Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Casal Mistério

Casal Mistério

os 10 novos restaurantes que temos de conhecer em 2020

07.01.20

boteco5.jpg

Início de ano é sempre uma época agitada para toda a gente. Mário Centeno tem de descobrir quem são os novos parceiros para governar, Isabel dos Santos tem de descobrir quais são os novos processos para escapar, nós temos de descobrir quais são os novos restaurantes para provar. Reconheço que podemos ter uma vida ligeiramente mais pacífica do que a Isabel dos Santos, mas não é fácil. E nós já tratámos de começar a trabalhar na nossa missão de Ano Novo.

Estes são os 10 novos restaurantes de Lisboa e Porto que nos deixam a babar para lá irmos rapidamente.

 

Fogo, Lisboa 

Abriu em Dezembro de 2019

fogo.jpg

É restaurante mas não tem fogão. Há cozinha, mas placa não. 

O novo restaurante do chef Alexandre Silva (o mesmo do Loco, onde ganhou uma estrela Michelin) acabou de abrir em Lisboa com esse desafio: não existem fogões nem fornos tradicionais. Tudo é cozinhado no fogo: das entradas às sobremesas. Uns pratos são feitos na brasa, outros num prometedor forno a lenha, alguns em cima de uma fogueira, em panelas de ferro, à antiga. Mas tudo mantém a criatividade da cozinha de autor de um chef Michelin. Com preços que, por enquanto, ainda não são absurdos.

fogo2.jpg

Eu fiquei tentado com o xerém de berbigão (€7), as amêijoas à Bulhão Pato feitas no forno a lenha (€15), os peixes na grelha, os cocktails fumados ou o pão de ló de alfarroba com sorvete de noz e flor de sal (€5).

 

Esporão no Porto, Porto 

Abriu em Setembro de 2019

esporao.jpg

É quase um paraíso para quem gosta de comer e beber. A famosa marca de vinhos abriu o primeiro restaurante fora do Alentejo e escolheu logo o Porto, onde cada vez há mais ofertas originais. Aqui pode provar deliciosos petiscos – como a corvina com lingueirão e confit de limão (€16,50), o escabeche de coelho (€6) ou a empada de rabo de boi com salada do campo (€7,50) – ou comprar os vinhos da marca, os azeites ou as cervejas artesanais da Sovina. 

esporao1.jpeg

Para acabar, acho que não vou resistir ao Pudim de Late Harvest com laranja e hortelã (€7). E, já que entro nos doces, acho que vai também uma tarte de chocolate de São Tomé com gelado de poejo (€9). E... é melhor parar por aqui senão ainda sou expulso de casa.

 

Bahr, Lisboa 

Abriu em Outubro de 2019

bahr.jpg

Quando alguém se apresenta à minha frente com uma tosta de percebes fumados (€9), o que é que uma pobre alma faminta pode fazer? E um arroz de carabineiros (€38)? E um salmonete com caldo de pimentos assados (€18)? Eu cá pego no guardanapo mais próximo e esqueço essas esquisitices das dietas de Ano Novo. 

Captura de ecrã 2020-01-07, às 12.37.59.png

O Bahr é o novo restaurante no topo do renovado Bairro Alto Hotel, em Lisboa. Tem uma vista fabulosa para a cidade, a cozinha totalmente aberta para a sala, um bar de autor e, mais importante do que tudo o resto, o chef Nuno Mendes como director criativo.

Captura de ecrã 2020-01-07, às 12.37.04.png

Foi num dos restaurantes de Nuno Mendes, em Londres, o Mãos, que tive um dos melhores almoços da minha vida: começou na cozinha, com um cocktail servido pelos próprios chefs e cozinheiros, e acabou numa única mesa comum onde se sentaram 15 desconhecidos. Tudo isto ao longo de mais de quatro horas, onde provei alguns dos mais criativos e surpreendentes petiscos, como as divinais formigas fumadas.

No Bahr, não espero tudo isto, mas, pelo menos, um bocadinho.

 

Lapa Lapa, Porto 

Abriu em Setembro de 2019

lapalapa4.jpg

Estou meio dividido: não sei se comece por falar das batatas fritas com queijo flamengo e molho de francesinha ou do hambúrguer escondido num mar de queijo e numa massa de pizza crocante. O Lapa Lapa fica em cima da praia, está rodeado de paredes em vidro e tem vários petiscos surpreendentes, mas o que me faz mesmo colocar este restaurante na lista de sítios que temos de visitar em 2020 é o facto de ser o novo restaurante do chef Luís Américo.

lapalapa.jpg

lapalapa3.jpg

Só como introdução, Luís Américo é o chef responsável pela criatividade do Cantina 32, do Puro 4050 ou do Cruel e isso para mim chega para marcar já a próxima viagem ao Porto. Se ainda tem dúvidas, espreite aqui o divinal cheesecake que ele criou no Cantina. No Lapa Lapa, optou por petiscos como pizzas ou mariscos.

