Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

como fazer uma divinal e facílima tarte de limão e leite condensado

Estou viciado. Assumo. Não há dieta que me consiga manter afastado de uma fabulosa tarte de limão. Ela pode estrebuchar, pode rabujar, pode até choramingar – mas eu não vou parar (ena, que belo verso!). Esta fabulosa tarte de limão com... (pequena pausa dramática para aumentar a emoção)... leite condensado... (mais uma pausa para gritarmos um "uau"!)... é perfeita para estes dias de calor: é leve, fresca e facílima de fazer.

A receita é baseada numa criação do chef americano Bill Smith e foi preparada pelo The New York Times. Segundo o jornal, é um autêntico "dia de Verão em forma de tarte".

Para a base, só vamos precisar de 200 g de bolachas de água e sal, 3 colheres de sopa de açúcar e 115 g de manteiga à temperatura ambiente. Para o recheio, separe 4 gemas de ovo, 1 lata de leite condensado e 120 ml de sumo de limão. Se quiser, também pode espalhar por cima, no momento de servir, um fenomenal chantilly com raspas de limão. Para tirar dúvidas, veja aqui a receita completa.

merlin_141364530_a347f792-5279-4738-9d76-72114e893

 

Primeiro, faça a base da tarte. E isso, já sabe, é igual a todas as outras bases. Triture as bolachas num liquidificador ou num robô de cozinha, não as desfazendo totalmente. Junte a manteiga e o açúcar e triture mais uma ou duas vezes para ficar tudo num crumble onde ainda se vejam alguns pedacinhos de bolacha. Se vir que ajuda, envolva melhor a manteiga no crumble com as mãos.

Quando estiver tudo bem ligado, espalhe o crumble pelo fundo e pelos lados de uma forma de tarte com 23 cm de diâmetro e leve ao congelador durante 15 minutos. Enquanto isso, aqueça o forno a 180º C. Retire a tarte do congelador e coloque-a no forno, já quente, durante mais cerca de 15 minutos, até começar a ficar tostada.

Deixe a tarte arrefecer ligeiramente – não tem de ficar à temperatura ambiente – e vá preparando o recheio: bata as gemas com o leite condensado e depois acrescente o sumo de limão e uma pitada de flor de sal, batendo mais um pouco. Espalhe por cima da base e volte a colocar no forno durante mais 15 minutos.

Agora só precisa de deixar a tarte arrefecer completamente e gelar no frigorífico durante cerca de quatro horas. No momento de servir, espalhe por cima o chantilly com as raspas de limão. Quem é que pode falar de dietas quando tem uma delícia destas à frente?

 

Uma óptima tarte para si onde quer que o limão esteja,

Ele

 

receita e foto: new york times