Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Casal Mistério

Casal Mistério

os 5 erros que não pode cometer quando fizer um churrasco

13.07.20

A linha que separa uma carne bem grelhada e tostada de um torresmo chamuscado é tão fina como um fio de cabelo do Rui Unas. E é por isso que temos de estar a par de todas as dicas para fazer um churrasco perfeito. Especialmente este ano, em que a procura por casas para alugar nas férias disparou à velocidade de um tornado.

Estes são os 5 erros que não pode cometer em circunstância alguma. Os conselho são dados pelo site The Kitchn e aplicam-se a churrascos de carvão – afinal, um churrasco a gás não é bem um churrasco...

emerson-vieira-lanootd2FcU-unsplash.jpg

Assar tudo em cima da brasa 

É verdade, só por estar a cozinhar uma carne ou um peixe na grelha não quer dizer que deva estar directamente por cima das brasas. Tudo depende daquilo que vai cozinhar. 

Imagine o churrasco como um fogão: se colocar a comida directamente em cima da brasa, está a ligar o lume no máximo; se colocar a comida numa zona da grelha que não tenha brasas por baixo, está a cozinhar em lume brando ou médio. E é nisto que tem de pensar antes de decidir espalhar as brasas do seu churrasco por toda a superfície ou concentrá-las numa única zona.

Hambúrgueres, cachorros, carne de vaca ou pedaços de frango devem ser grelhados directamente por cima das brasas. Entrecosto, outras peças de porco ou um frango inteiro, por exemplo, devem ser colocados numa zona da grelha que não tenha as brasas directamente por baixo. Assim, vão cozinhar mais lentamente em vez de ficarem mal passados por dentro e queimados por fora.

 

Não limpar bem a grelha 

Está a ver aquele aspecto maravilhoso de uma carne ou um peixe com as marcas da grelha bem vincadas? Só vai conseguir se tiver uma grelha bem limpa – isto para já não falar dos problemas de higiene que resultam de deixar restos de comida agarrados à grelha. 

Antes de começar a cozinhar, aqueça bem a grelha ao lume e depois raspe-a com uma escova dura para tirar todos os restos de comida. Vai ver como sai tudo muito melhor com a grelha bem quente.

paul-hermann-jeiqzOgwwKU-unsplash.jpg

Não aquecer bem a grelha 

É um dos grandes pesadelos do churrasco: no momento de servir, tenta tirar a comida da grelha e ela está colada como a tampa de uma bisnaga de UHU. Sabe o que provoca esse drama alimentar? Colocar a comida em cima de uma grelha fria ou morna.

Antes de colocar a comida, aqueça bem a grelha ao lume durante, pelo menos, 15 minutos. Vai perceber que ela está pronta para receber a sua comida quando estiver com uma cor acinzentada.

 

Não usar uma tampa 

A tampa do churrasco é uma das melhores aliadas para ter uma carne cozinhada na perfeição. Ao cozinhar sem tampa, está a deixar entrar mais oxigénio, provocando chamas ou uma brasa demasiado forte. E isso vai queimar a sua comida.

Sempre que possível, use um churrasco com cobertura e abra apenas para virar as peças de comida que estiver a grelhar. Vai ver como consegue uma brasa mais uniforme e um grelhado perfeito.

emerson-vieira-cpkPJ-U9eUM-unsplash.jpg

Não fechar o registo 

Mais um conselho para quem usa churrascos a carvão com tampa. Normalmente têm um registo que controla a entrada de ar. Ao fechar o registo, está a retirar o oxigénio do interior, evitando a criação de chama e mantendo a brasa mais baixa; ao abrir, aumenta a brasa. Nunca se esqueça de abrir e fechar as entradas de ar conforme precisar de aumentar ou diminuir o calor em contacto com a comida.

Normalmente, peças de porco e frangos inteiros demoram mais tempo a assar, por isso precisam das entradas de ar mais fechadas. Carne de vaca, hambúrgueres ou peixe cozinham mais rapidamente e por isso pode aumentar a intensidade da brasa.

Agora é só temperar a carne e acender o lume.

 

Um óptimo churrasco para si onde quer que a grelha esteja,

Ele

 

fotos: emerson vieirapaul hermann/unsplash