as casas a três minutos a pé da praia da arrifana

    Andava eu tranquilamente a ler os blogs de que mais gosto na Internet, quando parei, mais uma vez especado e de boca aberta, no Às Nove no Meu Blog. É já um hábito encontrar aqui óptimas ideias, maravilhosas fotografias e deliciosas sugestões. Esta semana foi o Beco da Liberdade. Eu sei que tem nome de panfleto assinado por Otelo Saraiva de Carvalho para comemorar os 40 anos do 25 de Abril. Mas não. São três casas com mais de 60 anos, totalmente remodeladas no ano passado e que estão disponíveis para alugar junto à lindíssima praia da Arrifana, no Algarve.

    E não são umas casas quaisquer. São casas, onde você chega e encontra isto…

    Depois, senta-se no alpendre privado da casa, olha em frente e vê isto…

    A seguir, pega na toalha, anda três minutos a pé e chega aqui…

    Dá uns mergulhos, apanha uns banhos de sol e, ao fim do dia, pega num gin tónico e, sentado no areal, aproveita esta vista…

    À noite, deita os miúdos aqui…

    E você vai para aqui…

    No dia seguinte, toma o pequeno-almoço aqui…

    E almoça aqui…

    E depois volta para Lisboa, para o Porto ou para qualquer outro sítio para trabalhar. Porque aqui descansa – por entre 70 e 110 euros por noite, para quatro pessoas. Nunca aqui fomos, mas estamos tentados a lá ir comemorar a Liberdade no próximo dia 25 de Abril. Ai estamos, estamos…

     

    Bom 25 de Abril para si, onde quer que esteja,

    Ele

    11 thoughts on “as casas a três minutos a pé da praia da arrifana

    1. A Arrifana é a minha praia de eleição. Faz parte do meu álbum de recordações de menina.

      Estive mais de 15 ou 20 anos sem lá ir. Depois vim morar para o Algarve e um dia fui fazer surf naquelas ondas. Foi orgástico!

      É lindaaaaaaaaaaaaaaaa e com o fato de surf nem se sente a frieza da água.

    2. Tenho o previlégio de conhecer bem a Arrifana, bem como o beco da liberdade e sim vale mesmo a pena conhecer para mim um dos melhores locais de Portugal. E não esquecer a Taberna do Gabriel (a caminho do Monte Clérigo) muito boa comida, peixinho e marisco fresquinho, a provar os percebes e o lingueirão.

    3. Olá!

      As fotos são de facto fantásticas.

      Sabe-me qual o contacto do proprietário da casa? Seria para arrendar por um fim-de-semana, caso seja possível.

      Obrigado.

    4. Confesso que fico sempre um pouco chateada quando leio blogs e revistas que só falam do que outros tantas vezes já falaram. Os leitores (como eu) procuram novidades e não mais do mesmo, não querem copy paste, querem coisas novas para ir à descoberta, quem neste caso lê os dois blogs, perde o interesse, parece que andam a copiar-se! Constantemente procuro novidades e por isso vou à procura delas, é tão fácil encontrá-las e há tanta coisa gira neste país, não percebo porque estão sempre a repetir as mesmas coisas, os mesmos locais até à exaustão, como se de uma moda se tratasse. Por isso, deixo-vos uma dica que descobri recentemente na região e onde tive oportunidade de passar uns dias que adorámos e iremos voltar – Monte do Sapeiro (têm página facebook e web), na Carrapateira. É um B&B muito pequeno, apenas com 2 quartos, despretensioso, mas muito acolhedor e familiar, de uma paz e tranquilidade indescritível. Os donos são um casal simpatiquíssimo, e que cozinham divinamente, com uma história de vida muito interessante, pois deixaram a cidade e os seus empregos há uns anos atrás e mudaram-se para a Costa Vicentina.
      Quando vejo estas “repetições”, para além de ficar fula, fico com pena que, pelo que percebemos, nunca nenhuma revista ou blog lhes tenha dado a atenção que merecem, ou qualquer destaque ou referência, quando já estão a funcionar à uns bons anos! Espero que aproveitem a dica e os visitem, pois vale a pena e por favor não façam copy paste de outros blogs, reinventem-se há tanta coisa gira e nova, a merecer destaque…

    5. Olá Susana, fu nem precisas os teus pais têm asa no Vale da Telha e não acho que seja barato mas claro isso sou eu, terá certamente muita gente interessada, bela publicação.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *