Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

3 hotéis românticos para um dia dos namorados único no alentejo

11096496_898423640181162_1830502832795535583_n.jpg

Hoje sinto-me o Cupido da blogosfera, a Vénus da Internet, o Adónis do mundo virtual. Espere lá, o Adónis não tem nada a ver com amor, mas eu sinto-me um Adónis na mesma. Seja como for, estou aqui de arco e flecha em punho, prontíssimo para preparar o seu Dia dos Namorados. 

Não sei se já percebeu, mas faltam três semanas para essa data mítica em que todos vamos tentar fugir dos restaurantes repletos de casalinhos tète-à-tète. É altura de tomar uma decisão importante na sua vida: se vai fugir dos restaurantes, onde é que se há-de enfiar. Hipótese 1: num hotel alentejano com uma salamandra no quarto. Hipótese 2: num hotel alentejano com uma banheira no quarto. Hipótese 3: num hotel alentejano com uma janela no quarto. Uma janela no quarto?! Então os outros não têm janela?! É claro que têm, mas esta janela tem uma vista fantástica para a vinha da herdade. E quem é que recusa adormecer a olhar para o berço do vinho? 

 

spaghetti com parmesão, manteiga e pinhões, um jantar tipo "a dama e o vagabundo" para o dia dos namorados

DamaVagabundo1.jpg

Hoje é provavelmente o único dia do ano em que não aconselho um restaurante para jantar fora. Já expressei aqui a minha opinião sobre os jantares a dois em restaurantes no Dia dos Namorados. É pura e simplesmente um filme de terror. Por isso, faça um jantar especial em casa, à luz das velas, com um bom vinho e vai ver que se diverte muito mais e é, sem dúvida, um programa bem mais barato. Deixo-lhe aqui esta deliciosa receita de um prato tão fácil quanto fantástico para namorar. Quem não se lembra da maravilhosa cena do jantar nas traseiras do restaurante italiano do filme da Disney “A Dama e o Vagabundo”? E por que não recriar esta mítica cena em casa? A receita, que encontrei no fabuloso blog A Cup of Jo, é da Jennifer Farley, do site Savory Simple, e aqui a qualidade dos ingredientes faz toda a diferença.

spaghetti-with-parmesan-brown-butter-pine-nuts-rec

 

e o vencedor de uma noite romântica num hotel de sonho odisseias é...

Captura de ecrã 2015-02-13, às 13.33.25.png

Eis-nos chegados finalmente ao trágico dia em que, há precisamente 1745 anos, Valentim era decapitado por ter celebrado casamentos clandestinos contra a vontade do temível imperador Cláudio II. Cláudio (ou Clau para os amigos) era um tirano que tinha o sonho de organizar o mais poderoso exército que a História já conhecera. E, por isso, proibiu os jovens de se casarem, acreditando que assim os levaria mais facilmente a lutar por Roma. Mas o bispo Valentim era um incorrigível romântico e decidiu continuar a casar toda a gente às escondidas, convencendo-se de que o imperador tinha mais coisas que fazer do que andar a fiscalizar quem casava ou não. Acontece que Clau era um rapaz desocupado e acabou por descobrir a ousadia do bispo.

 

 

3 cocktails das 50 sombras de grey para fazer no dia dos namorados (sim, há um gin tónico especial!)

Lemon-Drop-Martini-title.jpg

Depois de meses de sofrida espera, a aguardar pelo filme que vai revolucionar a vida de todos os casais por esse mundo fora, estreou. Já está. Aconteceu. Foi. As nossas vidas estão revolucionadas. Perante tamanho feito, há que comemorar. E qual a melhor maneira de comemorar a estreia de As 50 Sombras de Grey? Com um brinde feito com as bebidas que apareceram no livro As 50 Sombras de Grey. (Eventualmente também poderão aparecer no filme, mas ainda não consegui ir ver, visto que tenho 47 mil pessoas à minha frente já com um bilhete na mão...)

Felizmente, a nossa querida E. L. James tem bom gosto para bebidas. E, além de uma impressionante lista de óptimos vinhos franceses, seleccionou alguns cocktails que me fariam dar quatro voltas ao mundo à procura da minha Anastasia Steele. A começar, claro, por aquele que tem gin.

 

 

é a sua última oportunidade de ganhar uma noite num hotel de sonho! o prazo acaba hoje: toca a mexer esses músculos das mãos!

É a sua última oportunidade de dormir num quarto com uma vista assim...

memmo-baleeira-hotel-standard-vista-mar.jpg

 

 

abacate recheado com salada de atum, um almoço fácil e saudável

Já não aguento mais pão. Desde que o meu querido Marido Mistério descobriu a Fábrica dos Sabores esta casa parece uma autêntica padaria. Temos todo o tipo de pão e mais algum e eu não consigo resistir. É um desespero porque, para variar, estou cheia de remorsos. Infelizmente, pão e dieta são totalmente incompatíveis. Por isso, hoje vou portar-me bem e penitenciar-me com esta deliciosa receita light que encontrei no ótimo blog Bakers Royale. E, se correr bem, sempre posso fazer como entrada para um jantar ou um almoço especiais, como o do Dia dos Namorados.

Skinny-Tuna-Salad-via-Bakers-Royale.jpg

Ingredientes 

Para 4 pessoas 

  • 340 g de atum em conserva de azeite ou natutral
  • 2 colheres de sopa de cenoura cortada
  • 2 colheres de sopa de coentros picados 
  • 2 colheres de sopa de couve-roxa desfiada
  • 3 colheres de sopa de sumo de limão
  • 1/4 de um iogurte grego
  • 2 colheres de sopa de mostarda Dijon
  • Sal e pimenta
  • 4 abacates

 

Retire o líquido da conserva e seque o atum. Misture todos os ingredientes, exceto os abacates, numa taça. Corte os abacates ao meio e retire o caroço. Coloque uma colher de salada de atum em cada abacate. E já está. Tem um aspeto fantástico, é facílimo de fazer e é super saudável. 

 

Um ótimo domingo,

Ela

 

receita e foto: bakersroyale

dez hotéis que vão abrir (ou reabrir) em 2015

O Travel+Style's, um dos meus sites preferidos sobre viagens, fez uma lista com todos os novos hotéis e resorts que vão abrir este ano. A lista é imensa e pode encontrar aqui, mas como tenho os pés bem assentes na terra, decidi só escolher dez. A minha seleção não é um recado, meu querido Marido Mistério, é, digamos assim, uma lista de sugestões para quando estiveres sem imaginação para me fazeres uma surpresa. Só. Não te sintas pressionado. E não te preocupes, não temos pressa. Alguns destes hotéis só abrem a meio ou no fim do ano. Por isso, tens tempo. Para ganhar o Euromilhões, por exemplo. Ah, é verdade, e esta lista de luxo inclui um hotel em Portugal. Se quiseres começamos por aí. Sempre poupamos nos bilhetes de avião.

 

Six Senses Zil Pasyon, Seychelles 

Six-Senses-Zil-Pasyon-Seychelles-Exterior_aerial_v

Este é definitivamente o ano da cadeia de luxo Six Senses. Está a expandir-se para países onde nunca esteve e as ilhas Seychelles é um deles. Para chegar ao Zil Pasyon, situado no norte da ilha privada de Félicité, só de helicóptero ou de barco. Tem 28 villas e 17 residências, todas com piscinas privadas de borda infinita, cercadas por um mar incrivelmente azul e uma areia demasiado branca para ser verdade.

 

 

ganhe uma noite num hotel de sonho! com quem? com a odisseias e o casal mistério

hlm-21-a31a87072a.jpg

Quem quer ganhar uma noite romântica num hotel de sonho? São dezenas de hotéis à sua escolha para celebrar em grande o Dia dos Namorados. A única dificuldade vai ser escolher, porque há muitos e bons. Memmo Baleeira, em Sagres? Temos. Lawrence's Hotel, em Sintra? Temos. Douro Palace Hotel, em Baião? Temos. Suites Alba, no Carvoeiro? Temos. Funchal Design Hotel, na Madeira? Também temos.

 

 

os 4 presentes de chocolate que qualquer mulher gostaria de receber no dia dos namorados

Não sou muito exigente e não gosto nada de dar trabalho ao meu inexcedível Marido Mistério, por isso estou aqui para facilitar a vida Dele e de todos os Eles que estão espalhados por esse mundo fora agarrados à cabeça, à procura de uma ideia original de presente para o Dia dos Namorados. O que eu gosto é de chocolate, bom chocolate, ótimo chocolate, de todas as maneiras e feitios. Por isso, meu querido, é só escolher:

 

1. Linguine de Chocolate Preto 

dark_chocolate_ling_2.jpg

É uma tentação irresistível: um linguine de chocolate para fazer uma sobremesa doce. A receita é simples: chips de chocolate, manteiga sem sal, açúcar, leite evaporado, baunilha e molho de chocolate. E o resultado: temo que seja irresistível. Pode fazer a encomenda aqui.

 

 

os 3 presentes de dia dos namorados que qualquer homem gostaria de receber (e o presente que qualquer mulher gostaria de dar)

Froissés-Espresso-Crumple-Tumbler.jpg

Não sei mais como dizer: já deixei papéis espalhados pela sala, já mandei cartas anónimas, já instruí as crianças para entregarem o recado – mas nada. Parece que Ela ainda não absorveu a necessidade de tratar do presente de Dia dos Namorados enquanto ainda vai a tempo de escolher alguma coisa especial. Perante esta fatalidade de estar a falar comigo próprio, só encontrei uma forma de passar a mensagem: um post no blog. E para o caso de isso ainda não ser bem explícito, vou deixar mais claro ainda: estes são os presentes que o teu querido Marido Mistério gostaria de receber, qual homem atingido pela seta do Cupido e perdido de amores pela sua amada.

 

uma casa de sonho para umas férias inesquecíveis em itália com os amigos

Casa-Olivi-02-870.jpg

Apresento-vos a nossa futura casa no campo. Parece que está para breve, porque o meu querido Marido Mistério já me anunciou que para a semana o Euromilhões é nosso. Como sou uma mulher obediente, pus-me em busca da nossa futura casa de férias. E encontrei-a em Itália. Na verdade, é uma casa-hotel. E podemos reunir já um grupo de amigos e ir lá passar uns dias para experimentar o sítio enquanto não chega o cheque da Santa Casa.

 

 

presente para o dia dos namorados? um kit para produzir o seu gin em casa em apenas 36 horas

2014-0514_W-P-design_homemade-gin-kit_mid-012.jpg

Minha querida Mulher Mistério, aka Ela,

Este é um dia histórico. Conseguiste finalmente libertar-te dos tenebrosos grilhões da dieta. E mais histórico ainda: conseguiste cumprir as indicações à risca. Bem... quase à risca. Houve aquele pequeno deslize da salada com bacon e queijo azul. E aquele outro menos pequeno deslize das tostas de bagel com presunto e ovos escalfados. E aquela trinca sorrateira que deste no fudge de bolachas Oreo com leite condensado. E... não vamos continuar a expor a nossa intimidade aqui, pois não? 

O que interessa é que estás livre. Livre como uma pomba que paira mais leve sobre um Mundo de gigantescas tentações gastronómicas. E é para comemorar este dia que te trago uma pequena ideia (ou até talvez sugestão) para esse emblemático Dia dos Namorados que se aproxima a galope de todos nós.

 

 

jantar à luz das velas e do luar de santorini

Prometo que é o último post sobre a Grécia. Até já enjoa. Tanta beleza natural, tanto romantismo e tanto pôr do sol. Mas é impossível não partilhar o nosso jantar no restaurante do hotel. Marcámos logo no primeiro dia, porque os lugares são limitados: o restaurante Katikies é um terraço ao ar livre com apenas quatro mesas e uma vista deslumbrante.

Chegámos ainda com as cores de fogo do fim de tarde porque nos avisaram que era a altura mais bonita do dia. Com um rácio de quatro empregados para quatro mesas, o serviço é irrepreensível. Sempre presentes mas nunca a mais. Ao mínimo olhar ou levantar de cabeça, aparecia alguém, discreto e atencioso, sabe-se lá de onde, sempre de sorriso.

O espaço é indescritível. Parece que estamos suspensos sobre o mar, apenas nós, as estrelas, a lua e as velas meticulosamente acesas sobre as mesas, impecavelmente decoradas com pratas, copos de cristal, toalha ou chemins e guardanapos de linho. Mais do que um jantar, é uma experiência inesquecível.

Começámos com uma flûte de champanhe. Nunca demorei tanto tempo a beber um copo. Não queria que o tempo passasse, queria aproveitar cada minuto daquele cenário. Queria fazer rewind a cada momento. Eternizar todo este programa. A ementa era um misto sofisticado de cozinha grega e mediterrânea. Não resisti a pedir um foie-gras de entrada (ai que desgraça... Já vos disse que estava de dieta?). Seguiu-se um-prato-de-peixe-cujo-nome-era-tão-grande-e-sofisticado-que-não-consegui-decorar mas que se resume numa palavra: divinal. A sobremesa parecia uma obra de arte de chocolate, nata, avelã, caramelo e sei lá mais o quê. Já essa desapareceu em três garfadas.

Verdade seja dita, por mais que quisesse estender o jantar, não fosse a ótima conversa (modéstia a parte, tenho sempre assunto e Ele é um ótimo ouvinte), teria sido uma tarefa árdua. Porque com a eficácia do serviço e o tamanho reduzido dos pratos (já se sabe, esta coisa da nouvelle cuisine é sempre inversamente proporcional ao seu sabor) teríamos jantado numa hora. Agora com este cenário, o excelente vinho branco que Ele escolheu e a deliciosa companhia (as estrelas, a lua e o mar, claro!), o jantar prolongou-se noite fora. E por algumas horas, esquecemo-nos que amanhã regressamos a Lisboa.

 

Bom fim de semana,

Ela

quem tem um marido mistério tem tudo

Esta manhã, quando entrei na cozinha, tinha esta surpresa à minha espera. Há lá melhor coisa do mundo do que receber flores e o meu sabor preferido do Santini? Bem, uma joiazita também não me ficava nada mal... Mas já que estamos em crise, contento-me com um marido gourmet que me engorda e me surpreende todos os dias. Feliz Dia dos Namorados!

Ela

ovo cozido a baixa temperatura sobre torrada de manteiga com parmesão

Eu sei que isto do Dia dos Namorados já se está a tornar uma obsessão e, acima de tudo, uma obsessão um bocadinho a atirar para o cansativo. Não há blog que não fale da data, não há site que não sugira um restaurante, não há portal que não tenha uma receita para um “jantar especial”. Eu tenho de confessar uma coisa: jantar fora é impensável e “jantar especial” é o que toda a gente faz. Por isso, resta-me ponderar alternativas surpreendentes que consiga preparar em menos de 24 horas. E como o almoço é de trabalho e pouco romântico, resta-me o quê? O lanche? Cala a boca, Magda!!! É o pequeno-almoço!

Eu sei que é dia de trabalho, eu sei que não há muito tempo, eu sei que estamos todos meio-zombies de manhã. Mas não quer uma surpresa? Então, um pequeno-almoço semi-requintado num dia de trabalho é uma surpresa. Acorde 20 minutos mais cedo, tome um banho de água fria se for preciso, e desperte. Depois é fácil. Ponha água a ferver e duas torradas a fazer. Quando a água levantar fervura, reduza o lume para o mínimo, deite um pouco de sal lá para dentro, rode com uma colher de sopa e faça um remoinho. Parta um ovo e deite-o para o centro do remoinho. Quando a água parar de girar, o ovo vai começar a ganhar uma forma compacta. Deixe-o cozer ligeiramente a muito baixa temperatura. A ideia é que a clara fique branca, mas ainda um pouco molhada, e a gema totalmente crua.

Quando o ovo estiver pronto, retire-o com uma escumadeira e coloque-o em cima da torrada com muita manteiga. Rale umas lascas de parmesão e coloque por cima juntamente com pimenta. Arranje o prato, coloque-o num tabuleiro decente e leve-o à cama com uma flor. Faz uma vistaça, ninguém está à espera e não custa assim tanto. Melhor de tudo: é bom e não engorda (se não contarmos com o pão... nem com a manteiga... nem com o parmesão...). Bom, se calhar é capaz de engordar um bocadinho...

 

Ingredientes

- 1 ovo

- 2 torradas

- Manteiga

- Parmesão às lascas

- Pimenta

- Sal

 

Um bom Dia dos Namorados para si, onde quer que esteja,

Ele