Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

a cristina ferreira tem a cataplana do antónio costa, nós preferimos a da justa nobre

Pedimos desculpa, querida Cristina, mas cada um tem o que merece. Não sei exactamente que mal fizeste à Humanidade para te ter calhado no programa a receita de cataplana do António Costa, mas ainda vais a tempo de te redimir. E não é preciso muito. Basta abrires o fantástico site do projecto Cataplana Algarvia para encontrares as mais deliciosas e criativas receitas de cataplana que esta pobre alma já encontrou.

Da cataplana de uvas, do chef Augusto Lima, à cataplana com caldo de cogumelos shitake, do chef Diogo Noronha, estão lá receitas verdadeiramente maravilhosas. E com vídeo e tudo.

A nossa preferida é a receita da chef Justa Nobre. Trata-se de uma divinal e facílima receita de cataplana de tamboril com lingueirão e ervilhas.

Para fazer esta maravilha, só vai precisar de tamboril sem espinhas e cortado em pedaços, lingueirão, ervilhas, presunto, tomate cherry, azeite, cebola picada, alho, louro, malagueta, caldo de peixe, coentros picados e vinho branco. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

e44a6f32e15cb53ee479b2697e759e2e_XL.jpg

 

Esta receita tem duas enormes vantagens: primeiro, é facílima de fazer; segundo, não corre o risco de receber em casa a visita surpresa da família do António Costa em peso. 

Comece por cortar o presunto em cubos e colocá-lo em água quente durante uma hora para perder uma parte do sal. Escorra os cubos de presunto e frite-os, na cataplana, com o azeite. Assim que começarem a ficar tostados, junte a cebola picada, o alho, o louro, o tomate cherry cortado em quartos, o tamboril e as ervilhas. Tempere com sal, pimenta e malagueta e mexa.

Junte os restantes ingredientes, excepto o lingueirão e os coentros, tape a cataplana e deixe suar. Se for necessário, adicione mais um copo de vinho branco e de caldo de peixe. 

Vá abanando a cataplana, de vez em quando, enquanto cozinha. Quando as ervilhas estiverem prontas, junte o lingueirão sem a casca e os coentros. Volte a fechar a cataplana e deixe ferver mais um pouco para apurar enquanto cozinha o lingueirão.

No final, é abrir e comer. Sem ajudas políticas.

 

Uma óptima cataplana para si onde quer que o António Costa esteja,

Ele

 

receita: justa nobre; foto: cataplana algarvia