Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

esta cidade só voltará a ver o sol no dia 23 de janeiro

Chama-se Utqiaġvik, fica no Alasca, e é a cidade mais a Norte dos Estados Unidos. O último pôr-do-sol aconteceu aqui no dia 18 de Novembro passado. Depois, a cidade mergulhou numa longa noite que dura 65 exactos dias. Sem qualquer tipo de luz natural. O próximo nascer do sol ocorrerá apenas no próximo dia 23 de Janeiro, às 13h04 horas locais.

Este fenómeno, conhecido como Noite Polar, acontece nos países que se situam dentro do Círculo Polar Ártico, ou seja no topo Norte da Terra. Entre meados de Novembro e o final de Janeiro, o sol não nasce nesta zona devido à inclinação da Terra durante este período. Quanto mais próximas as cidades estiverem do polo, mais longa será a noite. 

utqiac4a1vik.jpg

 

Utqiaġvik, antes conhecida como Barrow, é a cidade com mais de 2 mil habitantes mais a Norte do planeta. E por isso tem uma longuíssima Noite Polar. Mas nem tudo é negro aqui. Em compensação, a partir de Maio, a cidade ficará 80 dias seguidos sem que o sol se ponha. É o fenómeno contrário, conhecido como Sol da Meia-Noite, e que acontece também por causa da inclinação da Terra.

É claro que a noite permanente e a localização da cidade tornam Utqiaġvik num pequeno congelador habitacional. A temperatura máxima só sobe acima dos zero graus durante 109 dias do ano. Entre Outubro e Maio, não há dias em que os termómetros atinjam temperaturas positivas.

Hoje, por exemplo, enquanto eu me queixava dos 13º C em Lisboa, em Utqiaġvik estavam -28º C. E vai tudo continuar assim durante os próximos meses. Eu só imagino o que será viver durante mais de dois meses sem ver a luz do dia... E viver durante quase três meses, sem noite... Como é que se consegue dormir aqui, meu Deus?

Agora perguntam-me: por que raio é que esta pobre alma se lembrou disto hoje? Respondo-lhe eu: porque a minha querida Mulher Mistério quer lá ir passar umas férias de aventura. 

 

Umas óptimas férias para si onde quer que o sol esteja,

Ele

 

foto: d.r.

 

1 comentário

Comentar post