 

O Boteco, Lisboa 

Abriu em Novembro de 2019

boteco5.jpg

O espaço é maravilhoso, o conceito é diferente e a cozinha é do chef Kiko Martins, responsável por alguns dos nossos restaurantes preferidos em Lisboa, como O Talho ou A Cevicheria

boteco2.jpg

Eu confesso que, ao ler a notícia de que a cozinha ia recriar os petiscos dos botequins brasileiros, torci o nariz a imaginar o excesso de fritos, pastéis ou coxinhas. Mas, depois de ponderar melhor, pensei: quem é que resiste a uma boa feijoada à brasileira (€16,70)? Ou a uma picanha de wagyu com farofa (€27,40)? Ou a um espeto de corações de galinha (€4,30)?

boteco6.jpg

boteco7.jpg

Eu não resisto, seguramente. E especialmente num espaço fabuloso, com uma peça incrível do artista Bordalo II a decorar a sala e um candeeiro destes pendurado no tecto.

 

Atrevo, Porto 

Abriu em Junho de 2019

atrevo2.png

O azeite é biológico, a manteiga é artesanal, o vinho é de pequenas quintas... O Atrevo é um restaurante quase caseiro. Tem apenas 20 lugares e tudo é feito de forma cuidada e natural.

atrevo4.jpg

À frente do espaço está a chef Tânia Durão que passou por espaços como o DOP ou o Cantinho do Avillez. No Verão, abriu este Atrevo, com um menu de degustação fixo, de oito momentos, por €39 por pessoa, sem vinhos.

atrevo.jpg

A ementa varia consoante a época do ano e a disponibilidade dos produtores locais. Privilegia o peixe, o marisco e os vegetais e pode encontrar lá tentações como o tártaro de lagostim com lavagante e sapateira, vieiras com amêijoas e molho à Bulhão Pato ou o ovo com cogumelos selvagens.

 

Plano, Lisboa 

Abriu em Setembro de 2019

Captura de ecrã 2020-01-07, às 17.18.34.png

Começou por abrir uma mesa comum, para apenas 18 pessoas, num pátio, na Graça, onde servia apenas petiscos feitos numa fogueira. Agora cresceu para um restaurante fechado, com três salas. No entanto, mantém a aposta em pratos requintados com produtos locais.

Captura de ecrã 2020-01-07, às 17.19.34.png

CV_06478-1.jpg

Por enquanto, o Plano só abre à noite, para jantar, de quarta-feira a domingo. Tem um menu de degustação com nove pratos (€60) que varia sazonalmente, mas que pode encontrar maravilhas como a corvina com cenouras novas e batatas de Chaves, a cavala com pele de frango, ou a melancia com aipo e coentros. Para os mais corajosos também pode haver cabeça de xara com picle de beterraba ou mão de vaca com alho francês.

 

Nicolau, Porto 

Abriu em Julho de 2019

nicolau1.jpg

É um dos nossos restaurantes preferidos para quem procura um brunch ou um almoço saudável em Lisboa. E agora abriu no Porto. Seja pela decoração, que é fabulosa, seja pela comida, que é deliciosa, o Nicolau está sempre no topo das nossas escolhas.

nicolau3.jpg

E nem falo dos brunches a €15 todos os dias da semana, das tostas de abacate com ovo escalfado por cima, das panquecas macias, das taças de iogurte grego com fruta fresca e granola caseira ou das tapiocas com doce de leite e banana. O melhor mesmo é ler aqui tudo o que se passa em Lisboa.

 

JNcQUOI Asia, Lisboa 

Abriu em Julho de 2019

jncquoiasia.jpg

Mais um espaço espectacular, mais uma cozinha de nos deixar a babar. Pelo menos, só de ler a ementa: carpaccio de lírio com óleo de trufas, nigiris de carabineiro, dim sum de camarão e castanha d´água.

jncquoiasia3.jpeg

O JNcQUOI Ásia é o novo restaurante do grupo JNcQUOI. Mistura cozinhas de vários países asiáticos e tem um jardim de cortar a respiração a qualquer Michael Phelps deste mundo.

jncquoiasia2.jpeg

Tal como o outro JNcQUOI, a decoração está maravilhosa e a cozinha promete. Mas, tal como o outro JNcQUOI, os preços assustam qualquer cliente que não tenha como melhor amigo Carlos Santos Silva. Eu não resisto a lá ir experimentar, mas vai ter de ficar para um dia especial.

 

Raio Verde, Cascais  

Abre em 2020

raio verde.jpg

É a mais aguardada promessa do ano. O novo restaurante de José Avillez fica na estrada do Guincho, em Cascais, e ainda é um mistério. As obras estão praticamente concluídas mas nem se sabe sequer qual será o nome definitivo do espaço. O que se sabe é que ficará no espaço do antigo Raio Verde, um restaurante clássico da vila que, durante anos, serviu um óptimo peixe e marisco. A localização é incrível, mesmo em cima do mar.

Agora é só escolher. Como vê, 2020 promete. E ainda só estamos no início de Janeiro.

 

Um óptimo ano para si onde quer que os novos restaurantes estejam,

Ele

 

fotos: d.r.