Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

esta é daquelas receitas que não se descreve – come-se!

Há momentos na vida de um homem em que ele percebe que tem de estar calado. E este é um desses momentos (que, aliás, costuma deixar a minha querida Família Mistério em festa): eu vou calar-me porque esta receita do site The Kitchn não precisa de introduções. Precisa apenas de ser comida. Rapidamente, já hoje ao jantar e até à última migalha.

Trata-se de umas estaladiças coxas de frango com um cremoso molho de mostarda. E de ingredientes só leva – surpresa! – coxas de frango, chalotas picadas, vinho branco, caldo de galinha, mostarda à l'ancienne, mostarda de Dijon, natas e salsa picada. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

43d487abf62e0571b357f8f25c0369ac6a2500fb.jpeg

 

Primeiro, vamos tratar da tal pele estaladiça que vai combinar na perfeição com o molho cremoso. Aqueça um fio de azeite numa frigideira que possa ir ao forno. Para já, deixe-a no fogão, em lume médio. Quando o azeite estiver bem quente, tempere as coxas de frango com sal e pimenta e coloque-as na frigideira, com a pele virada para baixo. Deixe fritar durante cerca de 6 a 8 minutos, até a gordura derreter. Assim que a pele estiver tostada e estaladiça, passe as coxas para um prato, deite fora quase toda a gordura mantendo só cerca de uma colher de sopa na frigideira. Chegou o momento de tratar do molho cremoso.

Salteie as chalotas na gordura até ficarem douradas, junte-lhes o vinho branco e deixe cozinhar durante cerca de três minutos enquanto raspa o fundo da frigideira para libertar aqueles divinais bocadinhos de pele derretida que se agarram sempre a tudo. Acrescente o caldo de galinha e a mostarda à l'ancienne e vá mexendo até levantar fervura.

Depois, é só voltar a colocar as coxas de frango na frigideira, desta vez com a pele virada para cima, e levar ao forno, pré-aquecido a 200º C, durante cerca de 15 minutos. 

Quando as coxas estiverem cozinhadas, ponha-as no prato onde as vai servir. E deixe a carne assentar enquanto acaba o molho. Volte a colocar a frigideira com o molho no fogão, em lume médio, e misture a mostarda de Dijon enquanto cozinha mais dois minutos. Desligue o lume e junte as natas. Quando estiver tudo bem ligado, prove. Acerte os temperos de sal e pimenta e sirva o molho cremoso por baixo das coxas estaladiças. Não me venha cá deitar o molho por cima da pele, senão pode dizer adeus à textura estaladiça. Um bocadinho de salsa picada no topo e já está!

 

Umas óptimas coxas de frango para si onde quer que o molho esteja,

Ele

 

receita e foto: the kitchn 

 

1 comentário

Comentar post