Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

o truque para fazer o melhor guacamole de sempre

Ontem o guacamole perfeito era este, hoje o melhor guacamole está aqui. Confesso: sou uma espécie de Jorge Jesus da cozinha. Vendo-me por pouco. Basta acenarem-me com algum ingrediente delicioso, basta mostrarem-me uma dica surpreendente para eu cair desamparado nos braços da última novidade.

E hoje estou encantado com este truque maravilhoso da chef americana Cindy Pawlcyn para colocar o seu guacamole no pináculo da perfeição. Até o respeitável site Food52 ficou embevecido com esta singela ideia. O segredo está em acrescentar um molho diferente ao guacamole que o vai deixar com um toque ácido verdadeiramente inesperado. E que molho é esse?, pergunta vosselência.

ee29631b-94c4-4e16-8782-ce07188abf66--tempImageFor

 

Esse molho é uma mistura de seis colheres de sopa de azeite com duas colheres de sopa de vinagre de arroz. Exactamente: o vinagre usado pelos japoneses para temperar o arroz do sushi e que lhe dá aquele toque completamente viciante. Além disso, ainda lhe vou acrescentar uma colher de chá de molho de soja para tornar este num autêntico guacamole asiático. 

Para o guacamcole, vou precisar de dois abacates maduros, uma lima, uma chalota, um pimento jalapeño, flor de sal e pimenta preta moída no momento. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, veja a receita original aqui.

Comece por esmagar, com um garfo, os abacates descascados e temperados com o sumo de lima, flor de sal e pimenta preta moída no momento. A ideia não é fazer um creme de abacate, mas deixar alguns pedaços salientes. Misture a chalota picada e o jalapeño também picado. Se gostar, também pode acrescentar tomate picado apesar de não constar da receita original.

Noutra taça, misture bem os três ingredientes do molho: o azeite, o vinagres de arroz e o molho de soja. Sirva o guacamole com o molho espalhado por cima. E misture só à medida que for mergulhando uns divinais chips de batata doce. Ou umas cenouras cruas. Ou os tradicionais totopos. É indiferente. O mais importante aqui é o divinal molho asiático.

 

Um óptimo guacamole para si onde quer que o molho de soja esteja,

Ele

 

receita: cindy pawlcyn; foto: food52

1 comentário

Comentar post