Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

chegou o ioga de raiva e inclui cervejas e palavrões durante as aulas

É definitivamente disto que eu preciso neste momento. A época de Verão é particularmente stressante e, quando isso implica conviver de perto com a família da minha querida Mulher Mistério, o meu stressómetro dispara vertiginosamente para o red line. Eu sei que um casamento implica casar também em parte com a família, mas eu não sei se sobrevivo.

Felizmemte, acho que acabei de descobrir a terapia ideal para resistir a toda esta loucura. Chama-se Rage Yoga, ou Ioga de Raiva, e é a terapia ideal para quem não aguenta ficar fechado, em silêncio, numa sala com várias pessoas a fazer apenas "hmmmm".

transferir (2).jpeg

 

Lindsay Istace fundou esta nova actividade porque o ioga tradicional a fazia sentir-se "numa biblioteca cheia de ginastas". Segundo a fundadora, esta nova prática "envolve alongamentos, exercícios de posição e mau humor, com o objectivo de ficar saudável e zen como o... (bom, aqui a tradução faz jus aos princípios do Rage Yoga, por isso é melhor eu limitar-me a usar a palavra 'caraças')".

Screen+Shot+2017-01-20+at+1.16.42+PM.png

Apesar de ser praticado com as tradicionais poses de ioga, o Rage Yoga tem algumas variações fundamentais:

  • Em primeiro lugar, o silêncio é trocado por gritos de raiva e de fúria. Sempre que lhe apatecer soltar um palavrão, uma ofensa ou uma maldição para lavar a alma, isso é bem-vindo.
  • Depois, as mãos devem ser alongadas de formas criativas que podem envolver, por exemplo, um dedo do meio esticado, quando está a pensar em alguém especial, ou outras formas que ajudem a lavar-lhe a alma.
  • Finalmente, as aulas têm intervalos. E para quê? Para beber uma cervejinha enquanto se diz mal de alguém.

transferir (1).jpeg

Eu reconheço que estou tentadíssimo a entrar para este movimento. Ainda por cima, há aulas online, o que quer dizer que podemos estar em casa sossegadamente a libertar o stress e a descarregar a raiva enquanto a família da minha querida Mulher Mistério convive na porta ao lado.

 

Uma óptima aula de ioga para si onde quer que toda a sua raiva esteja,

Ele

 

fotos: rage yoga