Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

como fazer um maravilhoso e dietético húmus caseiro sem grão

Cá em casa, adoramos húmus. A minha querida Mulher Mistério é absolutamente fanática por esta pequena maravilha. Acontece que, por cada 100 g de grão de bico que deglutir, são 364 calorias a ingerir. E não é tudo. Ainda consome uns modestos 61 g de hidratos de carbono. 

É por tudo isto que o húmus é um atentado contra a dieta. Mas felizmente descobri esta divinal receita do espectacular blog Cookie+Kate que é simplesmente imbatível. Em vez de usar o tradicional grão-de-bico, substitui-o pelo delicioso e bastante mais light edamame. O edamame é o tradicional e saboroso grão de soja japonês que tem quase 1/3 das calorias do grão-de-bico e menos de 1/6 dos hidratos de carbono.

Além disso, já consegue encontrar o edamame com alguma facilidade nos supermercados. Vem dentro de umas vagens, mas eu costumo comprá-lo, já descascado, na mercearia japonesa Goyo-ya, o que é muito mais fácil para esta receita.

Além do edamame congelado, vai precisar de molho tahini, sumo de limão espremido no momento, azeite extra-virgem, alho picado, sal, coentros, água e sementes de sésamo. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

edamame-hummus-recipe-2.jpg

 

Comece por colocar o edamame congelado, numa panela de água a ferver, em lume brando, durante cerca de 5 minutos. Quando estiver bem descongelado, retire o edamame de dentro de água e deixe arrefecer durante mais uns cinco minutos.

Pique, num robô de cozinha, o molho tahini com o sumo de limão, o azeite, o alho e o sal. Pare a meio para raspar alguns restos que se tenham agarrado às paredes do copo. Asim que vir que está tudo bem misturado e o alho desfeito, acrescente os coentros e bata mais um pouco para os triturar.

Coloque agora metade do edamame com duas colheres de sopa de água e triture durante um minuto. Junte o resto do edamame e pique tudo mais dois minutos. Se vir que o húmus está muito grosso, pode juntar mais umas duas colheres de sopa de água ou então fazer aquilo que eu mais gosto: adicionar uma embalagem de iogurte grego e bater até ficar com um creme absolutamente aveludado.

Ajuste o tempero de sal e sirva com um fio de azeite e as sementes de sésamo tostadas por cima. Também pode salpicar umas gotas de molho de soja pelo topo: além de ser óptimo, faz uma vistaça. Molhe umas mini-cenouras e uns palitos de aipo no húmus e já está. Não há entrada mais light do que esta.

 

Um óptimo húmus para si onde quer que o edamame esteja,

Ele

 

receita e foto: cookie+kate

1 comentário

Comentar post