Ramiro lançou esta semana um serviço de entregas em casa. Isso mesmo: tipo Telepizza, mas na versão marisco fresco e delicioso. 

MG_2845-1380x1035.jpg

 

 

quiche de queijo de cabra com base de batata doce, uma receita viciante sem farinha

Adoro quiches. São deliciosas, saciantes e fáceis de fazer. Pequeno problema. Estou a tentar cortar no glúten e nos hidratos, por isso, hoje em dia uma quiche é uma miragem na minha dieta. Mas há receitas que são impossíveis de resistir. É o caso desta quiche de queijo cabra com uma base de batata doce que descobri no blog Aimee Mars. A base não tem glúten e tem menos calorias do que uma base de tarte normal e o recheio, meu Deus, é pura e simplesmente delicioso.

Para fazer esta maravilha, vai precisar de óleo de coco, manteiga, uma batata doce média ralada, ovos, sal, pimenta, natas azedas ou crème fraîche, queijo de cabra, uma mão cheia de espinafres e tomilho. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 6 a 8 pessoas, espreite aqui a receita original.

Goat-Cheese-Herb-Quiche-with-Sweet-Potato-Crust.jpg

 

 

salada de burrata com laranja caramelizada, o almoço perfeito para o verão

É provavelmente dos pratos mais fáceis de fazer e mais deslumbrantes de ver. Dá uma óptima entrada para um jantar de cerimónia, mas também um fantástico almoço para levar para o trabalho. E tem a vantagem de ser fresco, leve e capaz de misturar a textura cremosa da burrata com o sabor ácido e doce da laranja, o que significa que também dá um almoço de sonho para levar para a praia.

Tudo isto foi inventado pelo espectacular site Food52 e demora dez minutos a fazer. Trata-se de uma espectacular salada de burrata e laranja tostada. A burrata é aquele fenomenal queijo que, depois de aberto, se transforma num irresistível creme de mozzarella que se espalha por cima da laranja ligeiramente caramelizada. Para terminar, ainda leva uns pedaços crocantes de pistácio espalhados pelo topo.

Para fazer esta verdadeira beleza do Universo, vai precisar de uma burrata, laranja ou laranja sanguínea (se puder misturar as duas, o prato fica ainda mais bonito), sementes de romã, pistácios picados, cominho preto (ou outras sementes de que goste), sumac, azeite, hortelã, flor desal e pimenta preta moída no momento. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

b0f3e8d7-d389-47a4-b513-add17f13f9f0--2018-0320_burrata-with-burnt-oranges_3x2_julia-gartland_178.jpg

 

 

noah surf house, o novo refúgio hippie chic a uma hora de lisboa

4-2.jpg

Depois de ver esta fotografia, apetece-me casar outra vez. O Noah Surf House é lindo e organiza festas e eventos particulares. E, por mim, casava-me na boa outra vez, só para ter uma festa assim, ou então podemos renovar os votos, o que achas, meu querido Marido Mistério? Quero lá saber se é piroso, não acho nada, antes pelo contrário, acho super romântico. Fica a ideia. Lancei a rede, vamos lá ver se pega. A propósito de redes, vai tropeçar em muitas se vier passar uns dias a este pequeno paraíso.

3-3.jpg

Abriu no ano passado e é o mais recente projeto dos proprietários de um dos melhores hotéis do país: o Areias do Seixo (sobre o qual escrevemos no nosso primeiro post do blog).

 

 

o que são exactamente 100 calorias em frutos secos

É o momento Mário Centeno do dia. Não vou falar de impostos nem de contas para pagar, mas vou falar de contas para não engordar. Se, tal como eu, mal chega a casa, depois do trabalho, a primeira coisa que faz é sentar-se no sofá com uma taça de aperitivos numa mão e uma mini na outra, estas contas são para si – e para a minha querida e obstinada Mulher Mistério.

Na sua senda em busca da dieta perdida, Ela convenceu-se de que não há problema nenhum em comer uma mão cheia de frutos secos antes do jantar. O problema é que há mãos e mãos. E se tiver uma mão como a do LeBron James, o melhor é saber exactamente quantos frutos secos pode comer.

Por isso é que este guia visual, feito pelo fantástico site The Kitchn, é obrigatório para qualquer dieta. O site foi confirmar exactamente quantos frutos secos é que cabem em 100 calorias. E também contabilizou os amendoins que, apesar de serem uma leguminosa, são dos aperitivos mais comuns em qualquer casa. Agora, prepare-se para as surpresas.

