como era o natal em portugal há 100 anos?

    Não havia Pai Natal nem árvore e o bacalhau quase só existia no Minho. Conheça os hábitos e as tradições das celebrações de Natal em Portugal há 100 anos, no episódio desta semana do podcast Favas Contadas. E esta é só a primeira parte do nosso especial de Natal. Porque, na próxima semana, vamos falar das ementas que se comiam na consoada no início do século XX. Se quiser ouvir o episódio completo desta semana, então só precisar de carregar no play aqui em baixo.

     

     

    O Pai Natal

    No início do século, os presentes vinham através do Menino Jesus que, durante a noite, descia pela chaminé para deixar uma peça de roupa de Inverno ou uma boneca de papelão. Tudo ficava dentro das meias que as crianças deixavam na véspera, junto à lareira Além de não haver a quantidade absurda de presentes que existem hoje em dia, estes eram principalmente presentes úteis. E só em anos especiais vinham raridades como uma boneca de celulóide. O Pai Natal que conhecemos hoje em dia só foi desenhado, pela primeira vez, em 1931, para um anúncio da Coca-Cola. Antes, houve outra ilustração também semelhante, feita no século XIX. A partir dos anos 50, começou a tornar-se popular. E em Portugal só se tornou a figura central do Natal já nos anos 80. Até aos anos 70, as crianças escreviam cartas a pedir presentes ao Menino Jesus. Se quiser ver os primeiros desenhos do Pai Natal, então basta carregar na galeria aqui em baixo.

    A árvore de Natal

    Também a árvore de Natal só começa a ganhar presença nas casas portuguesas nos anos de 1930. Até lá, a peça de decoração principal era o presépio. Ainda assim, há registos da primeira árvore de Natal em Portugal. Foi no Palácio da Pena e quem a decorou foi o marido da Rainha D. Maria II. Se quiser ver os desenhos dessa árvore, então veja também a galeria aqui em cima.

     

     

    Mas o melhor mesmo é ficar a conhecer todas estas histórias sobre o Natal em Portugal há 100 anos no episódio do podcast desta semana. E para isso só precisa de seguir o Favas Contadas em qualquer das plataformas de podcast: SpotifyApple PodcastsYouTubeCastBox ou Google Podcasts. E se não quiser perder nenhuma história sobre a origem da comida, então só tem de seguir o Favas Contadas em qualquer uma destas plataformas. Porque já sabe, todas as terças-feiras, às 7h da manhã, publicamos um novo episódio com uma história diferente sobre a origem da comida.

     

    Um óptimo Natal para si onde quer que estivesse há 100 anos,

    Ele

     

    fotos: d.r.

    2 comentários em “como era o natal em portugal há 100 anos?

    1. Em Lisboa, em casa dos meus Avós, iam à Missa do Galo e chegando a casa tomavam um chá . O jantar do dia de Natal era o que juntava a Família. Não havia Bacalhau. E o Perú era Rei. As crianças punham o sapatinho num local estratégico à espera do Menino Jesus e os presentes eram abertos na manhã do dia 25. Havia o Presépio e nada de árvore de Natal

      1. Exacto. Como em casa dos meus avós. E a maior parte dos anos nem embrulhados estavam, pois o Menino Jesus entregava assim mas deixava junto de cada sapatinho.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *