barcos tropicais de papaia e meloa, o pequeno-almoço que me vai afastar do caminho da desgraça e da perdição

    E não é que ontem esteve calor e eu gelei? Comecei a pensar que qualquer dia está o meu querido Marido Mistério, desvairado, a querer vestir o fato de banho e inaugurar a época balnear e eu nem de burca estou apresentável. Reflexo imediato: voltei a fechar a boca. Agora tem que ser mesmo até ao verão… senão, vou ter que ir viver para a Arábia Saudita. E não me apetecia mesmo nada.

    Por isso, estou empenhada em começar o dia de forma saudável, com um pequeno-almoço de rei, mas sem pão nem outros pecados mortais. É a técnica do “quanto mais colorido mais saudável” e esta receita do fantástico blog Minimalist Baker inspirou-me e animou-me para o calvário que aí vem.

    É só escolher a base que tem à mão: meloa ou papaia, rica em vitaminas A, C e K, fibras e potássio. E decorá-las com os seus toppings preferidos: iogurte (natural ou com aromas, como preferir), kiwi descascado e às fatias, cerejas sem caroços e divididas ao meio, mirtilos ou amoras, amêndoas laminadas, sementes de chia, sementes de cânhamo e granola. Se quiser saber as quantidades certas destes ingredientes, espreite aqui a receita original.

    HEALTHY-Easy-Papaya-Boats-with-loads-of-toppings-v

     

    Neste caso, foram usadas uma papaia e uma meloa maduras, partidas ao meio e limpas de sementes. Depois foi só preencher o centro da fruta com o iogurte, o kiwi, as cerejas e as amoras ou os mirtilos, as amêndoas, a granola e as sementes. O melhor de tudo? É comer logo estes barcos tropicais, de preferência, bem fresquinhos e imaginar que já estamos na praia, a desfilar – de preferência, sem burca.

     

    Um ótimo dia, colorido como estes barcos,

    Ela

     

    receita e foto: minimalist baker

    One thought on “barcos tropicais de papaia e meloa, o pequeno-almoço que me vai afastar do caminho da desgraça e da perdição

    1. Experimentem de entrada! A mesma base e com molho de iogurte ou cocktail e com camarões descascados (frescos, não podem ser congelados) e depois óregãos por cima…já fiz e todos gostaram!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *