Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

ovos dobrados em vez de ovos mexidos: a maneira mais cremosa de fazer esta delícia para o brunch

Isso mesmo que acabou de ler: ovos dobrados. Não se ponha aí a mexer os ovos vigorosamente como se estivesse a despentear aquela poupa perfeitinha do Marques Mendes. Nada disso. Estes ovos ficam sossegados, durante 20 segundos, em cima da frigideira a ferver. E só depois é que os dobra. E o que é que isso vai provocar? Uns fabulosos ovos cremosos no centro e ligeiramente mais firmes nas pontas. Não têm a consistência dura da omelete nem são tão soltos como os ovos mexidos.

Os australianos consideram-na uma das melhores receitas para o brunch e costumam servi-la por cima de uma tosta com abacate esmagado. É claro que, mal li esta preciosidade no fantástico site The Kitchn, não tive dúvidas de que este fim-de-semana, na Mansão Mistério, iria ser a grande estreia dos ovos dobrados para o brunch.

Para fazer esta beleza, só vou precisar de ovos, manteiga sem sal, natas para bater, flor de sal e pimenta preta moída no momento. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

b983c6ba185a60b0899484be6fac15f59c05e75a.jpeg

 

O primeiro passo é bater, numa taça, dois ovos com 60 ml de natas, uma pitada de flor de sal e outra de pimenta preta. Se tiver uma Mulher Mistério em casa, vai sofrer as mais variadas pressões para trocar as natas por leite, mascarpone ou queijo creme. Mas, por amor da Santa Efigénia, resista! Eu sei que engorda, eu sei que é calórico, mas são as natas que vão ajudar a transformar estes ovos numa nuvem cremosa.

Derreta a manteiga, numa frigideira antiaderente, em lume forte, e deite os ovos batidos por cima. E esta é a parte mais importante de todas: não lhes mexa. Durante 20 segundos, não faça nada. Nem respire. É neste período que os ovos vão ficar firmes na base e nas bordas. 

Depois pegue numa espátula e faça um movimento circular pela borda, empurrando as pontas dos ovos para o meio. Não é mexer. É só arrastar a espátula à volta, pelas extremidades, sem tocar no centro. Repita isto, durante 20 segundos. Assim, a parte firme dos ovos vai dobrar-se por cima do centro cremoso, criando a mais maravilhosa combinação de texturas que o mundo já conheceu.

Retire os ovos imediatamente da frigideira e sirva-os por cima de uma fatia de pão saloio torrada com abacate esmagado por cima. 

 

Um óptimo brunch para si onde quer que os ovos estejam,

Ele

 

receita e foto: the kitchn