7d243b8abf9658e3acc6c223c33c71741a557960.jpeg

100 calorias de amêndoas (tostadas ou cruas) 

= 17 a 18 g 

= 15 a 19 amêndoas 

 

bolachas de chocolate com flor de sal, um snack irresistível para levar para o trabalho

Já me estou a imaginar no meu escritório a abrir o tupperware, inchada (não de peso, porque já estou mais magra!) mas de orgulho por ter feito esta maravilha, sozinha, em casa. A distribuir bolachas por todos a dizer “fui eu que fiz”. As bocas dos meus coleguinhas a abrirem-se de espanto e de gula e eu a ser a sensação do dia no meu trabalho. Sim, desta vez não vou pedir ao meu querido Marido Mistério para fazer. Esta receita do blog Tutti Dolci é tão fácil que até eu vou pôr o avental e dar tudo na cozinha.

Só vou precisar de farinha, cacau em pó, fermento, sal, chocolate com 70% de cacau partido em pedaços, manteiga sem sal, ovos, açúcar, açúcar mascavado, extrato de baunilha, pepitas de chocolate e flor de sal. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para fazer 22 bolachas, espreite aqui a receita original.

Salted-Brownie-Cookies-2-copy.jpg

 

 

massa de courgette, frango e abacate com molho de iogurte e wasabi e apenas 261 calorias

A massa ou noodles de courgette, mais conhecidos por zoodles, estão tão na moda que encontra caixas de courgettes já espiralizadas em qualquer supermercado. E é fácil de perceber porque é que são tão populares: além de serem frescos e deliciosos, só o simples facto de substituir a habitual massa pelos noodles de courgette está a poupar 200 calorias e cerca de 40 g de hidratos por cada 150 g. Vale muito a pena para quem está de dieta e a cortar nos hidratos de carbono como eu. Para fazer esta receita dessa Bíblia que é o blog My Fitness Pal, pode comprar os noodles já feitos no supermercado ou espiralizar as courgettes em casa.

Só vai precisar de iogurte grego, azeite, mel, sumo de limão fresco, pasta de wasabi, sal, espinafres baby picados, noodles de duas courgettes, peitos de frango já cozinhados cortados em cubos, tomate cherry cortado ao meio e um abacate médio fatiado. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

Chicken-and-Avocado-Zucchini-Noodle-Bowl.jpg

 

 

um pequeno-almoço saudável que o vai deixar cheio até ao início da tarde

Esta é das receitas mais bonitas que já publicámos aqui. Esta cor incrível é responsabilidade de um facílimo molho feito com morangos bem maduros moídos no momento. E depois leva quinoa, que o vai alimentar até à hora do almoço, e frutos secos. 

A receita é do sempre espectacular site EatWell101 e já foi perfilhada pela minha querida Mulher Mistério que agora decidiu que só come taças de iogurte de manhã.

Tudo o que precisa é de iogurte natural magro ou leite magro (eu cá prefiro iogurte grego), quinoa cozida (mas também pode usar flocos de aveia), canela em pó, morangos bem maduros cortados ao meio, nozes e mel. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

Strawberry-Breakfast-Quinoa.jpg

 

 

desprezado pela jovem nata da elite do dafundo no almoço-comício do psd

Um evento destes exigia uma farda à altura. Vesti um parlamentar blazer azul escuro e uma militante gravata cor-de-laranja e meti-me no carro com uma única missão: fazer a crítica gastronómica do almoço de campanha do PSD, nos Bombeiros Voluntários do Dafundo, perto de Lisboa. Um desafio que nos foi lançado pela revista Sábado.

20190515_121459.jpeg

Cheguei uns desleixados sete minutos depois da hora marcada, porque o Google Maps me mandou para a Rua dos Bombeiros Voluntários do Dafundo e não para os Bombeiros Voluntários do Dafundo propriamente ditos – é verdade, não são no mesmo sítio. Encontrei um pequeno aglomerado de quatro pessoas, também de blazer azul escuro, em pé, à porta, à espera do cabeça-de-lista.

Esperei uns segundos antes de avançar e foi então que reparei que quase toda a gente chegava de camisa ou de t-shirt e ia religiosamente cumprimentar todos os homens do blazer.

