o que os jogadores da selecção comiam nos anos 60

    Selecção

    Comiam jardineira, bebiam vinho e iam para o bar a seguir aos jogos. Até havia quem fumasse depois dos treinos. E a selecção francesa foi cheia de caixotes de vinho para o Mundial de 66. Saiba como era a alimentação dos jogadores de futebol da Selecção na década de 1960. Para isso, só precisa de carregar no play aqui em baixo.

     

     

    No episódio desta semana do podcast Favas Contadas, contamos o que os jogadores portugueses comeram quando participaram na sua primeira grande competição internacional. Foi em 1966, no Mundial de Futebol de Inglaterra, Portugal ficou em terceiro lugar e Eusébio foi o melhor marcador da prova. No final, o português foi elogiado por todos como o melhor jogador da competição. Mas alguns jornais levantaram suspeitas de doping. Perante as acusações, o médico da Selecção Nacional respondeu na época: não é doping, é bacalhau ao almoço. Se quiser saber mais detalhes, então carregue na GALERIA aqui em baixo.

    Vinho e jardineira

    Os jogadores da Selecção Nacional comiam nos estágios o mesmo que os restantes hóspedes. Só antes dos jogos é que faziam uma dieta especial. Normalmente, as proteínas eram mais magras e os hidratos de carbono em menos quantidade. Tudo porque a preocupação dos médicos era que os jogadores não tivessem uma digestão difícil. Por isso, serviam uma refeição light com fruta cozida. Apesar de os jogadores se prepararem para fazer um esforço físico grande durante mais de duas horas.

    Mas o melhor é conhecer todos os detalhes ouvindo o episódio completo do Favas Contadas desta semana. Aí falamos das garrafas de vinho servidas, dos pratos de jardineira, das noites a jogar cartas e de como os jogadores não conseguiam acordar antes das 10h da manhã. Mesmo em dias de jogo. Para isso só precisa de ouvir o podcast em qualquer uma das plataformas disponíveis em Portugal: ApplePodcasts, SpotifyYouTubeCastBox ou Google Podcasts. E já sabe, se não quiser perder nenhum novo episódio, então só precisa de seguir o podcast em qualquer uma destas plataformas. Porque todas as terças-feiras de manhã, contamos uma nova história sobre a origem da comida.

     

    Um óptimo jogo de Portugal para si onde quer que estejam os pratos de jardineira,

    Ele

     

    fotos: d.r.

     

    Deixe um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *