o restaurante que não pode perder na costa alentejana

    Na verdade, não é bem um restaurante que não pode perder, são dois pratos típicos que me deixam tão embevecido como o Fernando Medina cada vez que olha para o primeiro-ministro. Esteja em Grândola, em Vila Nova de Milfontes ou em Odeceixe, esteja na Costa Alentejana, no Algarve ou no Douro, nunca deixo de ir ao Litoral pelo menos uma vez em cada Verão.

    IMG_20210824_214716 2.jpg

    O espaço 

    Fica no meio da vila, não tem vista nem requintes. O chão é de tijoleira, as toalhas de papel e as cadeiras mais duras do que o rochedo de Gibraltar.

    Aqui está em Grândola, não está na Comporta. Não tem nomes com dupla consoante à sua volta, mas também não paga €85 por um quilo de robalo (não é uma força de expressão, é mesmo o preço de alguns restaurantes da região). E, no entanto, come bastante melhor no Litoral do que em grande parte dos restaurantes da Comporta. Especialmente se levar o seu pedido bem estudado de casa.

    12309535_1489974891308841_1588413469650878325_o.jp

    A ementa 

    Tem peixe, tem carne, tem marisco, mas nada disso é importante. No Litoral, não vale a pena inventar. O prato tem de ir escolhido de casa e a entrada também.

    IMG_20210824_211753 2.jpg

    As entradas 

    Para começar, pode provar um simpático queijo curado de ovelha e um delicioso e imperdível queijo fresco. Não daqueles queijos frescos leves e sem sabor, mas dos tradicionais e consistentes queijos frescos alentejanos que inundam a boca de sabor e frescura – eu seria um homem feliz se descobrisse onde comprar queijos frescos caseiros diariamente em Lisboa.

    IMG_20210824_211847 2.jpg

    Depois dos queijinhos, vem o primeiro prato obrigatório do Litoral: o choco frito. Não peça o choco como prato principal porque vai receber um choco frito igual a todos os outros de Setúbal, mas peça o choco frito de entrada.

    Além de bem frito e estaladiço, o choco vem carnudo e suculento por dentro, com uma consistência perfeita que nos permite sentir as trincadelas sem nos deixar com aquela sensação frustrante de estar a mastigar uma borracha da escola. No entanto, não é a fritura nem a consistência que o tornam únicos, mas o molho. Ao contrário do prato principal, o choco da entrada (€6 o pratinho) vem cortado em pequenos pedaços e temperado com um molho de azeite e coentros absolutamente deslumbrante.

    A ideia é ir petiscando os pedacinhos de choco, um a um, como se fossem umas azeitonas marinadas, enquanto conversa e espera pela comida. À medida que tirar cada pedaço de choco, mergulhe-o bem no molho, para sentir o contraste entre a fritura estaladiça do choco e a textura macia do molho. Além disso, o sabor dos coentros fica absolutamente perfeito. Depois de experimentar esta maravilha, nunca mais vai pedir choco frito com maionese na sua vida.

    IMG_20210824_212013 2.jpg

    O prato principal 

    Não é um prato, são dois… juntos num só. A especialidade absolutamente obrigatória no Litoral são os camarões fritos com arroz de amêijoas. Poderia ser apenas um arroz de amêijoas, poderiam ser só uns camarões fritos, mas alguém no Litoral teve a brilhante ideia de juntar estas duas preciosidades e servi-las juntas como acompanhamento uma da outra. Na ementa, está para duas pessoas (€40), mas dá à vontade para três.

    O arroz vem bem solto e molhadinho, com um irresistível caldo de amêijoas que está algures entre a magia de um molho à Bulhão Pato e um caldo de risotto. As amêijoas são grandes e suculentas, a separarem-se facilmente da casca, e o caldo envolve tudo num sabor imbatível. Se gosta de um bom arroz malandrinho, vai ficar de queixo caído com este arroz de amêijoa.

    IMG_20210824_214704 2.jpg

    A acompanhar, trazem-lhe uma frigideira com camarão grande, cortado ao meio e frito num delicioso molho de alho. Eu sei que parece molho a mais mas acredite que, ao combinar estas duas maravilhas no seu prato, não vai querer comer outra coisa até ao fim do Verão. A não ser que…

    IMG_20210824_214833 2.jpg

    A sobremesa 

    …A não ser que não consiga resistir a uma sobremesa para acompanhar o cafezinho. E, nesse caso, vale a pena experimentar as farófias (€3). Além de serem leves, que é o que precisamos depois daquela festa de arroz, são doces e deliciosas. Apesar de não ser um doce que peça muito, é perfeito para terminar o jantar.

     

    O serviço 

    Simpático e eficaz mas, acima de tudo, rápido, o que em Agosto é uma verdadeira raridade.

     

    O bom 

    O queijo fresco alentejano

    O mau 

    O conforto das cadeiras

    O óptimo 

    O choco frito de entrada e o arroz de amêijoas com camarão frito

     

    Um óptimo arroz de amêijoas para si onde quer que o camarão frito esteja,

    Ele

     

    fotos: casal mistério; litoral

     

    Nota: Todas as despesas das visitas efetuadas pelo Casal Mistério a restaurantes, bares e hotéis são 100% suportadas pelo próprio Casal Mistério. Só assim é possível fazer uma crítica absolutamente isenta e imparcial. 
    _____________________________

    Litoral

    Rua D. Afonso Henriques L3 – 7570-236 Grândola

    De 3ª a sábado, das 12h às 15h e das 19h às 21h30

    T: 269 441 286

    4 thoughts on “o restaurante que não pode perder na costa alentejana

    1. Sem dúvida que o choco frito em Setúbal anda todo muito “pastilha elástica” e sem o sabor de outrora.
      No ano passado, familiares nossos apresentaram-nos as maravilhas de um Restaurante bem simpático que apresenta um choco frito maravilhoso, cujo é previamente g temperado e marinado. Além de uns maravilhosos petiscos (por exemplo, “Pica pau de atum”, umas maravilhosas casca de batata frita (sim, perceberam bem e são uma maravilha!). Para os apreciadores de carne, também o presunto de porco preto entre outras iguarias.
      Não sei se me é permitido escrever o nome do Restaurante, mas aqui vai, refiro-me ao B3 em Setúbal.

    2. Subscrevo e amplifico tudo aquilo que foi escrito. Para nós é sempre ponto obrigatório de paragem quando estamos em Grândola. O brigado ao Sr. Alcindo e colaboradores pelo prazer que nós tem proporcionado

    3. Boa atarde, fui lá hoje almoçar:

      . Bom – a entrada de choco frito, o arroz de ameijoas e os camarões fritos, as farófias.
      . Nem por isso – de dia 02/08, segundo o Casal Mistério, o prato de ameijoas e os camarões passou de 40€ para 45€…, dar para três só mesmo para quem come pouco!
      . Irritação – não tinham Multibanco, começa a ser um hábito nalguns restaurantes e não compreendo porquê pois a margem que têm dá para pagar à SIBS e muito mais!
      . Resumo – para ir uma vez de ano a ano.

      Cumprimentos
      Carlos Semedo

    Deixe um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *