Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Casal Mistério

Casal Mistério

#fiqueemcasa e faça estes deliciosos crepes de aveia para animar o seu domingo

15.03.20

É incrível como estes tempos revelam o melhor e o pior do ser humano. É nestas alturas que surgem heróis como os médicos e enfermeiros que fazem turnos consecutivos a tentar salvar vidas, numa luta desesperante contra o tempo e a falta de recursos, ou o caso extraordinário do português João Nascimento, um estudante em Harvard que criou o Project Open Air, uma plataforma online para produzir ventiladores em tempo record e já conta com 500 especialistas de Harvard, Stanford, MIT e de todo o mundo.

Mas, infelizmente, também fazemos a triagem à estupidez, à falta de civismo e de responsabilidade social, como os irresponsáveis que foram para o Cais do Sodré beber copos e colocar a vida dos outros em risco. Mesmo algumas pessoas mais velhas que continuam nos cafés a jogar dominó deviam ser mais conscientes e perceber que este vírus é extremamente perigoso, sobretudo para eles. Palavra de honra que me espanta. A começar na minha própria família: ontem dei por mim a ouvir um dos nossos filhos dar um arraso à minha mãe ao telemóvel porque estava a ponderar sair para ir ao cabeleireiro! O que vale é que a minha dileta progenitora ouve mais os netos do que a própria filha!

Por falar nisso, ontem foi uma estafadeira. Nem consegui ver uma série. É de loucos! Passámos o dia agarrados ao House Party, parecíamos adolescentes: jogámos jogos, falámos com amigos em quarentena do outro lado do mundo, invadimos grupos de conversa, enfim, foi de tal ordem que os nossos filhos já não nos podiam ouvir. Ontem eram eles que reviravam os olhos! Mas a verdade é que teve um efeito absolutamente surpreendente: para fugir aos meus decibéis enquanto tentava descobrir o que raio os meus irmãos estavam a desenhar, esconderam-se no quarto e… quando dei por eles, estavam a estudar!

Vegan-Oat-Crepes-with-Roasted-Peaches-2.jpg

 

Hoje, os planos são uma aula de ginástica ao ar livre e organizar e distribuir tarefas para a próxima semana. Mas antes o pequeno-almoço: o meu querido Marido Mistério já pôs o avental para fazer estes deliciosos crepes que descobri no blog Wife Mama Foodie. São sem glúten e sem açúcar.

Ele vai precisar de flocos de aveia, farinha de arroz, óleo de abacate (ou qualquer outra gordura vegetal), um ovo, xarope de ácer, uma pitada de sal, leite à escolha, nectarinas tostadas (no forno, durante 20 a 25 minutos, com xarope de ácer, óleo de coco e canela) e chantilly de coco.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 6 crepes, espreite aqui a receita original.

Comece por colocar os flocos de aveia, a farinha de arroz, o óleo de abacate, o ovo, o xarope de ácer, a pitada de sal e o leite no liquidificador até obter um creme macio. Não se esqueça: a massa dos crepes deve ser mais fina e líquida do que a massa das panquecas. Deixe a massa assentar durante alguns minutos enquanto aquece a frigideira com um fio de óleo de abacate. Despeje um pouco da massa dos crepes e agite a frigideira de forma a criar um crepe fininho. Deixe cozinhar durante 1 a 2 minutos, depois vire o crepe com cuidado para acabar de cozinhar do outro lado. Retire o crepe para um prato e repita o processo até acabar a massa.

Disponha os crepes numa travessa e ponha por cima as nectarinas tostadas (ou outra fruta qualquer) e chantilly de coco (se não estiver de dieta, basicamente só tem de bater creme de coco com adoçante, é muito fácil).

 

Um ótimo domingo para si, onde quer que esteja em sua casa,

Ela

 

receita e foto: wife mama foodie