Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

a sobremesa mais fácil para quem não sabe cozinhar: tarte de limão com leite condensado

Ontem foi Dia do Cheesecake, hoje é Dia da Tarte de Limão. Não sabia? Ninguém sabia, eu acabei de o decretar cá em casa. Não há nada melhor do que uma tarte de limão. É fresca, é simples, é fácil de fazer e tem a acidez perfeita para o Verão. Por isso, já sabe: de agora em diante, por decreto oficial do poderoso Casal Mistério (também conhecido como os Peaky Blinders da gastronomia), o dia 31 de Julho passa a ser solenemente declarado o Dia Internacional da Tarte de Limão.

Vamos fazer deste um feriado internacional. Partilhe este apelo, inunde as caixas de correio dos membros do Governo, ligue para as Nações Unidas, invada o prédio do Ricardo Robles, faça o que for preciso, mas esta é uma data para recordar. E para celebrar. Na cozinha.

Para começar já as celebrações, nada como esta fabulosa receita do blog Pinch of Yum que podia muito bem passar a ser o símbolo do Dia Internacional da Tarte de Limão. 

Para fazer a base, só vai precisar de cerca de nove bolachas digestive esmagadas, açúcar, manteiga derretida e canela. Para o recheio, separe uma lata de leite condensado, chantilly ou natas batidas se gostar da tarte menos doce (a receita original é com Cool Whip que eu nunca consegui encontrar cá em Portugal), limão, lima e doce de frutos vermelhos para espalhar por cima. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

Grandma’s-Creamy-Lemon-Pie.jpeg

 

A base é a coisa mais fácil do mundo. Pique todos os ingredientes até ficar com um crumble. Espalhe-o pelo fundo de uma forma de tarte, untada com spray de cozinha ou forrada com papel vegetal, e leve ao forno, pré-aquecido a 180º C, durante oito minutos. Deixe arrefecer e está feito.

Acha fácil? Então espere para ver como se faz o recheio. Bata à mão o leite condensado com o sumo da lima e dos limões espremido no momento. Envolva tudo nas natas batidas, com a ajuda de uma espátula, e já está. Espalhe o recheio por cima da base arrefecida e leve ao congelador durante umas horas. Dez minutos antes de servir, retire a tarte para fora e espalhe o doce de frutos vermelhos por cima. Se o doce estiver muito espesso, pode juntar-lhe uma colher de sopa de água.

Mais fácil do que esta sobremesa, só o negócio do Ricardo Robles.

 

Uma óptima tarte de limão onde quer que o seu dia internacional esteja,

Ele

 

receita e foto: pinch of yum

 

4 comentários

Comentar post