Conclusão: se queria passar despercebido, era melhor trocar a gravata cor-de-laranja pelo autocolante na lapela. Tirei o blazer e a gravata e corri para a porta onde me colaram, junto ao coração, um pouco discreto semáforo com as inspiradoras palavras: “PSD – Primeiro Portugal – Marcar a Diferença”.

 

 

infiltrámo-nos nos comícios do PS e PSD para fazer a crítica gastronómica das europeias

Já não há carne assada, mas há bacalhau seco, caldo verde sem chouriço e vinho à temperatura do Mar Morto. Enquanto os militantes ouviam os líderes, fomos comer aos eventos de campanha do PS e PSD. Ela jantou em Almeirim, Ele almoçou no Dafundo. Sempre de forma anónima e pagando a conta. Mas sem fatura – porque isso nos partidos não existe. Um desafio da revista Sábado a que não conseguimos resistir.

IMG_0495.jpg

 

 

como fazer a manteiga de amendoim perfeita em menos de 5 minutos

É fácil, é barato e só não dá milhões, mas dá jarrões cheios de manteiga de amendoim que pode guardar durante semanas no seu frigorífico. Para quem quer uma aternativa mais saudável à manteiga tradicional, esta receita é perfeita. Se não quiser encher-se dos mais calóricos amendoins, só precisa de substituí-los por amêndoas, avelãs ou outro fruto seco de que goste mais (e, já agora, que seja mais light).

Eu costumo fazer esta maravilha cá em casa várias vezes. Além de ser bem mais barato do que comprar manteiga de amendoim no supermercado, é mais saudável porque aqui não há misturas de óleos ou açúcares.

A base que eu costumo seguir é a desta facílima receita do fantástico blog Pinch of Yum. Tudo o que vai precisar é de amendoins (ou outros frutos secos) e de um robô de cozinha ou de um liquidificador potente. Mais nada. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, veja a receita original aqui.

Homemade-Peanut-Butter-3-2-600x975.jpg

 

bolo de mirtilos na caneca, um pequeno-almoço para fazer no micro-ondas em 2 minutos

Quem gosta de muffins? Eu também. Adoro. No fundo, um muffin é um queque só que mais chique porque é em inglês. Se bem que uma pessoa queque também é chique mas esses, normalmente, são menos interessantes e sem sal. Voltando aos muffins. Que tal fazer um numa caneca cheio de mirtilos em dois minutos no micro-ondas? Com esta receita do blog My Fitness Pal, poupa não só tempo como calorias, porque comparado com um muffin normal, tem muito menos açúcar.

Só precisa de farinha integral, flocos de aveia, açúcar de coco, canela, fermento, uma pitada de sal, leite vegetal (pode ser de coco ou amêndoa), óleo de canola ou de coco derretido, extrato de baunilha, mirtilos frescos e nozes pecan tostadas. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 1 pessoa, espreite aqui a receita original.

Blueberry-Breakfast-Mug-Cake.jpg

 

 

como fazer um maravilhoso e dietético húmus caseiro sem grão

Cá em casa, adoramos húmus. A minha querida Mulher Mistério é absolutamente fanática por esta pequena maravilha. Acontece que, por cada 100 g de grão de bico que deglutir, são 364 calorias a ingerir. E não é tudo. Ainda consome uns modestos 61 g de hidratos de carbono. 

É por tudo isto que o húmus é um atentado contra a dieta. Mas felizmente descobri esta divinal receita do espectacular blog Cookie+Kate que é simplesmente imbatível. Em vez de usar o tradicional grão-de-bico, substitui-o pelo delicioso e bastante mais light edamame. O edamame é o tradicional e saboroso grão de soja japonês que tem quase 1/3 das calorias do grão-de-bico e menos de 1/6 dos hidratos de carbono.

Além disso, já consegue encontrar o edamame com alguma facilidade nos supermercados. Vem dentro de umas vagens, mas eu costumo comprá-lo, já descascado, na mercearia japonesa Goyo-ya, o que é muito mais fácil para esta receita.

Além do edamame congelado, vai precisar de molho tahini, sumo de limão espremido no momento, azeite extra-virgem, alho picado, sal, coentros, água e sementes de sésamo. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

edamame-hummus-recipe-2.jpg

 

Pág. 1/5