Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Casal Mistério

Casal Mistério

a sobremesa mais surpreendente para esta páscoa: ovos recheados com crème brûlée

20.04.19

Não se assuste: é provavelmente a sobremesa mais fácil e rápida de fazer das últimas décadas. Eu até seria capaz de dizer séculos. E a minha querida Mulher Mistério, então, não hesitaria em dizer milénios.

O que para aqui interessa é que este crème brûlée, do fantástico site Delicious, é tão fácil de fazer como ver um político a cozinhar para a Cristina Ferreira. Só tem de ter mais cuidado a abrir os ovos sem rachar a casca. Tudo o resto é a simplicidade em forma de sobremesa.

A melhor notícia de todas é que só vai precisar de 5 banais ingredientes que existem em qualquer cozinha: ovos, açúcar (granulado e de confeiteiro), natas para bater e baunilha (a receita original recomenda sementes retiradas de três vagens, mas se não tiver isso em casa também pode recorrer ao bom e velho extracto de baunilha). Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

rarget_name (1).jpeg

 

O melhor é começar logo pelo mais difícil: os ovos. Com uma faca de serrilha, corte uma tampinha em cada ovo sem deixar partir o resto da casca. Retire o ovo do interior e guarde as cascas – passe-as por água com cuidado e volte a colocá-las na embalagem de cartão, é aqui dentro que vai servir o crème brûlée. Separe a gema da clara (esta é uma maneira rapidíssima de o fazer). Congele as claras ou guarde-as no frigorífico para outra receita.

Bata as gemas com o açúcar granulado até ficarem mais pálidas. Junte as natas com as sementes de baunilha, numa panela, e aqueça-as em lume médio alto. Mesmo antes de levantar fervura, desligue o lume e deite as natas quentes por cima das gemas mexendo bem.

Passe a panela por água e coloque o creme lá dentro novamente. Leve ao fogão, em lume brando, durante 8 a 10 minutos, mexendo vigorosamente sem parar. A ideia é que o creme se torne mais espesso, mas tem de ter atenção para não o deixar criar grumos como se fossem ovos mexidos.

Passe por um passador, para retirar as sementes de baunilha, e divida o creme pelas cascas dos ovos – encha-as mesmo até cima. Coloque o creme que não couber nas cascas em pequenos ramequins e leve tudo ao frigorífico de um dia para o outro.

No momento de servir, polvilhe o topo com açúcar de confeiteiro e queime com um maçarico de cozinha para caramelizar. Sirva mesmo assim, dentro dos ovos colocados na embalagem de cartão. Vai ver como será arrasador em cima da sua mesa de Páscoa.

 

Uma óptima Páscoa para si onde quer que os doces estejam,

Ele

 

receita e foto: delicious