a ilusão dos cheques mágicos do el corte inglès

    Ia eu todo lampeiro para o El Corte Inglès, convencido que era mais esperto do que o resto do Mundo e que ia aproveitar essa grande promoção dos cheques mágicos, quando cheguei à caixa para pagar. Para mim, não havia dúvidas. Tinha lido as letras gordas do anúncio e isso chegava-me: “Tudo o que comprar devolvemos-lhe em cheques mágicos de €10 para as suas próximas compras”. Como é que é, o valor total da minhas compras? Mas isso é maravilhoso! É mais barato do que o Minipreço!

    – Ela, leva também papel higiénico que isto compensa! E detergentes. E Coca-colas. E arroz. E água. E vinho. E tudo o que encontrares e que está à venda muito mais barato no Lidl. 50% de desconto compensa mesmo!

    E foi com este entusiasmo inteligente que chegámos com dois carrinhos apinhados à caixa. Passámos tudo, pagámos e recebemos 200 euros em cheques mágicos. Uma maravilha! Até que a menina nos perguntou, só por desfastio, se conhecíamos o regulamento.

    – O regulamento?! Claro que sim. Da próxima vez, posso usar os cheques para pagar as minhas compras. Isto é maravilhoso! Nem percebo como é que o supermercado não está mais cheio. Isto anda tudo a dormir…

    – Sim, sim, pode usar um cheque de 10 euros por cada 50 euros de compras. Mas, atenção, que só pode descontar um cheque por cada talão de compra. Se gastar 300 euros e pagar de uma vez, só pode descontar um cheque.

    – Como é que é?!?!?!?!?! 10 euros por cada 50?!?!?!?!?!?!?!? Então para chegar aos 200 eu tenho de gastar mil euros?!?!?!?!?!?!?!?! E ir 20 vezes ao El Corte Inglès?!?!?!?!?!?!?!?!?!?!?!? 

    E foi neste momento que percebi o grandessíssimo quadrúpede que sou. E as deliciosas pessoas que são os senhores da publicidade do El Corte Inglès.

    Isto passou-se.

    E, esta semana, tive de voltar ao El Corte Inglès só para comprar uns queijos e uns gelados Santini e, já agora, levei os cheques mágicos que estavam perdidos lá em casa. Quando cheguei – agora, sim, um homem prevenido – perguntei se podia descontar os cheques em todas as compras. 

    – Não, pedimos desculpa, mas não aceitamos em compras no Club Del Gourmet. Nem no Espaço Saúde. Nem na área da restauração.

    [Muito obrigado por terem avisado tudo isso devidamente nas letras minúsculas que eu não li no rodapé do anúncio.]

    Fui fazer as minhas compras e, por sorte, os gelados do Santini estavam à venda fora do Club del Gourmet, numas arcas ao pé das águas do Luso. Quando fui pagar, nova surpresa.

    – Pedimos desculpa, mas os gelados do Santini são do Club del Gourmet, não pode usar os cheques mágicos para pagá-los.

    [Já não me bastava a irritação com a constante repetição do “El” Corte e do “Del” Gourmet e ainda tinha de levar com isto!]

    – Mas os gelados estão fora da área gourmet. Como pode ver, estão fora.

    – Não, mas ali é tudo gourmet.

    – Mas a placa a dizer gourmet só está mais à frente. E os gelados estão ao lado das águas do Luso. As águas do Luso também são gourmet?

    – As águas não, mas os gelados são.

    – Deixe estar, fique com os cheques mágicos para si.

    E foi aqui que percebi o nome: Mágicos – transformam uma promoção numa ilusão.

     

    Um abraço para os meus 200 euros, onde quer que eles estejam,

    Ele

    11 thoughts on “a ilusão dos cheques mágicos do el corte inglès

    1. Lamentável a publicidade enganosa.
      Mas quando a esmola é grande, o santo desconfia…
      Gosto dos supermercados do El Corte Inglês pela secção de gourmet (uma aroma que entra nestas narinas com olfacto menos apurado, hummm) e nos gelados.
      Mas os preços são tão caros, que salvo raras excepções, lá vou.
      Aqui em Braga, com o Lidl de um lado e o Continente em frente, acredite que ninguém lá vai.

    2. É por isso que eu desconfio de tudo o que é promoção, até da minha própria sombra, mas é natural que muita gente se engane….vumkyvn…
      Faz-me lembrar a promoção VODAFONE televisão e internet e telefone 24.90 ( em lisboa???), no resto do pais tb dá mas é melhor abrir a pestana, bem aberta.

    3. Olá.
      Compreendo a questão das letras pequenas. Um clássico da Publicidade.
      No entanto, para quem já conhece essa promoção e tem a orgânica e logística das compras bem estruturada e programada beneficia de 20% de desconto em todos os produtos desde que garanta cada compras no mínimo de 50€. Pegando no exemplo, se à data dos cheques mágicos tivermos necessidades de compras de 200€, teremos sim de posteriormente gastar 1000€ para ter esse desconto de 20% mas, se tal for a despesa normal em três meses, tal transforma-se apenas no beneficio de 20% nas despesas normais da casa. Acresce que não é preciso ir 20x. e online é possível descontar o código de cada cheque magico em cada 50€. note-se que em encomendas superiores a aplicação ainda tem essa limitação mas pode-se descontar mais enviando os códigos de cada vale respondendo ao mail da encomenda para serem descontados nessa encomenda superior.
      Sou apenas cliente e não tenho qualquer interesse. Será uma questão de fazer contas e ver se justifica o trabalho de parcelar compras a múltiplos de 50€ e se com as promoções de outros hiper os produtos ficam ou não 20% mais barato.
      Votos de felicidades e sucesso para o blog.
      Helena

    4. Queria deixar apenas uma nota no comentário anterior…

      Em bom rigor, o desconto acaba por ser menos de 20% dado que inicialmente teve que fazer compras no valor minimo de 10€ para ganhar um cheque mágico. Portanto acaba por ser 10€ de desconto em 60€ gastos. Cerca de 17%.

      Obrigado!

    5. Este fim de semana o El Corte Inglês está novamente com essa promoção.
      Fui pesquisa na net e apareceu este post logo no 3º resultado de pesquisa.
      Espero que as pessoas vejam este post antes de irem às compras.

    6. não sei quem escreveu este texto e deixando bem claro que não tenho qualquer interesse de relacionamento com a entidade em causa visto ser uma simples cliente, mas por uma questão de ética não posso deixar de comentar a não veracidade da explicação pois há muito que compro na referida entidade em Coimbra e utilizo os cheques mágicos e sempre descontei 1 cheque mágico por cada 50 € de compras e não como está a ser colocado, ou seja, explicando sem que obrigue a fazer contas pois pode ter essa dificuldade, se comprar 500 € de produtos, poderá descontar 10 cheques mágicos de 10 €, o que não pode é juntar os cheques mágicos a outro tipo de descontos. Espero ter sido elucidativa.
      Mais permita-me aconselhar a ter a certeza total e absoluta antes de qualquer afirmação que futuramente esteja tentado(a) a fazer.

    7. Há anos que aproveito a promoção dos cheques mágicos e nunca tive qualquer problema em descontar vários cheques de uma vez, quer na loja, quer online. De qualquer forma, se isso não fosse possível a solução seria simples: instruir o funcionário da caixa para fechar a compra assim que um conjunto de itens atingisse os 50€, descontar um cheque, pagar e só depois prosseguir para os itens seguintes. Desta forma o cliente poderia usar os cheques que quisesse (por cada 50€ de compras, claro), mas isso só iria criar entropia no momento do pagamento das compras, portanto, para evitar essa situação, o El Corte Ingles permite que o pagamento das compras seja efectuado de uma vez só.

      Se os cheques valem a pena ou não é uma questão de fazer as contas. Os cheques podem normalmente ser usados no prazo de 2 meses a 2 meses e meio. Quanto dinheiro em compras de supermercado irá gastar nesse período? Se gastar cerca de 500€ então pode descontar 10 cheques. Isso significa que no dia em que os cheques são atribuídos precisa de gastar cerca de 100€ (na realidade basta gastar mais de 90€ porque assim que ultrapassar este valor eles vão-lhe dar o 10° cheque). Se gastar mais vai desperdiçar cheques, se gastar menos não vai ter cheques suficientes.

    8. Estou em completo desacordo!! Até para fazer compras é necessário estar atento, perceber as regras e ter alguma astúcia! Os cheques mágicos, não deixam de ser um desconto direto de 20%. É necessário saber o que comprar e ter obviamente conhecimento básico dos preços médios de mercado.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *