espere até ver esta omelete japonesa por dentro

    449c9db6dda1ada5fecc12b2e110ec79e49f3562.jpeg

    Chama-se Omurice e é das coisas mais espectaculares que eu já vi nos últimos tempos. Esta omelete japonesa é uma conjugação das palavras “omelette” e “rice” e está a tornar-se viral na Internet graças a um vídeo publicado pelo site Insider Food.

    Tradicionalmente, a omurice é uma omelete recheada com arroz frito com ketchup e frango, o que está longe de ser alguma coisa de especial. A novidade é a variação criada pelo chef do restaurante Yokoshuya Eat, em Quioto, no Japão, e que é considerada a melhor receita de omurice alguma vez feita. 

     

     

    Em vez de rechear a omelete com o arroz, o chef recheia a omelete com ovos mexidos cremosos. O exterior da omelete é totalmente selado na frigideira e fica liso e seco como uma folha de papel. Por dentro, os ovos mexidos ficam quase líquidos. A omelete é servida por cima do arroz frito e aberta com uma faca à frente do cliente. Quando a faca corta o exterior da omelete, os ovos mexidos escorrem do interior e espalham-se pelo prato como se fossem rios de lava a sair de um vulcão. E esse é o fenómeno mais impressionante.

     

     

    Para finalizar, o chef ainda espalha um molho de vaca wagyu por cima, o que lhe dá um aspecto no mínimo discutível. É claro que todo este prato já se tornou num tema de discussão internacional, com legiões de fãs a defenderem o fenómeno na Internet e pelotões de fuzilamento prontos para aniquilarem toda e qualquer voz que defenda a receita. Eu era capaz de experimentar. Já a minha querida Família Mistério está dividida. E qual é a sua opinião?

     

    Uma óptima omelete para si onde quer que esteja,

    Ele

     

    2 thoughts on “espere até ver esta omelete japonesa por dentro

    1. Não, não, nem pensar! Se eu quiser ovo cru como um ovo estrelado, molho o pãozinho na gema, uma delícia. Agora ovo quase cru e ainda por cima com arroz… desculpem, mas não.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *