a verdadeira história da sanduíche e da nossa francesinha

    É uma das receitas mais populares em todo o mundo: um pedaço de carne e outro de queijo entre duas fatias de pão. Agora, sabia que a sanduíche nasceu durante um jogo de cartas que durou 24 horas por causa de um jogador que não quis parar para comer? E fazia ideia de que a nossa Francesinha foi criada por um cozinheiro português doido por francesas? São óptimas curiosidades, não são? Mas serão mesmo verdade? É sobre a história da sanduíche que vamos falar no episódio de hoje do podcast Favas Contadas, do Casal Mistério. Se ainda não conhece estas histórias, então é melhor ouvir o novo episódio do podcast aqui em baixo.

     

     

    Se já ouviu estas histórias, então é melhor ouvir também para descobrir se são mesmo verdadeiras. No episódio desta semana, que tem o patrocínio da Fula, contamos a história do Lord Sandwich, do seu jogo de cartas e de todas as dúvidas lançadas pelos historiadores. Além disso, falamos também das viagens do conde britânico pelo Médio Oriente e da história da receita da primeira sanduíche.

    A origem da Francesinha

    E é claro que, se falamos de sanduíches, então temos de falar também da história da nossa típica Francesinha e da origem de um nome tão excêntrico. Será que nasceu por causa de um cozinheiro que dizia que as mulheres francesas eram as mais picantes de todas? Ou apareceu durante as invasões francesas por ser a refeição habitual dos soldados de Napoleão?

    O melhor mesmo é tirar todas as suas dúvidas ouvindo o episódio desta Semana do podcast Favas Contadas. Pode ouvir tudo aqui no Spotify, na Apple Podcasts ou no Google Podcasts. E não deixe de seguir o podcast em qualquer uma destas plataformas para não perder todos os novos episódios, mal vão para o ar. Todas as terças-feiras, às 7h, sai um novo episódio com uma nova história sobre comida, com o apoio da Fula.

     

    Um óptimo podcast para si onde quer que a Francesinha esteja,

    Ele

     

    fotos: pille r. priske eiliv aceron / unsplash; a melhor francesinha do mundo; d.r.

    Um comentário em “a verdadeira história da sanduíche e da nossa francesinha

    Deixe um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *