Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

como fazer o spaghetti do filme a dama e o vagabundo

lady.jpg

É a cena mais romântica da História do cinema. Não me venham cá com Casablanca nem com E Tudo o Vento Levou. Quem nunca derramou uma lágrima ao ver A Dama e o Vagabundo só pode ter um coração de granito. Há cena mais romântica do que aquele encantador jantar em que o Vagabundo leva a Dama para as traseiras de um restaurante italiano? E acabam a sugar um fio de massa ao mesmo tempo?

Senhoras e senhores, esqueçam as 50 Sombras de Grey, isto, sim, é paixão! É cinema feito ao mais alto e inesquecível nível. E por isso, neste Dia dos Namorados, vou fazer esse mesmo, exacto e apaixonado prato de spaghetti com almôndegas para a minha querida e romântica Mulher Mistério.

A receita encontrei-a no site do supermercado australiano Woolworths e não é nada difícil de fazer. Mas, antes de qualquer outra coisa, vá lá aos confins da sua caixa de DVDs e ponha o filme a passar na televisão.

 

 

 

se não pode jantar à lareira, convide a lareira para jantar

Mais um fim de semana sem sol e com ele uma imensa vontade de não sair de casa. Por isso enquanto o meu querido marido mistério improvisa um jantar, eu arrumo a casa e ponho a mesa. Hoje à noite vamos mandar a equipa de futsal para casa dos avós e fazer um programa a dois. E que tal esta lareira portátil, para aquecer o ambiente?

 

 

Se quiser comprar esta romântica lareira para decorar a sua mesa de jantar, clique aqui.

 

Bom fim de semana,

Ela

o que fazer no dia dos namorados?

Não caia na tentação de marcar um restaurante para essa fatídica noite. Tivemos uma vez essa experiência e jurámos para nunca mais: 14 de fevereiro é sinónimo de restaurantes a abarrotar de casalinhos a olharem para o relógio, a espreitarem discretamente o Facebook debaixo da mesa, a ouvirem as conversas da mesa do lado, tudo isto sem trocarem uma única palavra entre eles. Um restaurante cheio é, quase sempre, sinónimo de serviço medíocre e de potencial desastre na cozinha, e pior de tudo: é sinónimo de ementas fixas especiais que incluem invariavelmente espumante rasca e morangos congelados. Por tudo isto, se puder fuja. E se a sua carteira o permitir, fuja para bem longe. Pegue na sua cara-metade e surpreenda-a com um destino realmente romântico. Aqui ficam quatro sugestões: