Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Casal Mistério

Casal Mistério

o melhor de portugal: hospedaria, o novo riad de charme na melhor zona do algarve

22.08.21

Nesta época em que o turismo em Portugal atravessa umas das maiores crises de sempre, o Casal Mistério e a SEAT juntaram-se para divulgar o melhor do nosso País: paisagens, passeios, recantos, hotéis, restaurantes e petiscos que tornam Portugal um dos lugares mais fascinantes do planeta.

hospedaria-galeria-15.jpg

Este verão voltámos à nossa zona preferida do Algarve, desta vez ao volante do novo, desportivo e versátil SEAT Leon, para passar um fim de semana na Hospedaria, a irmã mais nova da Pensão Agrícola. A verdade é que estes dois hotéis representam o que de melhor Portugal tem para oferecer: numa zona de praias desertas, estes projetos são de uma simplicidade e de um bom gosto desarmantes.

IMG_20210412_140339 A.JPG

Para mim, este é o verdadeiro luxo: dormir num espaço lindo e confortável perto das melhores praias do país e deliciarmo-nos com ostras acabadas de apanhar ou com um delicioso peixe fresco acabado de pescar. Esta região oferece-nos tudo isto. Não trocava um fim de semana na Hospedaria por um fim de semana no hotel mais caro e revestido a ouro do Dubai. Mas isso são gostos e esses, já se sabe, não se discutem.

hospedaria-galeria-01.jpg

 

O hotel

A Hospedaria abriu no ano passado com o mesmo charme e com ainda mais requinte do que a Pensão Agrícola. O dois sócios Rui Liberato de Sousa e Nuno Ramos recuperaram uma antiga venda e taberna de estrada onde também funcionava o posto dos correios, a cerca de 500 metros da Pensão Agrícola, e transformaram-no num espetacular hotel rural ali mesmo ao lado da ria Formosa e do mar.

hospedaria-galeria-21.jpg

A filosofia é um bocadinho diferente: enquanto a pensão agrícola é uma quinta rural, a Hospedaria é uma espécie de riade marroquino com espaços exteriores mais pequenos, mas carregados de recantos e de detalhes de charme, onde o bom gosto faz toda a diferença.

Tal como na Pensão Agrícola, os objetos e as memórias encontradas no edifício abandonado ganharam nova vida. Também aqui, os dois sócios contaram com o apoio do Atelier Rua, responsável pela reabilitação dos dois espaços.

hospedaria-galeria-20.jpg

Localizada no cruzamento de várias ruas, os muros altos e brancos da Hospedaria protegem os hóspedes do mundo lá fora. Aqui o tempo não passa. Só se ouve o som dos pássaros, a água a cair nas fontes e a excelente música ambiente.

hospedaria-04.jpg

Estacionámos o nosso SEAT Leon sob a sombra das palhinhas brancas do parque de estacionamento do hotel. Desta vez não precisámos de ativar o ótimo sistema SEAT CONNECT que lhe permite controlar o carro à distância, através de uma App no telemóvel. Não só tranca e destranca as portas a partir do telemóvel (o que me dá um jeitão porque a idade não perdoa, e dou por mim a voltar ao carro para ter a certeza se o fechei), como também descobre onde estacionámos o carro. Aqui, não foi preciso ativar este sistema porque o parque fica no interior dos muros e tem apenas três lugares de estacionamento. Mal saímos do carro, o primeiro som que ouvimos foi a água a cair na fonte. Há várias nos diversos recantos do hotel.

hospedaria-galeria-18.jpg

Aliás, o hotel tem recantos encantadores: a começar pela entrada, onde um poço recuperado com a data de 1917, uma fonte e um carrinho de mão de madeira antigo nos dão as boas vindas, e pela a sala de estar e de jantar decoradas com um bom gosto irrepreensível, onde peças vintage se integram na perfeição com a lareira e com uma mesa de jantar rústica enorme sob uns antigos candeeiros verde água toscos.

hospedaria-3.jpg

O pátio exterior, onde se fazem as refeições é irmão gémeo do da Pensão Agrícola: a decoração, as mesas de ferro, as cadeiras encarnadas e as almofadas coloridas são iguais. Até as cortinas em palhinha são as mesmas.

hospedaria-galeria-04.jpg

A divisão preferida do meu querido Marido Mistério foi claramente o bar. Ele adorou a adaptação da antiga loja onde se comercializava de tudo um pouco: o velho balcão foi recuperado, o mosaico hidráulico continua intacto dando a esta zona do bar um encanto especial.

hospedaria-4.jpg

Claro que o meu querido Marido Mistério ficou deslumbrado quando descobriu aquele pequeno jogo de furos que dava surpresas quando éramos miúdos. Lembra-se?

hospedaria-suite-armazem-01.jpg

Os quartos

As 5 suites da Hospedaria são ainda mais espaçosas do que as da Pensão Agrícola. Todas têm sala e pátios privativos. Cada uma com o seu encanto: algumas têm lareira, outras duches exteriores. Foi o caso da nossa suite. Adorámos os tons crus e os materiais como o micro cimento e a madeira clara que, conjugados com uma decoração simples com objetos vintage recuperados, lhe conferem um charme único.

hospedaria-suite-amendoeira-05.jpg

E depois tem todos os luxos de um hotel de cinco estrelas: camas grandes e espaçosas, ótimos lençóis e édredons, ar condicionado, casa de banho com pavimento aquecido e amenities Nova Saboaria, cofre e minibar, um delicioso duche exterior, uma sala e um pátio privativo muitíssimo agradável. Confesso que gostei ainda mais das suites da Hospedaria do que das da Pensão Agrícola.

hospedaria-suite-tanque-04.jpg

O pequeno-almoço e o jantar

Já o pequeno-almoço, que está incluído na diária, é praticamente igual. Em ambos os hotéis servem-lhe à mesa (pelo menos durante estes tempos de pandemia) um cesto com vários pães (branco, sementes e integral), torradas e croissants tostados (simples e recheados), manteiga, queijos, fiambre, um prato de fruta fresca, uma fatia do bolo do dia, um sumo do dia fresco e delicioso, um iogurte com mel e granola e uns deliciosos ovos feitos no momento.

IMG_20210412_103924.jpg

Também pode almoçar ou jantar na Hospedaria, mas tem de reservar com antecedência. Há uma carta de snacks e um honesty bar na zona da piscina. Nós pedimos uma tábua de queijos e presuntos para ir petiscando ao longo da tarde e guardámo-nos para o jantar.

hospedaria-galeria-13.jpg

De entrada, tivemos direito a uma mini espetada de melão com presunto e uma fatia muito pequena de quiche. Nada de especial. O prato principal foram uns filetes de peixe galo mornos com uma açorda demasiado densa. De sobremesa, veio uma tentadora baba de camelo para arrumar para sempre com a minha dieta. Mais uma vez, tal como na Pensão Agrícola, a comida era razoável, mas não era brilhante. Se vier aqui, aproveite os ótimos restaurantes da região.

hospedaria-galeria-12.jpg

As atividades

A zona da piscina tem mais privacidade do que a da Pensão Agrícola. O tanque também é maior. Mas com tantas praias boas na região, o ideal é encomendar uma cesta de piquenique na receção, pegar nas toalhas de praia e no chapéu de sol que tem no armário do seu quarto e ir até à praia à boleia do tuk tuk do hotel. Também pode alugar uma vespa ou um carro e ir explorar a região.

IMG_20210816_105123.jpg

Nós aproveitámos o nosso SEAT Leon, que nos tem levado a conhecer o Melhor de Portugal, e preparámos o percurso que queríamos fazer: decidimos a rota no telemóvel e enviámo-la para o sistema de navegação do carro. Foi assim que percorremos as nossas praias preferidas como a de Cacela Velha e a da Fábrica, jantámos mais uma vez na Noélia, em Cabanas, e passeámos em Tavira à noite.

hospedaria-galeria-16.jpg

Os preços da Hospedaria variam consoante as épocas, entre €170 e €270, por noite. Não são aceites crianças abaixo dos 12 anos nem animais de estimação.

 

O bom

O tamanho e o conforto das suites

O mau

O jantar era, como diria a minha avó, fracote

O ótimo

A decoração do hotel

 

Boas férias, se for o caso,

Ela

 

fotos: casal mistério e d.r.

 

Este post foi feito com o apoio da SEAT