o segredo para requentar o arroz da véspera da forma mais deliciosa

    shutterstock_125346914.jpg

    Pois então aqui estamos nós com mais um inigualável exemplo de serviço público (RTP, o que é que tu andas a fazer?). Não, não vamos relançar o TV Rural nem o 70×7. Vamos muito mais além. Vamos esclarecer os senhores telespectadores (neste caso é mais blogoespectadores) no que concerne à melhor forma de reaquecer o arroz da véspera. 

    Eu sei, está petrificado, não é? Calculei. Poucos casais deste país estão desta forma implantados dentro das cabeças dos senhores blogoespectadores para adivinharem qual é a maior dúvida de todas as famílias. Poucos casais conhecem as angústias e as necessidades de quem está aí desse lado. Poucos casais adivinham que o seu maior desejo é descobrir uma maneira decente e saborosa de requentar o arroz da véspera. Mas é por isso que nós estamos aqui: para transformar um prato requentado numa refeição deliciosa.

    Estas dicas são do cada vez mais indispensável The Kitchn e são a melhor maneira de acabar com aquele arroz empapado da véspera. Aquele arroz que se grudou em intragáveis blocos brancos. Aquele arroz que ninguém consegue comer.

     

    how-to-make-basmati-rice9.jpg

    1. A maneira mais rápida

    Já todos sabemos que rapidez é sinónimo de microondas. Mas não basta colocar o arroz dentro de um prato e carregar no “start”. Há uma ciência por trás deste processo que parece simples. Primeiro, junte duas ou três colheres de sopa de água ao arroz para não o deixar secar (se preferir, pode substituir por caldo de carne ou de legumes para dar mais sabor). Depois desfaça com um garfo aqueles blocos peganhentos de arroz que se criaram no frigorífico. A seguir, tape o prato ou a taça que levar ao microondas com uma folha de papel de cozinha molhada, deixando o papel a tocar directamente no arroz para o humedecer. Finalmente, ligue o microondas no máximo até o arroz estar quente.

     

    2. A maneira mais delicada

    Não usa microondas? Não tem problema. Também há uma solução para si. Coloque o arroz numa panela pequena juntamente com as mesmas duas ou três colheres de sopa de água. Desfaça com um garfo os blocos peganhentos que se formaram. Tape bem a panela com a tampa e ligue o lume no mínimo para manter o vapor junto ao arroz. Vá mexendo de vez em quando. Sirva quando estiver quente.

     

    3. A maneira mais saborosa

    Nós somos absolutamente fanáticos de arroz de forno. Mas, mesmo quando estamos a falar de arroz requentado, pode aquecê-lo no forno. Não é a mesma coisa, mas também é bom. Coloque o arroz num pirex com duas ou três colheres de sopa de água (ou de algum caldo). Desfaça os blocos peganhentos com um garfo. Espalhe bem o arroz e tape-o com papel de alumínio. Ponha-o no forno pré-aquecido a 150º C durante 20 minutos. E já está.

    Moral da história: o segredo é sempre o mesmo: junte um pouco de água para o arroz não secar.

     

    Bons pratos requentados para si onde quer que esteja,

    Ele

     

    fotos: the kitchn

     

    11 thoughts on “o segredo para requentar o arroz da véspera da forma mais deliciosa

    1. E eu que sem saber já utilizava este procedimento a aquecer o arroz no fogão! Aliás, ocorreu-me fazer isto há umas semanas atrás e a verdade é que fica muito melhor.

    2. Um amigo mu ensinou-me esse truque há uns anos! 🙂
      Mas cá em casa, conseguimos fazr a medida certa pra n sobrar.. Pk mm assim… Não há nada melhor do que um arroz acabadinho de fazr!:D
      São raras as vezes que sobra.. Mas qd sobra.. Uso esse truque 😉

    3. Há mais uma maneira que um amigo me ensinou. Aquecer arroz “ao vapor”. Fica uma maravilha! Basta colocar o arroz num daqueles acessórios de cozinhar ao vapor e aquecer ao vapor.
      Eu tenho vários acessórios e funciona com qualquer um: A cestinha de bambu, uma cestinha de metal que abre em leque e um acessório do trem de cozinha que é um tacho com o fundo furado como um escorredor.

    4. Depois de testar tudo,, cheguei a conclusão que o melhor é não esquentar o arroz, a mistura já vai estar quente e ele não vai inchar e perder o gosto porque não vai ser colocado mais água

    5. Boa Tarde
      Li com atenção as vossas diferentes maneiras de aquecer o arooz que sobrou. Mas não servem para o arroz cá de casa porque nós sabemos fazer arroz e não temos pedaços grudentos ou o que lhe chamara. E, se pusermos 2 ou 3 colheres de liquido ele não só fica quente como também empapado. Como gostamos de arroz bem feito, seco e solto, a vossa dica não serve. Mas agradeço á mesma
      Cumprimentos
      João Botelho Gomes

    6. Eu não tenho esse problema dos pedaços pegajosos.
      Como sei cozinhar bem o arroz, mesmo no dia seguinte, está solto. O meu problema é aquecê-lo de forma uniforme.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *