Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

batata doce no forno com molho tahine e sementes de sésamo, uma receita vegan e sem glúten com apenas 177 calorias

Acho que se tivesse de acabar os meus dias enfiada num bunker ou se o mundo acabasse e eu só pudesse levar comigo um ingrediente, provavelmente, elegeria a batata doce. Primeiro porque adoro, sou completamente viciada em batata doce. Depois porque tanto podemos comer ao pequeno-almoço como ao almoço ou ao jantar. Pode ser um acompanhamento, um prato principal ou até pode usar para fazer uma sobremesa. Esta receita que descobri no blog Sweet Cayenne é um bom exemplo disso mesmo: pode ser um acompanhamento para as pessoas de muito alimento ou pode ser um prato principal para a nova Ela, que está a conseguir comer menos e cada vez mais saudável. Adoro falar de mim na terceira pessoa do singular.

Quer saber a melhor notícia de todas? Esta receita é vegan, sem glúten e só tem 177 calorias.  

Para fazer esta maravilha, vai precisar de batatas doces médias descascadas e cortadas em rodelas de cerca de 1,5 cm de altura, azeite, paprika, sal, pimenta, molho tahine, óleo de sésamo, sementes de sésamo tostadas e endro fresco picado.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, espreite aqui a receita original.

sesame-sweet-potatoes-9.jpg

 

 

batata doce caramelizada com molho de miso e gengibre, uma receita deliciosa e vegan de inspiração japonesa

Pode ser um acompanhamento ou um prato principal. Depende se for de muito alimento ou se for vegetariano ou vegan. Eu vou sugerir ao meu querido Marido Mistério fazer como acompanhamento para um jantar que vamos ter cá em casa este fim de semana. Esta receita do ótimo blog Feasting at Home é deliciosa, tem um aspeto incrível e é sucesso garantido em qualquer mesa.

Só vai precisar de batatas doces, azeite, óleo de coco, uma chalota picada, gengibre ralado, miso, sal e cebolinho picado.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 a 6 pessoas, espreite aqui a receita original.

Miso-Sweet-Potatoes-104.jpg

 

 

dieta keto: noodles de courgette com molho de pesto e parmesão e apenas 93 calorias

104.jpg

Desde que comecei a (tentar) fazer a dieta cetogénica, que a minha busca por receitas deliciosas sem hidratos é comparável à busca de Michael Douglas e de Kathleen Turner pela esmeralda perdida. Até que me deparei com uma descoberta fundamental para esta fase da minha vida: o livro “A Dieta Keto”, da chef Amy Ramos, editado pela Editorial Presença, tem receitas que até os magros (essa classe desprezível) vão querer fazer. Fiquei fã do livro: tem 75 receitas com poucos ou nenhuns hidratos de carbono e um plano alimentar para 14 dias. É um ótimo aliado para quem se quiser aventurar nesta dieta que tem conquistado cada vez mais adeptos. E foi precisamente nas páginas deste livro que descobri esta incrível receita, que pode ser um acompanhamento ou até mesmo um prato principal, se estiver a fazer uma dieta radical. Só tem 93 calorias. Leu bem: 93. O segredo está na massa que não é massa mas sim courgette, e o no pesto que  é feito com couve-galega e ervas. Mas acho que vou usar o pesto feito com manjericão, o meu preferido.

30990118_Dieta_Keto.jpg

 

 

batata doce no forno com crumble crocante de nozes pecan

Nem sei como qualificar esta receita. Eu comeria na boa ao pequeno-almoço, mas a autora do blog Pinch of Yum sugere como acompanhamento para jantares especiais como o Dia de Ação de Graças ou Natal, e assume que também é uma excelente sobremesa. Uma coisa é certa: quando fizer esta maravilha pela primeira vez, vai querer repetir a qualquer refeição e garanto-lhe que não vai esperar por uma ocasião especial para voltar a fazer.

Vai precisar de batata doce, manteiga derretida, leite, açúcar de cana, extrato de baunilha, ovos batidos e sal. Para o topping, só precisa de ter à mão, mais manteiga derretida, açúcar mascavado, farinha e nozes pecan partidas.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 8 pessoas, espreite aqui a receita original.

Sweet-Potato-Casserole-Recipe.jpg

 

 

a coroa de natal que vai arrasar na sua consoada

Pode ser uma entrada ou um acompanhamento para o seu peru ou o seu bacalhau. É uma típica salada caprese com redução de balsâmico só que em forma de coroa de Natal. Não é espectacular? A ideia é do ótimo blog Cafe Delites e já pedi ao meu querido Marido Mistério para fazer uma este ano. É facílima e fica um centro de mesa lindo!

Ponto prévio: vai precisar de uma redução de balsâmico. Se preferir faça em casa, fervendo num tacho o vinagre balsâmico com açúcar mascavado. Comece por aquecer em lume brando durante 4 a 5 minutos ou até o açúcar dissolver, depois vá aumentando o lume até ferver, finalmente reduza para lume brando durante 8 a 10 minutos até engrossar. Eu, que sou uma pessoa muito prática, prefiro comprar feito, para dar menos trabalho ao meu querido Marido Mistério.

Para a salada propriamente dita, precisa de tomate cherry, bolinhas de mozzarella, azeite, ervas aromáticas, folhas de manjericão frescas, flor de sal e pimenta preta moída.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, espreite aqui a receita original.

Caprese-Christmas-Wreath-IMAGES-1.jpg

 

batata doce caramelizada com mel e… o melhor é ler este post!

Ora aqui está um acompanhamento digno de uma soirée gastronómica de grande gabarito. Parece que também é um ótimo snack antes do ginásio, porque, além de ser delicioso, dá energia. Não sei. Eu tenho energia de sobra, só é pena não a gastar no ginásio, mas enfim, prioridades… Agora vamos lá à receita desta manhã: não perca tempo e faça já para o seu almoço. Vai saber-lhe lindamente neste dia frio. A receita é do blog Killing Thyme e demora 35 minutos a preparar.

Só vai precisar de uma batata doce cortada ao meio (ao comprido), azeite, mel, piripíri, paprica, pimenta caiena, sal, pimenta preta moída, uma lima cortada ao meio e salsa. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, espreite aqui a receita original.

Chili-Honey-Roasted-Sweet-Potatoes-12.jpg

 

 

a mais incrível combinação da cozinha: batata doce com óleo de coco (só com dois ingredientes!)

Antigamente, a chegada do Outono era sinal de casaquinhos de malha nos ombros e folhas castanhas no chão. Hoje, o Outono são 30 graus em Lisboa, 31 em Mirandela, 33 em Santarém, 35 em Vila Real de Santo António e – pode ir buscar o fato-de-banho – 37 graus centígrados (não, não estamos a falar de fahrenheit...) em Odemira.

É claro que, com um Outono destes a chegar no domingo, tínhamos de preparar uma comemoração decente. E por isso decidi fazer aquela que é para mim uma das mais deliciosas combinações da cozinha: umas fabulosas fatias de batata doce com óleo de coco derretido no forno – uma receita do fantástico site The Kitchn.

Para fazer esta delícia, que dá um incrível e facílimo acompanhamento, só vou precisar mesmo disso: duas batatas doces e quatro colheres de sopa de óleo de coco derretido. Para saber mais detalhes, consulte a receita original aqui.

edfe9ed943ad0b8b60747f5f19df8177d89e0841.jpeg

 

 

espetadas de batata doce com queijo derretido no forno, o acompanhamento de sonho para os santos populares

Época de Santos Populares cá em casa não é só época de sardinhas, bifanas e caracóis. É também época de batata doce assada no forno. Pensando bem, cá em casa a época de batata doce assada no forno dura o ano todo: começa com as receitas light da dieta de Ano Novo, continua com as batatas (doces) assadas no forno dos Santos Populares e acaba com as batatas doces gratinadas do Natal. Qualquer pretexto serve para fazer uma deliciosa batata doce macia por dentro e crocante por fora, com aquele sabor irresistível e viciante que contrasta na perfeição com qualquer alimento salgado.

Mas como diria o meu prezado Sogro Mistério, Basta de conversa! (Ele diz isto especialmente quando estou eu a falar...) É altura de agir! E cá em casa acção é sinónimo de fogão. Foi, por isso, exactamente aí que eu preparei esta verdadeira maravilha da cozinha: uma fabulosa espetada de espiral de batata doce assada no forno com alho, parmesão ralado e alecrim. Pense bem como é que esta delícia fica a acompanhar umas sardinhas assadas... Ou um entrecosto... Ou umas bifanas... Ou uns meros caracóis... Ou... Basta de conversa! É altura de agir!

batatadoce.jpg

 

 

gratinado de espargos com três queijos, uma entrada incrível ou um jantar original

É irresistível. Não há nada a fazer. O meu querido Marido Mistério fez esta maravilha que eu descobri no blog The Cookie Rookie e não sobrou um único espargo para contar a história. É deliciosa. É incrível. É uma tentação. É tão boa… E pode ser uma entrada ou, então, se não quiser engordar, faça como prato principal. Também cada dose são apenas 204 calorias, não é o fim do mundo! Demora menos de meia hora a fazer e é muito fácil.

Só precisa de espargos verdes selvagens com os pés cortados, manteiga com sal, farinha integral, mozzarella, queijo asiago e parmesão ralados, sal, pimenta preta e salsa para decorar.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

asparagus-gratin-7-of-7.jpg

 

tarte de cogumelos e camembert, um acompanhamento genial para o seu peru de natal

Como diria o nosso querido Jorge Perestrelo: “O que é que é isso, ó meu?”

Que maravilha de receita é esta, meu Deus? Adoro cogumelos e amo camembert! Que grande ideia para o jantar de Natal! Então se for vegetariano, vai adorar esta receita do blog Local Milk. Só não dá é para vegans, porque tem leite, manteiga e ovo, mas infelizmente não se pode ter tudo… Natal é Natal e é a época da paz, do amor e de desgraçar todas as dietas!

Para fazer esta delícia vai precisar de azeite, manteiga sem sal, tomilho fresco picado, chalotas médias picadas, alho picado, cogumelos sem pé lavados e picados, funcho, flor de sal, pimenta preta moída, xerez (ou vinho do Porto, porque não?), farinha, leite, caldo de legumes, mostarda Dijon, um camembert sem casca cortado em cubos, massa folhada, um ovo ligeiramente batido, sal grosso e tomilho para decorar.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente espreite aqui a receita original.

954A1650.jpg

 

 

chips crocantes de batata doce mergulhados num molho de queijo, o acompanhamento mais fácil para o seu jantar

Enquanto metade de Lisboa se anda passear pelas ruas da cidade com cartões da Web Summit pendurados ao pescoço, eu fecho-me na cozinha de avental atado à cintura. Tudo para descobrir novas e deliciosas receitas com batata doce para o jantar.

Cá em casa já entrámos em contagem decrescente para o Natal. E isso quer dizer que o meu fogão se transformou num laboratório de testes de pratos para a consoada. Especialmente, claro, pratos com batata doce que estão para a nossa vida assim como os computadores estão para a vida dos aspirantes a Paddy Cosgrave.

Esta fabulosa invenção do sempre fantástico site The Kitchn é quase perfeita porque junta o crocante dos chips de batata doce com a cremosidade do queijo derretido.

Tudo o que vou precisar para fazer esta delícia é de natas, manteiga sem sal, alho picado, louro, tomilho fresco, noz moscada, batata doce descascada e cortada às rodelas, queijo gruyère ralado, flor de sal e pimenta preta moída no momento. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente consulte a receita original aqui.

