Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

como cozinhar os peitos de frango mais suculentos e dourados sem forno

Há duplas que nasceram para estar juntas. O que seria do Dupond sem o Dupont? O que seria do Bucha sem o Estica? Mas, mais importante de todos, o que seria da segunda-feira sem os peitos de frango? Diga-me lá sinceramente: está a ver-sa a cozinhar uma paella à segunda-feira? Um cozido à portuguesa? Um borrego assado num forno a lenha com batatinhas peladas em vinho branco e arroz de miúdos?

Pois, claro que não! A segunda-feira nasceu para cair nos braços de uns divinais peitos de frango cozinhados rapidamente numa frigideira. Prático, rápido, delicioso e isento de qualquer tipo de trabalho. E por isso é que eu acompanho as novidades relativas aos peitos de frango com o mesmo afinco com que o Luís Montenegro acompanha as sondagens do PSD.

E hoje a grande notícia chegou do espectacular site The Kitchn: como fazer uns peitos de frango suculentos e douradinhos no topo já é difícil. Agora conseguir isso com uma frigideira, em poucos minutos, sem ter de ligar o forno, é a alegria em forma de receita. E agora que a minha querida Mulher Mistério descobriu uma dieta que a deixa comer manteiga, é também a Sara Sampaio em forma de jantar.

185ab67767c999f872bb8720597b6864.jpg

 

Sim, confesso, esta receita leva muita manteiga. Mas olhe que vale a pena. E, se quiser uma opção alternativa, também temos: substitua a manteiga por ghee que também fica óptimo. Além de uma colher de sopa de manteiga para cada dois peitos de frango sem pele, vai precisar evidentemente de peitos de frango, flor de sal, pimenta preta e óleo de canola. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

Comece por secar bem os peitos de frango com papel de cozinha. É preciso tirar toda a humidade para que o frango toste bem e deixe aquela crosta douradinha nos dois lados. Tempere os peitos de frango com flor de sal e pimenta preta moída no momento.

Aqueça duas colheres de sopa do óleo de canola numa frigideira de ferro, em lume médio-alto. Não use frigideira antiaderente porque não vai aquecer tanto. Quando o óleo estiver bem quente (cerca de 3 minutos), coloque os peitos de frango e não lhes mexa: não os pique com um garfo, não lhes toque, nem sequer os tente virar – deixe-os em paz e sossego durante cinco a sete minutos.

Vire os peitos de frango apenas quando já não estiverem colados à frigideira. É sinal de que já estão bem tostados. Depois de os virar, acrescente a manteiga. Espalhe-a com uma colher de pau e deixe os peitos de frango tostarem do outro lado, sem lhes mexer. Espere mais cinco a sete minutos e já está.

Retire os peitos de frango da frigideira com uma pinça (sem lhes espetar nada) e deixe-os descansar durante três minutos – é assim que a carne vai absorver os sucos e não secar. Sirva os peitos de frango cortados em fatias com os delicioso molho de manteiga por cima. Estou tão feliz com deitas que permitem loucuras destas...

 

Uns óptimos peitos de frango para si onde quer que a manteiga esteja,

Ele

 

receita e foto: the kitchn