Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

bolinhos de ricotta e parmesão com pesto, um almoço para viciados em queijo como eu

Sim, não é propriamente a receita mais saudável do mundo, mas também já vi piores. Muito piores. Bem piores. Escandalosamente piores. OK, já chega. Mas como diria a minha mãe: “O que tem que ser tem muita força”. É kármico. É o destino. E esta receita da incrível Donna Hay foi criada a pensar em mim. A autora não sabia mas estava escrito nas estrelas que um dia esta receita iria chegar até mim. E chegou. Agora só falta pedir ao meu querido Marido Mistério para a fazer.

É tão fácil que até eu poderia arriscar fazê-la mas para quê correr riscos desnecessários quando se tem um cozinheiro em casa? Ele só vai precisar de ricotta fresca, ovos levemente batidos, raspas de limão, parmesão ralado, sal e pimenta preta, azeite extra-virgem e pesto. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original. 

Ricotta_and_parmesan_fritters_with_pesto.jpg

 

 

tarte de figos, queijo de cabra, abóbora e manjericão, sem glúten? cheguei ao paraíso!

Sempre fui uma fã incondicional de tartes. Adoro. Mas gosto ainda mais de figos e de queijo de cabra. Por isso, entrei praticamente em erupção, qual vulcão adormecido a despertar para a vida, quando descobri esta incrível receita do blog George Eats. Qualquer receita que junte figos e queijo de cabra é, para mim, o equivalente à descoberta do Santo Graal, por isso, não vou descansar enquanto não conseguir que o meu querido Marido Mistério vá para a cozinha preparar esta maravilha. Ele só vai precisar, para a base da tarte, de farinha de aveia, farinha de amêndoa, farinha de millet, óleo de coco sólido, 2 ovos e sal. Para o recheio, vai precisar de abóbora cortada aos cubos, figos cortados em quartos, leite, ricotta, alho esmagado, manjericão fresco, sal e pimenta, ovos e queijo de cabra. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, espreite aqui a receita original.

DSC_0950.jpg

 

 

lasanha de ricotta e courgette para uma família desesperada

Hoje enfrentei uma revolução na Mansão Mistério. Os nossos filhos e o meu querido Marido Mistério estão em ebulição.

Vive-se um clima de PREC e eu, mais uma vez, sou a principal visada:

- Abaixo as dietas, fora com as saladas, queremos comida a sério!

Tive de me render e ceder (não é que tenha sido um grande sacrifício) e escolher uma receita ligeiramente mais consistente para o jantar. E anunciei:

- Ai, é assim? Estamos em clima de revolução? Então hoje temos  lasanha.

Já tinha uma na manga: tinha visto esta fantástica receita do sempre útil blog da Donna Hay que, no fundo, é uma lasanha mas não parece, porque até tem um ar super light. E eu adoro enganar-me a mim própria.

Só preciso de folhas de massa para lasanha, cortadas em tiras de 6 cm de comprimento, ervilhas, courgette ralada, malaguetas pequenas picadas, azeite, sumo de limão, molho de pesto, sal e pimenta, queijo ricotta, folhas de hortelã e parmesão ralado. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

zucchini_ricotta_summer_lasagne.jpg

 

 

tortilla de ricotta, presunto e tomate cherry: definitivamente hoje é para a desgraça!

Apetece-lhe uma receita saudável? Vegan? Vegetariana? Biológica? Sem glúten? Então está a ler o post errado. Esta receita do blog The Little Room of Style é uma desgraça a todos os níveis mas… também é irresistível. Basicamente é uma espécie de tortilla (a autora da receita original chama-lhe frittata) mas o segredo desta tentação está nos ingredientes: ovos, natas, parmesão ralado, sal, pimenta preta, azeite, meia cebola e uma batata média descascadas e cortadas fininhas, tomates cherry cortados ao meio, presunto, ricotta e cebolinho picado. Se quiser saber as doses certas destes ingredientes, para 6 a 8 pessoas, espreite aqui a receita original.

Frittata_AranGoyoaga_edoc2784.jpg

 

o seu almoço para uma semana de trabalho: 5 tostas deliciosas e facílimas para fazer com ricotta

5.jpg 

E pronto. Lá se foi a dieta... Está uma pessoa empenhada, dedicada, mentalizada, de boca fechada até ao momento em que se depara com este incrível artigo do BuzzFeed. E vai tudo por água abaixo… Eu adoro ricotta e claro que sou doida por tostas, por isso, isto só pode ter sido obra do Belzebu para me tentar. E infelizmente sou medalha de ouro no que toca a ceder a tentações. Não vale a pena. Sou imbatível. Mas não faz mal. Chamemos-lhe o “Dia da Asneira”.

Estas tentadoras tostas podem ser o seu pequeno-almoço, o seu almoço, o lanche ou até mesmo o seu jantar. Basicamente o que quiser. Pensando bem… se eu comer uma destas delícias ao pequeno-almoço e passar fome o resto do dia, na prática, não estrago a minha dieta. Então, vamos a isso! O BuzzFeed dá cinco fantásticas e fáceis sugestões. A base é sempre a mesma: pão (integral, de preferência, digo eu) e ricotta. Os toppings é que variam… 

 

 

tarte de massa filo com ricotta e espinafres (queroooo tanto!)

Esta é daquelas receitas que nos dá fome só de olhar. Eu não consigo resistir a um prato destes. Não consigo mesmo. Serei uma pessoa normal? Adoro o aspeto estaladiço da massa e o ar cremoso do queijo misturado com os espinafres. Descobri esta maravilha no site Olive Magazine e não vou descansar enquanto o meu querido Marido Mistério não fizer cá em casa. Eu até vou ao supermercado por ele só para lhe dar graxa! Só preciso de azeite, 1 cebola picada, 2 dentes de alho descascados e esmagados, espinafres baby, 1 ovo, queijo ricotta, noz-moscada, queijo feta e massa filo. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, espreite aqui a receita original.

ebdfbc2e15a4d8ac98bfeb5458591f29.jpg

 

aletria com redução de vinho do porto, tomate cherry e ricotta, um jantar rápido e ideal para os dias de semana

Hoje é daqueles dias que não têm fim. Tenho tanta coisa para fazer, entre trabalhar (esse pequeno enorme pormenor na minha vida), supermercado, buscar os miúdos às atividades extra-curriculares, que vou chegar a casa lá para as oito e meia da noite com o eterno dilema: o que é que hei de fazer para o jantar? Mas eis que a meio do dia encontrei a solução para o meu problema. Dilema resolvido! Descobri no maravilhoso blog eat good live healthy esta facílima e saudável receita que os miúdos vão adorar: vou precisar de aletria, manjericão cortado em tiras, azeite, tomates cherry, 2 dentes de alho, sumo e raspas de limão, queijo ricotta e um pouco de sherry. Acho que vou usar vinho do Porto em vez de sherry, além de gostar mais, sou muito patriótica. Se quiser saber as doses certas dos ingredientes, espreite aqui a receita original.

Burst-Cherry-Tomato-Lemon-and-Ricotta-Angel-Hair-5

 

3 maneiras deliciosas de animar uma torrada de pão integral

Vamos lá aqui admitir uma coisa simples: o pão integral não é propriamente a coisa mais saborosa do mundo, pois não? Calculei. Antes dele, temos o pão alentejano, o pão de Mafra, a broa de milho, a broa de Avintes, o pão de leite, o brioche, o fofinho e todos os outros pães que eu devorava já aqui, neste preciso momento, sem pensar dois segundos nas consequências.

Mas o pão integral faz parte dos sacrifícios essenciais de quem aspira a ter uma barriga que se consiga sentar ao volante de um Smart. E foi por isso num estado de profunda euforia que eu encontrei esta indispensável lista do sempre útil Buzzfeed: 14 receitas de tostas e sanduíches que tornam o pão integral num sacrifício ligeiramente menos penoso. Eu escolhi as três melhores para começar a adoptar urgentemente cá em casa.

 

Torrada de Pão Integral com Ovo Escalfado

ovo-poche-torrada-integral_0.jpg

Pão, manteiga light e ovo escalfado com sumo de limão. Se preferir, substitua a manteiga light por abacate – também fica delicioso. A receita, tal como a foto, é do site M de Mulher e só tem 80 calorias. Veja o modo de preparação aqui.

 

 

 

cogumelos portobello recheados com ricotta, pesto, halloumi e pinhões, uma receita incrível com menos de 300 calorias

Antes que comece já a insultar-me, deixe-me esclarecer que halloumi é um queijo cipriota, muito popular na Grécia e ótimo para grelhar. Não é muito fácil de encontrar. Já o descobri uma vez no Jumbo, mas pode sempre substituir por qualquer queijo grego bom para grelhar, como o feta, por exemplo. Posto isto, quer surpreender a sua família com uma receita fantástica, super original e deliciosa? Pode ser uma espetacular entrada de um jantar de cerimónia ou simplesmente um ótimo almoço ou jantar. Cada cogumelo recheado tem apenas 284 calorias, o que significa que, ainda por cima, é light. Eu estou apaixonada por este prato, do blog not enough cinnamon, que foi aprovado por unanimidade por toda a Família Mistério. Demora 20 minutos a preparar e 20 minutos no forno.

Stuffed-Portobello-Mushrooms-with-Ricotta-Pesto-an

 

 

o melhor remédio para uma segunda-feira: uma lasanha para fazer em 15 minutos numa caneca

Cá em casa segunda-feira é um dia de depressão gastronómica. Não estou a falar das depressões associadas ao anticiclone dos Açores, estou a falar das depressões de início de semana, início de trabalho, início de aulas e início de despertadores insuportáveis a tocarem às 7h da manhã. É este o meu estado de espírito, já para não falar de que, daqui a 30 dias, estaremos com as folhas das árvores a cair e castanhas a assar na rua (esta parte das castanhas não é má de todo...). Isto tudo para dizer que segunda-feira é aquele dia em que prefiro ser atropelado pelo abdómen do novo comentador do Benfica, na TVI24, do que passar mais de 16 minutos enfiado na cozinha. E digo 16 minutos porque descobri esta maravilhosa receita do ainda mais maravilhoso blog Healthy Nibbles and Bits que está pronta em apenas 15 minutos. Com outra vantagem: suja só uma caneca por pessoa.

Spinach-Ricotta-Lasagna-In-A-Mug-3.jpg

 

bolos de ricotta e courgette, uma receita vegetariana para enfrentar as férias dos outros

Quem está de neura? Eu! Quem tem de ir trabalhar amanhã? Eu! Se por acaso está de férias, poupe-me. Não quero ver os seus pés com o mar ou uma piscina ao fundo, não publique uma bebida ao pôr-do-sol, não partilhe fotografias de praias desertas em agosto, porque das duas uma: ou são tiradas às seis da manhã ou são arquivo. E eu amanhã vou trabalhar. Eu e mais dez pessoas em Lisboa. Não me posso queixar porque eu não gosto de tirar férias nesta altura. Gosto muito mais do mês de julho, mas depois tem destas coisas: parece que o mundo inteiro está de férias menos eu. Eu sei. Estou de péssimo humor.  E o que me faz levantar o astral? Boas receitas, claro! E esta delícia, do blog food recipes hp, vai ser o nosso jantar hoje. 

zucchini-ricotta-fritters-0120.jpg

 

 

uma receita fácil para a praia ou para o escritório: sanduíche de ricotta e morangos com mel

Cenário dantesco: o país mudou-se para a praia, o Instagram está carregado de fotografias de areais intermináveis e águas transparentes e nós estamos fechados num escritório da Avenida António Augusto de Aguiar. Com 40º C na rua e um ar condicionado que funciona ao ritmo de um tractor. Cenário paradisíaco: você é uma das pessoas nos areais intermináveis e nas águas transparentes – e eu sou mesmo o único português que esta semana terá de conviver com o tractor travestido de ar condicionado. Seja qual for o seu cenário, eu tenho a solução para si: a receita ideal para começar uma semana de árdua labuta ou de praiíce aguda. E que receita é essa? Ainda bem que pergunta: é esta estrambólica sanduíche de ricotta e morangos do fantástico site Whole Living – tão boa para levar para a sua praia de sonho ou para o seu escritório de pesadelo.

mbd106984_0411_breakfast_ricotta_hd.jpg

 

 

tostas de ricotta com uvas assadas e tomilho: o meu lanche ou o meu jantar? (as minhas dúvidas existenciais)

Se uns se dedicam a tentar descobrir o sentido da vida ou a tentar perceber quem somos, donde viemos e para onde vamos, eu dedico-me a pequenas grandes dúvidas existenciais: será que esta receita é um pequeno-almoço, um almoço, um lanche ou um jantar? São estes pequenos dilemas que enchem o meu espírito e me preenchem a alma e que são rapidamente resolvidos com pensamentos profundos, como: "Tal como o Natal, é quando o Homem quiser..." Ou seja, pode ser o que nos apetecer, pois, claro! Confesso que o que me chamou a atenção nesta original receita do blog alexandra cooks foram as uvas assadas no forno. Fiquei com água na boca só de imaginar. Esta não é propriamente uma receita light mas se o pão for integral e se comer só uma fatia (ou duas, vá!) também não será grave.

bruschetta121.jpg

 

 

salada de ricotta, pêssegos, presunto e amêndoas: um jantar light e saudável

Ora aqui está uma salada que cumpre todos os requisitos fundamentais à minha existência: boa, quase tão light como uma salada de frutas e incrivelmente saborosa. Depois de um dia de praia, o que apetece é uma refeição saudável e deliciosa, e isso encontrei nesta receita fantástica do blog refinery 29.

image.jpg

 

 

bruschettas de ricotta, puré de abóbora e cebola caramelizada, um lanche delicioso e especial

Tem a sogra a lanchar em sua casa e quer causar boa impressão? É daquelas pessoas que adora que lhe perguntem:

- Tão bom! É o quê?

E responde com visível orgulho:

- Foi uma invenção de última hora. É facílimo, não tem segredo nenhum.

Mas não desvenda nada, radiante com o sucesso do prato?

Esta receita, de um dos meus blogs preferidos, Top with Cinnamon, é para si: deliciosa e como diz a minha querida mãezinha: “Faz imensa vista”.

Caramelised-Onion-Squash-and-Ricotta-Tartine-001.j