cooking and nature, um hotel inventado a pensar em nós


    Um hotel de charme que, ainda por cima, convida os hóspedes a cozinhar com o chef? Dificilmente vamos encontrar um sítio que tenha tanto a ver connosco. Eu adoro viajar e experimentar hotéis diferentes e originais. Ele adora cozinhar. As crianças adoram correr e brincar, por isso o Cooking and Nature é definitivamente a nossa cara. O conceito é delicioso mas tenho um reparo para fazer antes de tudo o resto: não é propriamente barato para uma família numerosa como a nossa – os quartos família custam 209 euros para dois adultos e duas crianças e, a partir dos 12 anos, as crianças já pagam como adultos. Mas, enfim, quem manda ter muitos filhos?

     

    O Cooking and Nature situa-se num dos vales mais bonitos de Portugal, em pleno coração do Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros, onde se respira o profundo ambiente rural da Aldeia de Alvados. É o descanso na verdadeira aceção do termo. Perfeitamente integrado na paisagem que o rodeia, aqui aproveita-se o que de melhor a Natureza tem para oferecer: passeios de bicicleta, a cavalo ou a pé (o hotel empresta GPS), piqueniques no meio do mato, aulas de ioga, massagens, ou um simples mergulho na piscina, difícil será escolher.

    Os 12 quartos têm ambientes e uma decoração totalmente diferentes. O nome de cada um já lhe dá uma pista do que poderá encontrar quando abrir a porta. Por isso, não se admire se optar pelo quarto Simplicidade-Meditação, e encontrar um espaço zen, em tons claros; se preferir o Exotismo-Sensualidade, vai dormir num espaço dominado por tons fortes, como o encarnado, a cor da paixão. Pessoalmente, adoro o quarto Aventura-Descoberta, faz-me lembrar o ambiente das tendas de luxo dos safaris africanos.

    A cozinha é o ponto de encontro do hotel. E a ideia de convidar os hóspedes a cozinhar com o chef é original e sedutora. O objetivo é aprender a fazer os pratos da carta do hotel, confecionados com produtos da região, com as ervas do jardim. Os menus são sazonais e há provas de vinhos, queijos, azeites e até as crianças podem ajudar. Quando o hóspede chega, à hora marcada, já tem os ingredientes prontos. Enquanto vai preparando o jantar com o cozinheiro, pode ir saboreando o vinho que entretanto escolheu. Ah, e não se assuste: não tem que lavar os pratos nem os tachos no fim da refeição. A cozinha que vai aprender define-se como “contemporânea assente em raízes portuguesas”. Promete…

    As crianças vão adorar o espaço. No site, o hotel garante que os miúdos são bem-vindos. No entanto, os recantos de charme, as aulas de ioga no jardim, os passeios de bicicleta e todo o ambiente à volta parece-me mais adequado a crianças pré-adolescentes e adolescentes do que a miúdos pequenos. Sala-atelier com jogos didáticos onde os adultos estão proibidos de entrar, piscina, passeios de bicicleta, entre muitas outras atividades, vão, sem dúvida, fazê-los gastar todas as energias.

    Eu estou com vontade de marcar um fim de semana em outubro, mas não me cheira que leve a aquipa de futsal. Além de não ser barato (porque teremos que ficar em mais do que um quarto), estou a precisar de descansar mesmo… Depois deste regresso às aulas, quem precisa de férias urgentes sou eu.

     

    Bom fim de semana,

    Ela

     

    2 thoughts on “cooking and nature, um hotel inventado a pensar em nós

    1. Partilho da mesma vontade. Também estivemos para marcar uma noite nesse hotel, porque também nos identificamos com esse conceito, no entanto, não foi possível. contudo, esperamos em breve poder experimentar. Se calhar lá para o verão para poder usufruir da piscina exterior. Não conhecíamos o vosso blogue, é a nossa primeira visita, mas adoramos. Parabéns!
      Vamos continuar a seguir.
      C&L

    Deixe um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *