Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

desprezado pela jovem nata da elite do dafundo no almoço-comício do psd

Um evento destes exigia uma farda à altura. Vesti um parlamentar blazer azul escuro e uma militante gravata cor-de-laranja e meti-me no carro com uma única missão: fazer a crítica gastronómica do almoço de campanha do PSD, nos Bombeiros Voluntários do Dafundo, perto de Lisboa. Um desafio que nos foi lançado pela revista Sábado.

20190515_121459.jpeg

Cheguei uns desleixados sete minutos depois da hora marcada, porque o Google Maps me mandou para a Rua dos Bombeiros Voluntários do Dafundo e não para os Bombeiros Voluntários do Dafundo propriamente ditos – é verdade, não são no mesmo sítio. Encontrei um pequeno aglomerado de quatro pessoas, também de blazer azul escuro, em pé, à porta, à espera do cabeça-de-lista.

Esperei uns segundos antes de avançar e foi então que reparei que quase toda a gente chegava de camisa ou de t-shirt e ia religiosamente cumprimentar todos os homens do blazer.

Conclusão: se queria passar despercebido, era melhor trocar a gravata cor-de-laranja pelo autocolante na lapela. Tirei o blazer e a gravata e corri para a porta onde me colaram, junto ao coração, um pouco discreto semáforo com as inspiradoras palavras: “PSD – Primeiro Portugal – Marcar a Diferença”.

 

 

infiltrámo-nos nos comícios do PS e PSD para fazer a crítica gastronómica das europeias

Já não há carne assada, mas há bacalhau seco, caldo verde sem chouriço e vinho à temperatura do Mar Morto. Enquanto os militantes ouviam os líderes, fomos comer aos eventos de campanha do PS e PSD. Ela jantou em Almeirim, Ele almoçou no Dafundo. Sempre de forma anónima e pagando a conta. Mas sem fatura – porque isso nos partidos não existe. Um desafio da revista Sábado a que não conseguimos resistir.

IMG_0495.jpg

 

 

como fazer a manteiga de amendoim perfeita em menos de 5 minutos

É fácil, é barato e só não dá milhões, mas dá jarrões cheios de manteiga de amendoim que pode guardar durante semanas no seu frigorífico. Para quem quer uma aternativa mais saudável à manteiga tradicional, esta receita é perfeita. Se não quiser encher-se dos mais calóricos amendoins, só precisa de substituí-los por amêndoas, avelãs ou outro fruto seco de que goste mais (e, já agora, que seja mais light).

Eu costumo fazer esta maravilha cá em casa várias vezes. Além de ser bem mais barato do que comprar manteiga de amendoim no supermercado, é mais saudável porque aqui não há misturas de óleos ou açúcares.

A base que eu costumo seguir é a desta facílima receita do fantástico blog Pinch of Yum. Tudo o que vai precisar é de amendoins (ou outros frutos secos) e de um robô de cozinha ou de um liquidificador potente. Mais nada. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, veja a receita original aqui.

Homemade-Peanut-Butter-3-2-600x975.jpg

 

bolo de mirtilos na caneca, um pequeno-almoço para fazer no micro-ondas em 2 minutos

Quem gosta de muffins? Eu também. Adoro. No fundo, um muffin é um queque só que mais chique porque é em inglês. Se bem que uma pessoa queque também é chique mas esses, normalmente, são menos interessantes e sem sal. Voltando aos muffins. Que tal fazer um numa caneca cheio de mirtilos em dois minutos no micro-ondas? Com esta receita do blog My Fitness Pal, poupa não só tempo como calorias, porque comparado com um muffin normal, tem muito menos açúcar.

Só precisa de farinha integral, flocos de aveia, açúcar de coco, canela, fermento, uma pitada de sal, leite vegetal (pode ser de coco ou amêndoa), óleo de canola ou de coco derretido, extrato de baunilha, mirtilos frescos e nozes pecan tostadas. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 1 pessoa, espreite aqui a receita original.

Blueberry-Breakfast-Mug-Cake.jpg

 

 

como fazer um maravilhoso e dietético húmus caseiro sem grão

Cá em casa, adoramos húmus. A minha querida Mulher Mistério é absolutamente fanática por esta pequena maravilha. Acontece que, por cada 100 g de grão de bico que deglutir, são 364 calorias a ingerir. E não é tudo. Ainda consome uns modestos 61 g de hidratos de carbono. 

É por tudo isto que o húmus é um atentado contra a dieta. Mas felizmente descobri esta divinal receita do espectacular blog Cookie+Kate que é simplesmente imbatível. Em vez de usar o tradicional grão-de-bico, substitui-o pelo delicioso e bastante mais light edamame. O edamame é o tradicional e saboroso grão de soja japonês que tem quase 1/3 das calorias do grão-de-bico e menos de 1/6 dos hidratos de carbono.

Além disso, já consegue encontrar o edamame com alguma facilidade nos supermercados. Vem dentro de umas vagens, mas eu costumo comprá-lo, já descascado, na mercearia japonesa Goyo-ya, o que é muito mais fácil para esta receita.

Além do edamame congelado, vai precisar de molho tahini, sumo de limão espremido no momento, azeite extra-virgem, alho picado, sal, coentros, água e sementes de sésamo. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

edamame-hummus-recipe-2.jpg

 

receita do dia: brownies de manteiga de amendoim vegan, sem glúten nem açúcar

O fim de semana está a chegar e eu finalmente vou poder pecar… nem que seja a uma refeição. E estou muito tentada a ser corrompida por estes brownies que ainda, por cima, não têm glúten nem açúcar. Por isso, não chega a ser um pecado, é meio pecado, é só uma faltazinha… A receita é do blog Katalyst Health e demora cerca de meia hora a fazer.

Para fazer esta tentação, vai precisar de farinha de amêndoa, cacau em pó, sal, bananas esmagadas, manteiga de amendoim, extrato de baunilha e xarope de ácer. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 12 brownies, espreite aqui a receita original.

PBswirlbrownies2-compressor.jpg

 

 

o jantar para fazer frente à revolta na mansão mistério: massa com abóbora e molho de parmesão

Hoje tive de ceder. Os nossos Filhos Mistério juntaram-se para fazer uma revolução contra a Ditadura da Dieta que instaurei cá em casa. Acordei ao som de gritos de insurreição e revolta:

- Abaixo a dieta, queremos hidratos de carbono!

É claro que eles são uns exagerados, porque comem hidratos de carbono o dia inteiro, só ao jantar é que tento impingir-lhes a minha dieta. Mas já há uns dias que eles andam a refilar, queixam-se que estão fartos de saladas e de legumes a acompanhar o peixe ou a carne. Ok, pronto, hoje vou fazer-lhes a vontade. Vou pedir ao meu querido Marido Mistério para fazer esta receita deliciosa que descobri no blog Pinch of Yum: massa com abóbora, brócolos e molho de alho e parmesão. Eles vão adorar e eu vou ficar a olhar. O que é que uma mãe não faz pelos filhos, não é verdade?

O meu querido Marido Mistério só vai precisar, para o molho, de manteiga, alho, tomilho fresco picado, farinha, vinho branco (opcional), caldo de legumes ou de galinha, queijo parmesão ralado, sumo de limão e sal. Para a massa propriamente dita, precisa de uma embalagem de orecchiette, uma abóbora cortada em cubos, brócolos cortados em pequenos bouquets, azeite, sal, pimenta, sementes de abóbora e parmesão ralado.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 8 pessoas, espreite aqui a receita original.

Orchiette-4.jpg

 

 

camembert no forno com amêndoas e mel, o aperitivo ideal para convidados inesperados

Quem nunca levou com amigos que vão ficando, ficando até que já é hora de jantar? Ou a sogra que vai ficando, ficando e nunca mais se vai embora? Ou os amigos dos filhos que vêm para estudar e depois ficam para jantar e dormir? Esta receita do blog The Seasoned Mom é ideal para situações de emergência como estas. Só precisa de 3 ingredientes e é imbatível. É sucesso garantido. Consegue ser salgada, doce, cremosa e crocante ao mesmo tempo. E só demora 20 minutos a fazer.

Para fazer esta delícia, vai precisar de um camembert, mel e amêndoas tostadas com sal. Pode acrescentar alecrim ou tomilho, mas é opcional. E, claro, tostinhas para acompanhar. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 6 pessoas, espreite aqui a receita original.

Honey-Almond-Baked-Brie-2.jpg

 

 

gin tónico com alecrim e limão tostado com apenas 155 calorias

A semana ainda vai a meio e estamos a precisar urgentemente de um alento para nos aguentarmos até ao fim de semana. O meu querido Marido Mistério anda há séculos a sonhar com um gin tónico ao fim da tarde, mas, como estou de dieta, proibi terminantemente bebidas alcoólicas nesta casa. Ele, coitadinho, tem cumprido as minhas ordens. Até que descobri esta incrível receita no blog Sprinkles and Sprouts, que só tem 155 calorias e pasme-se: 5 gramas de hidratos de carbono. Como só posso ingerir 25 g de hidratos por dia, acho que hoje posso abrir uma exceção e fazer esta surpresa ao meu querido Marido Mistério, que bem merece.

Demora 5 minutos a preparar e vai ver que vai animar o seu fim de tarde.

Para fazer esta maravilha, só precisa de um limão, dois raminhos de alecrim, meia colher de chá de sementes de coentros, gin, muito gelo, água tónica e pimenta em grão. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 2 pessoas, espreite aqui a receita original.

Charred-Lemon-Rosemary-and-Coriander-Gin-and-Tonic.jpg

 

 

esta tosta de batata doce com abacate e ovo tem menos de 150 calorias

Esta receita é ideal para quem quer fugir ao glúten logo de manhã. A fatia de batata doce tostada substitui a habitual fatia de pão. O abacate esmagado e o ovo escalfado fornece a energia e a proteína que precisa para começar o dia de forma saudável e ficar sem fome durante toda a manhã. E a melhor notícia de todas? Só tem 147 calorias. A receita é do blog My Fitness Pal.

Para fazer esta delícia saudável, só vai precisar de uma batata doce, ovos, um abacate, sal, pimenta preta, piripíri e microgreens para decorar. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

sp-toast.jpg

 

 

deve guardar a manteiga no frigorífico?

Se fosse a minha querida Mulher Mistério a dar-lhe a resposta, dizia logo: não guarde dentro nem fora? Não guarde manteiga. A sua obsessão pela dieta levou-a a perseguir a manteiga tal como o Lucky Luke persegue os irmãos Dalton.

No entanto, eu não desisto. Adoro manteiga. Saborosa, salgada, cremosa, especialmente a derreter por cima de uma torrada quentinha e estaladiça, logo de manhã. E gosto de espalhar a manteiga tranquilamente, sem fazer buracos no pão ao tentar barrar aqueles blocos de pedra gelados que saem de dentro do frigorífico. 

Por isso, tenho de saber: preciso mesmo de guardar a manteiga no frigorífico para ela não se estragar ou posso mantê-la cá fora, macia e cremosa?

food-3179853_960_720.jpg

 

quadrados de chocolate com coco e cajus, o snack vegan e sem glúten para levar para o trabalho

Na realidade, esta receita, do blog Dishing Out Health, também é uma ótima sobremesa vegan, sem glúten e sem leite. Demora meia hora a fazer e pode comer sem culpas, porque só tem ingredientes saudáveis. Agora, não se estique! Não coma mais do um ou dois quadrados por dia, porque tudo o que mete à boca engorda. O ideal é dividir por tupperwares pequenos e levar um de cada vez para o trabalho. Só para não cair em tentação porque estes quadrados podem ser mesmo viciantes.

Para fazer esta maravilha, vai precisar, para a base, de cajus crus sem sal, flocos de aveia sem glúten, óleo de coco derretido, mel ou xarope de ácer (se for vegan) e uma pitada de sal. Para a cobertura, precisa de ter à mão mais mel ou xarope de ácer, óleo de coco derretido, cacau em pó, flocos de coco e flor de sal.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 10 quadrados, espreite aqui a receita original.

RawChocCocoBars3.jpg

 

 

esta carne de porco cozinhada a baixa temperatura derrete-se na boca e quase se cozinha sozinha

Pode demorar tempo a preparar. Mas é tempo durante o qual nós estamos de pernas esticadas, num sofá, enquanto a comida cozinha praticamente sozinha. Esta é a maior vantagem destes divinais pratos cozinhados a baixa temperatura. Além de ficarem deliciosos, com a carne a desfazer-se na boca, não exigem quase trabalho nenhum. É colocar tudo dentro de um tacho de ferro fundido e ir à sua vida. Três horas depois, está pronto.

Esta divinal receita é do site Food52 e cozinha a paleta de porco num incrível molho de soja e vinagre balsâmico. Mas, como dizia o inesquecível Odorico Paraguaçu, vamos deixar de lado os entretantos e partir para os finalmentes.

Para fazer esta beleza, o primeiro passo é escolher bem a carne. Peça cerca de 2 quilos da parte superior da paleta de porco, já sem osso. Conseguido isso, o resto é mais fácil: alho ralado, salva em pó, folhas de louro, água, açúcar mascavado, vinagre balsâmico, molho de soja, mostarda em pó, amido de milho, sal e pimenta preta. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

600e7a93-d766-4535-a0ad-4561543b75e8--2018-1102_slow-cooker-pork-shoulder-brown-sugar-balsamic-glaze_3x2_julia-gartland_290.jpeg

 

 

batata doce recheada com pesto de frango, um jantar paleo muito fácil que pode fazer com restos

Já é segunda-feira outra vez? Não pode ser. Vou voltar para a cama. Deve ser engano. Como é que o fim de semana passou tão depressa? As crianças a estudar, nós a ajudar e a estudar também (é impressionante como tudo o que empinei no secundário desapareceu do meu cérebro à velocidade da luz). John Stuart Mill? David Hume? Já estavam esquecidos no sotão do meu cérebro. Mas, enfim, o que uma mãe não faz pelos filhos? E o que o Google não faz pela nossa dignidade?

Depois de tanto estudo, todos nós merecemos um jantar que nos faça esquecer que hoje já é segunda-feira outra vez. E esta receita, que descobri no blog Paleo Running Momma, é ideal para ajudar os nossos Filhos Mistério a enfrentar esta semana de testes e apresentações. E dá-me muito jeito porque tinha uns restos de frango no frigorífico, que sobraram do fim de semana.

Só vamos precisar de nozes descascadas, alho, manjericão fresco, espinafres, azeite, sumo de limão, levedura nutricional, sal, frango cozinhado e desfiado, batatas doces e óleo de coco.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 6 pessoas, espreite aqui a receita original.

pesto-stuffed-sweet-potatoes-3.jpg

 

 

kombucha: porque é que esta bebida deliciosa faz bem à sua saúde?

Ainda bem que pergunta. Gosto de pessoas que fazem perguntas de que eu estava à espera. Esta bebida chama-se kombucha e é feita na China há mais de 2 mil anos. A base é um saudável chá verde ou preto, a que se acrescenta açúcar e SCOBY. 

E o que é SCOBY?

Mais uma vez, agradeço-lhe a sua pertinente pergunta. SCOBY significa Symbiotic Colony Of Bacteria and Yeast e é uma cultura de bactérias e leveduras. Um pouco à semelhança do que se passa com os iogurtes, são estas bactérias que tornam a kombucha numa bebida rica em probióticos e benéfica para o sistema imunitário e para o intestino. 

Segundo o site do Hospital Lusíadas, a kombucha é rica em vitaminas C, B1, B2, B6 e B12. É uma bebida detox, ajuda a reduzir o colesterol e a controlar a tensão arterial e ainda pode ser uma aliada no tratamento da diabetes, de insuficiências renais e de algumas doenças oncológicas.

É por tudo isto que, no último ano, a kombucha se tornou um sucesso nos Estados Unidos, especialmente entre algumas celebridades. Por tudo isto e ainda pelo facto de poder ser misturada com um fantástico gelado e dar uma bebida de sonho como esta aqui em baixo.

c6d65164-c268-446b-b895-b43a2b01ccdd--2019-0430_kombucha-floats_3x2_ty-mecham_001.jpg

 

 

Pág. 1/4