Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

não vale a pena ler este texto, limite-se a olhar para a foto deste divinal cheesecake de abóbora

É quase uma obra de arte. Encare este blog como o Louvre da gastronomia e esta receita como uma pequena e humilde Mona Lisa. Eu cá vou guardá-la por trás de um vidro à prova de bala para ninguém lhe tocar. É só ver e babar. Ainda por cima, só leva 5 ingredientes. É pura alta cultura!

Para tentar recriar em casa esta verdadeira pintura renascentista, do site The Kitchn, vai precisar de fazer um puré de abóbora condimentado com canela, gengibre, noz moscada e cravinho a gosto. Depois, separe queijo creme, natas para bater, açúcar mascavado e bolachas digestive. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

5dd6797b16355bf3518b5e60022a87cbcd45b75a.jpeg

 

O segredo desta maravilha é ter um bom puré de abóbora. E para isso só precisa de assar a abóbora no forno e triturá-la muito bem. Se tiver um robô de cozinha, é o ideal porque, quanto mais triturada a abóbora ficar, mais cremoso ficará este cheesecake. No momento de triturar, junte-lhe meia colher de chá de uma mistura de canela, gengibre em pó, noz moscada e cravinho.

Feito o puré de abóbora, só precisa de bater o queijo creme com o açúcar mascavado durante cerca de um minuto até ficar tipo espuma. Junte o puré de abóbora e bata durante mais 30 segundos. Veja se está suficientemente doce ou se precisa de colocar mais açúcar porque a receita original leva um preparado de abóbora em lata em vez do puré, o que torna tudo mais doce.

Noutra taça, bata as natas até ficarem com a consistência de chantilly. Para finalizar, envolva cuidadosamente, com uma espátula, metade das natas na mistura da abóbora, não deixando perder a consistência leve.

Divida o cheesecake por seis copos de vidro e coloque por cima o resto do chantilly. Termine com as bolachas digestive partidas espalhadas pelo topo. E sente-se à mesa. Mas só a olhar – porque as obras de arte são para contemplar.

 

Um óptimo cheesecake para si onde quer que o Leonardo da Vinci esteja,

Ele

 

receita e foto: the kitchn