Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

sopa de morango e coco para fazer em cinco minutos

Ora aqui está uma sopa que vai conquistar a família inteira. Miúdos que torcem o nariz a uma sopa de legumes, isto é a vossa cara. Pessoas que, como eu, adoram sopa fria, vão adorar esta receita do blog Carlsbad Cravings. É macia, fresca, doce e cremosa. Facílima de preparar, pode fazer como sobremesa (ou entrada, porque não? Sopa é sopa) num jantar especial ou pode levar para a praia. A escolha é sua, mas não deixe de fazer.

Só precisa de morangos, iogurte de baunilha, sumo de laranja, sumo de limão, açúcar, creme de coco, extrato de baunilha, gengibre e canela em pó. Para decorar, pode usar hortelã, raspas de laranja e natas batidas, mas é opcional.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 6 pessoas, espreite aqui a receita original.

Chilled-Strawberry-Coconut-Soup-08.jpg

 

o almoço mais light para levar para a praia

Pense numa deliciosa sanduíche. Agora, tire-lhe o pão. Como é que fica? Não, não fica de rastos, fica este espectacular wrap sem hidratos de carbono. Aqui não há pão, tortillas ou qualquer tipo de farinha. Tudo é enrolado numa consistente folha de alface iceberg. 

Além de ficar muito mais fresco do que se usasse pão ou as tradicionais tortillas, também fica muito mais leve – tanto o wrap como a sua barriga.

Esta receita é do espectacular blog Lexi's Clean Kitchen e tem sido usada cá em casa em quase todas as nossas idas à praia. Enche, refresca e não engorda.

Só precisa de uma alface iceberg por cada dois wraps e depois colocar os ingredientes que quiser. Este wrap leva peito de peru fatiado, tomate cortado em meias rodelas, cebola roxa laminada, queijo em fatias, mostarda e bacon (que pode sempre substituir por uma carne fria mais light). Cá em casa também adoramos com salmão fumado e queijo creme. Ou com mozzarella, tomate e molho pesto. Enfim, é como lhe apetecer mais. Para saber as quantidades certas deste wrap, consulte a receita original aqui.

Lettuce-Wraps-Low-Carb-Keto.jpg

 

o mais fácil gaspacho de melancia e lima para combater este calor insuportável

Só de imaginar um fogão aceso, começo logo a suar. Confesso que, depois dos dois últimos dias, fechado num escritório em Lisboa, já estou a sentir uma ponta de saudade daquelas chuvinhas que tivemos em Julho. Meu, Deus, não é possível um meio termo?! Nem chuva nem o deserto do Sahara?! Assim um Verão normal, com temperaturas na casa dos 30º C, já me deixava feliz e contente. 

Enquanto isso não acontece, não me resta outra alternativa que não seja procurar as mais frescas e fáceis receitas para um almoço na praia. E, na pole position dessa corrida, está esta fabulosa sopa fria, que no fundo é um sumo, que no fundo é quase um gaspacho, que no fundo é doce... (ok, eu paro!)

Primeira boa notícia: não precisa de acender o fogão. Segunda boa notícia: não precisa de cozinhar. Terceira boa notícia: não precisa de engordar. No fundo, é só bater os ingredientes e comer. Ou bater e emagrecer. Como preferir.

A receita é do fantástico site Food & Wine e só leva melancia fresca sem sementes e cortada em cubos, sumo de lima espremido no momento, folhas de cerefólio (se não encontrar, pode substituir por salsa fresca), azeite, goma xantana (serve para engrossar ligeiramente a consistência e encontra à venda, por exemplo, no Jumbo), molho Tabasco (se gostar de picante) e flor de sal. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

melancia.jpg

 

 

salada de camarão com molho de iogurte grego para o refrescar do calor

Mal começam estas ondas de calor abarasador, só faço cá em casa receitas tão frescas como uma tarde de Outono e tão rápidas como o enriquecimento do Ricardo Robles. Não dá. A Família Mistério começa a reivindicar pratos leves e dietéticos e eu não tenho saída.

É por isso que hoje vou preparar para o jantar esta fabulosa receita do delicioso site Delish. Trata-se de uma fresquíssima salada de camarão na qual vou fazer uma ligeiríssima alteração para a tornar mais light: em vez de molho de maionese, vou preparar um molho de iogurte – grego, claro, que os nossos irmãos de crise merecem a toda a nossa solidariedade.

8a316d699bd04d02a06547bd5bcdf4fa.jpg

 

 

salada de morango e espinafres, o almoço mais fácil e light para levar para a praia

Confesso que tenho uma profunda alergia a almoçar sanduíches na praia. Além de ficar empanturrado com a quantidade de pão, é tudo menos uma opção fresca e saudável. Na praia, especialmente quando está calor, um almoço ideal é um almoço que misture verdes, fruta e uma proteína salgada. Numa palavra, é uma salada como esta espectacular e ultra-simples receita do site The Kitchn.

Para fazer esta maravilha, só precisa de espinafres baby (que, cada vez mais, eu adoro numa salada), morangos e queijo feta em crumble. Para topping, separe amêndoas tostadas e um fenomenal molho de vinagrete com sementes de papoila. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

653dc38aae4c29fe4c31a01ccbdf6d84b115618c.jpeg

 

 

almoço fresco e light para a praia: cuscuz de melancia e queijo feta com molho de lima

Não desista. O tempo pode estar esta desgraça ao fim-de-semana mas há-de melhorar. E, se não melhorar, só precisamos de nos convencer de que está bom para nos sentirmos como se estivéssemos numa praia das Maldivas.

Cá em casa, adoptámos uma medida radical: vamos comportar-nos como se estivessem 40 graus à sombra. Vamos à praia, vestimos o fato-de-banho, fazemos receitas de Verão. A única coisa que falta mesmo é sol e calor, mas isso é um detalhe irrelevante.

É por isso que esta semana vou fazer esta espectacular salada fresca de cuscuz e melancia, do fabuloso livro Simply Ancient Grains, da Maria Speck, para levar para praia e evitar a sanduichezinha do costume.

3ddb7a916f09e13978e8b58a8a194ff0197d224e.jpeg

 

quem precisa de um almoço fresco, fácil e paleo para levar para a praia?

Eu estou aqui sentado em casa com as duas mãos no ar para responder: Eu! Eu! Não há coisa pior do que demorar horas para sair de casa para a praia. Mas, infelizmente, com uma Família Mistério que não consegue, de maneira nenhuma, encurtar o intervalo de duas horas que separa o acto de acordar da porta da rua, já não sei o que fazer.

Entre pequeno-almoço, banhos, vestir e fazer um lanche para levar para a praia, os minutos arrastam-se insistentemente como se fossem o Neymar a rebolar pelo chão.

Hoje, espero conseguir acelerar ligeiramente a saída de casa com esta fabulosa receita do site The Kitchn. Trata-se de uns divinais muffins paleo sem farinha nem manteiga. Ficam tão bons quentes como frios, o que é tudo o que precisamos nos dias de calor.

Para fazer esta delícia, só vou precisar de cogumelos fatiados, cebola picada, espinafres baby picados, ovos, ghee derretida e arrefecida (é uma espécie de manteiga biológica sem lactose que encontra à venda no Celeiro), 220 g de hambúrguer, flor de sal e pimenta preta moída no momento. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

4151844b5427f5d762c5942743d7f05a1e7faa26.jpeg

 

salada de frango com pera e abacate, o meu almoço paleo para levar para o trabalho

Isto de estar de dieta é um calvário. Estou cercada de tentações por todos os lados a todas as refeições e, ou uma pessoa tem força de vontade e um imenso desejo de emagrecer, ou não dá. Porque não chega controlar-me ao pequeno-almoço e ao jantar. O almoço também é muito importante, sobretudo quando estamos rodeados de coleguinhas magros que podem comer tudo o que lhes apetece. Odeio-os.

Por isso, agora tenho de me preocupar também com o almoço. E esta receita do blog Add a Pinch é ideal para levar para o trabalho e comer escondida atrás do computador rezando para que ninguém se lembre de me oferecer qualquer coisa calórica que me desgrace mais uma vez.

Esta receita consegue fazer em meia hora. Depois é só guardá-la num tupperware e levá-la para o trabalho.

Só vai precisar de fatias de bacon cortadas em pedaços, peitos de frango sem pele nem osso, alecrim picado, folhas verdes, um abacate fatiado, peras também cortadas às fatias, cebolinho picado, nozes e molho de mostarda e mel.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

fall-chicken-avocado-pear-salad-recipe_DSC3847.jpg

 

 

muffins de batata doce e queijo parmesão, um almoço que pode levar para qualquer lado

Acho que estou com uma ligeira obsessão por batata doce. Não sei o que se passa comigo, só sei é que penso mais na batata doce do que na minha querida Mulher Mistério. 

Hoje acordei a sonhar com uma linda batata doce deitada no prato à minha frente. E a verdade é que saltei da cama directo para a cozinha para fazer uma fabulosa receita com esse ingrediente caído do céu. Depois percebi que afinal ainda era sexta-feira e que tinha mas é de ir trabalhar.

De qualquer forma, fica a promessa: quando chegar a casa, vou fazer este fabuloso almoço do fantástico site The Kitchn, uns incríveis muffins de batata doce e queijo Parmesão que ficam perfeitos a acompanhar uma divinal salada.

Tudo o que vou precisar é de batata doce descascada e ralada, queijo Parmesão, farinha, fermento, sal, tomilho seco, azeite, leite e um ovo. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

9081a294a83c9fb2b7fe91e334310087563c6a84.jpeg

 

a salada de atum ideal para a praia: com iogurte grego e para fazer em menos de 5 minutos

Enquanto José Sócrates passa os seus dias a investir na sua nova carreira de Youtuber, eu canalizo as minhas energias para a salada de atum. Não há receita mais fácil e mais rápida do que esta. Além disso, é fresca e fácil de levar para todo o lado, o que a torna um almoço perfeito para a praia. E como a praia está quase a acabar, eu continuo a experimentar.

Já experimentei salada de atum com massa fria, com abacate e até com batata doce e queijo derretido, o que é simplesmente divinal. Hoje vou testar uma maravilhosa receita de sanduíche de salada de atum com iogurte grego, do fantástico site The Kitchn. O iogurte grego dá-lhe um toque cremoso e substitui na perfeição a maionese. Já as duas fatias de pão integral permitem levar esta salada para a praia sem chatices.

saladadeatum.jpg

 

como transformar uma salada de atum numa refeição que o alimenta durante o dia inteiro

Ao olhar para esta fabulosa salada de atum com macarrão, sinto-me como um membro do Governo a olhar para um bilhete de avião oferecido pela Huawei: é uma tentação forte demais para mim. Eu sei que o macarrão engorda, eu sei que a maionese é calórica – mas não consigo resistir quando vejo este prato à minha frente.

Especialmente porque costumo ficar com fome se almoçar só uma salada de atum, mas, neste caso, a massa vai transformar esta salada num almoço para o dia todo. Além disso, a receita do New York Times é fácil de fazer e deve ser comida fria, o que, no Verão, é tudo aquilo com que um homem sonha. E, quando um homem sonha, a receita pula e avança.

Tudo o que vou precisar para fazer esta maravilha é de massa de cotovelinhos, atum em lata, aipo cortado às fatias, queijo cheddar em cubos, cebolinho picado, picles de pepinos laminados e maionese. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

22COOKING-TUNAMACARONISALAD1-articleLarge.jpg

 

5 deliciosos e facílimos almoços para levar para a praia (e que não são sanduíches)

Está um homem sozinho a trabalhar em Lisboa, enquanto o resto do país está estendido nas praias do Algarve (e também, de pé, nas filas para os restaurantes...), e o que é que ele faz? Reza para que comece a chover e o trabalho em Lisboa custe menos? Lança um mau olhado a toda a gente que está de férias? Não, este pobre homem é generoso e benemérito e, por isso, lança-se numa incansável busca pelas melhores e mais saudáveis receitas de almoços para os felizardos veraneantes poderem levar para a praia e usufruir ainda mais das suas férias.

Escusado será dizer que, caso ainda não tenha percebido, ele (o generoso e benemérito) sou eu próprio que, além de falar de mim mesmo na terceira pessoa, como fazia o Jardel, estou aqui à frente do computador a trabalhar para si, feliz veraneante.

Não está cansado da velha e calórica sanduíche? Não está farto de comer sempre o mesmo na praia enquanto contribui para insuflar essa pobre barriga? Calculei. É por isso que hoje tenho aqui 5 deliciosas receitas de almoços frios para levar na lancheira – e que não são sanduíches. Vai ver como, depois de provar isto, não vai querer outra coisa.

 

Salada de camarão com aipo e cebolinho

Old-Bay-Shrimp-Salad-1-1

Esta deliciosa receita do blog Once Upon a Chef é mais rápida do que a própria sombra. Tudo o que tem de fazer é cozer o camarão e descascá-lo. Depois, preparar um molho misturando numa taça maionese, molho inglês, vinagre, paprika, pimenta preta, pimenta vermelha, flor de sal e mais especiarias ao seu gosto (a receita original utiliza a mistura de especiarias Old Bay, mas eu nunca a encontrei à venda em Portugal). 

Junte o camarão com o molho e com aipo cortado em pedaços e cebolinho picado. Misture bem e guarde na lancheira. Vai ver como o seu almoço vai ser diferente. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, espreite a receita original aqui.

 

 

tostas de queijo de cabra com framboesas, um surpreendente almoço de verão

Há filmes que são um murro no estômago. Sabe aquela sensação de sairmos da sala de cinema e parecer que ainda ficamos por lá durante dias e dias? Aconteceu-me isso esta semana! Se ainda não viu, não perca o Dunkirk, de Christopher Nolan, uma história tão simples e tão bem contada que me deixou esmagada.

Tudo isto foi um pretexto (eu sei, a ligação não é brilhante mas a uma segunda-feira de manhã em que o país está todo de férias menos eu, é o que se arranja) para falar de... framboesas esmagadas! Eu avisei que não era brilhante. Mas esta receita do blog Wry Toast é tudo o que eu preciso para animar a minha segunda-feira e o meu estômago que ainda não recuperou do filme do Nolan. E já agora também é uma ótima ideia para os 99,999% de portugueses que estão de férias e sem imaginação e, por isso, precisam de uma sugestão de uma sanduíche original para levar para a praia.

Só vou precisar de framboesas (a receita original é com amoras, mas eu vou trocar), mirtilos, extrato de baunilha, açúcar, água, amido de milho (tipo Maizena), pão alentejano cortado às fatias, queijo de cabra e folhas de hortelã.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para cerca de 8 tostas, espreite aqui a receita original.

Blackberry-Toasts-Overhead-3-700x1054

 

o almoço para a praia mais fácil do mundo: uma sopa fria de iogurte grego e pepino que nem precisa de cozinhar

Eu sei que este não é um post consensual. Nem toda a gente gosta de sopas frias mas confesso que eu adoro! Gaspachos, vichyssoises, sopa de meloa, enfim, todas. E quando descobri esta receita no blog da Sonja Dahlgren, fiquei em êxtase. Não só porque dá um ótimo almoço para a praia como também porque é tão fácil de fazer que nem precisa de acender o fogão.

Ainda por cima, não engorda. Mas não se assuste com a lista de ingredientes: é grande, mas depois é facílimo.

Vai precisar de pepinos descascados e cortados em pedaços, nozes, alho (sem a parte do meio) e cebola picados, folhas de hortelã picadas, endro picado, piripíri, estragão, feijão branco cozinhado, iogurte grego (ou kefir), azeite, caldo de legumes ou de galinha, sumo de meio limão, vinagre balsâmico branco, sal e pimenta.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 6 pessoas, espreite aqui a receita original.

transferir

 

7 maneiras de transformar uma tosta crocante num almoço de cinco minutos para este verão

17196d3ef124b75139b9b3aa406915bfd4648a5a.jpeg

Enquanto os portugueses estão de férias no Algarve e os turistas estrangeiros estão a pagar 120 euros por um bacalhau com natas no restaurante Made in Correeiros, eu estou aqui ao computador a trabalhar para si. Já viu como o mundo é injusto? Podia estar refastelado na areia, com uma lancheira e um garrafão de vinho tinto, mas não, estou aqui à procura de almoços fáceis, rápidos, frescos e saudáveis para as suas férias de Verão.

E hoje tenho uma selecção de tostas crocantes com os mais espectaculares toppings, feita pelo fabuloso site The Kitchn. É claro que pode sempre substituir a tosta por uma sanduíche, transformar os toppings em recheios e levar para o seu almoço de praia. Mas como a minha querida e dietética Mulher Mistério gosta tanto de pão como o Ronaldo gosta do fisco espanhol, eu vou optar por umas tostas integrais. Depois é só escolher o que quer colocar por cima. Veja em baixo as nossas 7 combinações preferidas e aqui as 10 receitas completas feitas pelo The Kitchn.