9c4a51e6d50e28d363d2a2d27b8ebc99ac16a929.jpeg

 

 

as mais simples e deliciosas batatas doces para o seu jantar

É tão fácil que até enerva. Batata doce já é deliciosa. Agora se levar uma fabulosa manteiga de alho por cima e um extraordinário queijo derretido a finalizar, melhor ainda. 

A fabulosa receita é do ainda mais fabuloso blog Cafe Delites e – agora é que vem a melhor notícia de todas – só leva 5 simples e fáceis ingredientes: batata doce, manteiga derretida, alho picado, salsa fresca picada e queijo parmesão. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, veja a receita original aqui.

Smashed-Sweet-Potatoes-29.jpg

 

 

couves de bruxelas panadas com queijo parmesão, a receita que vai mudar a sua vida (ok, posso estar a exagerar...)

Sei que vou ser trucidada por toda a gente pelo que vou escrever a seguir: eu adoro couves de Bruxelas desde criança. Também sei que não é normal, porque quase toda a gente que eu conheço não gosta. Os nossos Minimisteriosos adoram (ah, os mistérios insondáveis da genética!) mas tenho a perfeita noção de que é um fenómeno raro.

Esta receita do imprescindível blog Damn Delicious vai provocar uma revolução na boca de toda a gente. A partir de agora, as couves de Bruxelas vão transformar-se numa unanimidade. Esta versão é deliciosamente crocante e incrivelmente deliciosa. Vai ver que, depois de experimentar, não vai querer outro acompanhamento no seu prato.

Só precisa de azeite, pão ralado panko, queijo Parmesão ralado, tempero cajun (encontra aqui, por exemplo), couves de Bruxelas lavadas, farinha e dois ovos batidos.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 6 pessoas, espreite aqui a receita original.

sub-buzz-14758-1505943274-9.jpeg

 

puré de abóbora com queijo de cabra e alecrim, o acompanhamento ideal para… tudo!

Já partilhei aqui que adoro puré de batata e nunca como por duas razões: primeiro porque engorda e segundo porque dois dos meus queridos Filhos Mistério, ao contrário da maioria das crianças, não gostam de puré. Dá para acreditar numa coisas destas? Devem ser influências do paizinho gourmet…

Mas agora tudo vai mudar com esta espetacular receita do blog Recipe Runner que me está a deixar com ataques de ansiedade. Puré de abóbora com queijo de cabra? Além de ser muito mais saudável, é uma combinação genial. E não sei se peça ao meu querido Marido Mistério para fazer como acompanhamento – porque na realidade fica bem com tudo – ou se coma à colherada antes de ir para a mesa.

O meu querido e prendado Marido Mistério só vai precisar de abóbora-menina, descascada e cortada em cubos, queijo de cabra, leite, alecrim fresco picado, flor de sal e pimenta preta.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 a 6 pessoas, espreite aqui a receita original.

MashedButternutSquashwithGoatCheeseandRosemary1.jp

 

puré cremoso de batata doce com leite de coco, a melhor invenção da década

Andava eu diligentemente à procura de uma saborosa receita sueca com a qual pudesse homenagear a novíssima capacidade ficcional de Donald Trump, quando, de repente, me deparei com aquela que é provavelmente a melhor invenção dos últimos tempos. Não, não estou a falar de outro atentado inventado num país que aceite imigrantes, estou a falar de uma fabulosa receita do sempre incrível site The Kitchn: um cremoso puré de batata doce feito com um fabuloso leite de coco.

Além de lhe dar uma consistência quase de mousse, o leite de coco tem um sabor exótico que catapulta este puré para os píncaros da alta gastronomia mundial.

Tudo o que vai precisar para fazer esta delícia é de batata doce (claro!), leite de coco (evidente!), açúcar mascavado (o que seria de nós sem ele?), manteiga sem sal (já parava...), extracto de baunilha (ok, não digo mais nada!), canela, flor de sal e flocos de coco. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

46f45b07a3d8e577f7d96ac1a3d0dbcb4dce4925.jpeg