Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

bolachas de aveia para o nosso lanche de domingo

Hoje acordei com uma necessidade abrupta de bolachas. Não estou a falar de bolachas de pacote, mas daquelas bolachas que a minha avó fazia todos os fins-de-semana e que enchiam a casa com um delicioso cheiro a açúcar torrado no forno.

Aquelas bolachas que eram um verdadeiro programa de fim-de-semana. Que me levavam a acampar na cozinha para ir tirando dedadas da fantástica massa que ia sendo preparada calmamente durante toda a tarde. Que iam saindo gradualmente, em apetitosos tabuleiros do forno, enchendo toda a casa com um ambiente irresistível.

Era um programa único que durava toda uma tarde e que me deixava a babar perante aquele carinho com que as coisas eram feitas. Além, claro, de me permitir lambuzar-me a rapar as varetas da batedeira até à última gota.

Para hoje, vou fazer umas fabulosas bolachas do fantástico blog Cooking Classy. E só vou precisar de farinha, canela, bicarbonato de sódio, fermento, manteiga sem sal, açúcar mascavado, açúcar granulado, ovos, extracto de baunilha, flocos de aveia, passas, sal e nozes picadas. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

oatmeal-cookies-3-768x1152.jpg

 

 

bolo de avelã, cacau e coco, uma deliciosa sobremesa sem farinha nem glúten

Já estivemos pior. Podia ser segunda-feira, mas não, já é quarta. Já faltou mais para o fim-de-semana. E para ajudar a acelerar o tempo, nada como um bolo delicioso, acabadinho de sair do forno e, sobretudo, saudável, como esta receita que descobri no site Cook Republic que, ainda, por cima, não tem glúten.

Só precisa de farinha de avelã, cacau em pó, coco desidratado, açúcar mascavado, ovos ligeiramente batidos, manteiga derretida, baunilha em pó, uma pitada de sal e cacau em pó extra ou açúcar de confeiteiro para decorar.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 10 pessoas, espreite aqui a receita original.

hazelnut_coconut_cake4.jpg

 

 

bolo de manteiga de amendoim para fazer numa caneca em apenas 4 minutos

Esta receita é um dos muitos guilty pleasures dos nossos Filhos Mistério, além de quase todos os chocolates que existem nos supermercados, de gomas, de pipocas, enfim de tudo o que faz mal e engorda. Não os posso censurar. Sou igual. E quando o nosso Filho Mistério com talento para chef descobriu esta receita no blog Mildly Meandering, a desgraça apoderou-se da nossa casa, ou melhor, da nossa cozinha. Arranja todos os pretextos e mais alguns para fazer esta maravilha: uma sobremesa de última hora, uma pausa nos estudos, um lanche tardio ou simplesmente porque sim. Ultimamente já nem inventa pretextos. Entra na cozinha, pega nos ingredientes e lá vai ele. São 2 minutos a preparar e 2 minutos no micro-ondas.

Só precisa de ter à mão farinha, açúcar mascavado, fermento, canela em pó, extrato de baunilha, leite, manteiga derretida e manteiga de amendoim. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para uma pessoa, espreite aqui a receita original.

01-Peanut-Butter-Mug-Cake.jpg

 

 

donuts de chocolate com menos de 100 calorias

Depois de ontem ter visto, no cinema, o Dick Cheney a lambuzar os dedos a seguir a cilindrar três donuts de rajada, durante uma reunião na Casa Branca, deu-me uma vontade incontrolável de fazer esta delícia cá em casa. Não é que os dedos sapudos do Dick Cheney me abram o apetite, mas os donuts sempre foram um mistério para mim: se são tão simples de cozinhar, por que raio é que não podem ser feitos em versão saudável?

Não podem?! É claro que podem! E devem! Felizmente, antes que a minha querida Mulher Mistério começasse a esbracejar porque ontem já tinha bebido um copo de vinho e não podia fazer mais disparates (mas deu 10.983 passos ao longo do dia para compensar – estou assustado, a mulher está outra!), apresentei-lhe os números em minha defesa: 88 calorias por donut sem cobertura de açúcar, 98 calorias por donut com cobertura de açúcar. 

Eu sei que parece mentira, mas é verdade. Tudo o que tem de fazer é seguir esta incrível e facílima receita do fabuloso blog Hapiness is Homemade.

De ingredientes, vai precisar de farinha de trigo integral, açúcar de coco, açúcar mascavado, cacau em pó sem adoçante, fermento, bicarbonato de sódio, sal, ovos, extracto de baunilha, iogurte grego natural, doce de maçã sem açúcar, courgette ralada (a ideia é que as raspas de courgette fiquem pequenas para não se notarem muito na massa) e pepitas de chocolate. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, veja a receita original aqui.

Healthy-Double-Chocolate-Zucchini-Donuts.jpg

 

 

dieta cetogénica: bolo sem farinha numa caneca para fazer em 3 minutos

Estou cada vez mais fã desta dieta keto ou cetogénica. É possível emagrecer sem morrer de fome! À partida, sou fã de qualquer dieta que permita comer queijo. É que eu não resisto a nenhum queijo, nem o Flamengo me escapa.

Por isso, ando viciada em receitas permitidas por esta dieta tão generosa.

Este bolo na caneca que descobri no blog Sweet C’S é fácil, é delicioso, demora 3 minutos a fazer e não estraga a sua dieta keto.

Só vai precisar de manteiga de amendoim em pó (pode comprar aqui), farinha de coco, um ovo, stevia, bicarbonato de sódio, sumo de limão e pepitas de chocolate.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 1 pessoa, espreite aqui a receita original.

Chocolate-Chip-Cookie-in-a-Mug-Keto-recipe-picture.jpg

 

 

a massa é de panquecas, o recheio é de cheesecake: são os muffins mais fofinhos para o seu lanche

Imagine umas panquecas fofinhas com o dobro da altura. No fundo, são umas panquecas com o dobro da fofura. Eu sei, o fim de ano dá-me para a linguagem cutchi-cutchi e para o abuso de palavras como fofinho, fofura e gostosura, mas não mude já para o blog do Cláudio Ramos – eu prometo que me controlo.

A questão é que, de facto, estes muffins são os mais macios, leves e fofinhos que já experimentei. E depois ainda levam queijo creme, o que lhes dá aquela divinal textura do cheesecake. 

Sirva-os hoje ao lanche, com um delicioso doce de morango por cima e vai ver como entra em 2019 com o pé direito.

muffins-4.jpg

 

 

banoffee com doce de leite, mais uma sobremesa facílima para um dia de festa

Não posso ouvir nada. Era a nossa querida leitora Carla Santos a pedir-nos uma deliciosa receita de banoffee, no nosso Instagram, e eu a vestir o avental. É mais forte do que eu. Os doces estão para a minha vida assim como o Rudolfo está para a vida do Pai Natal: já não conseguimos viver afastados. E então se tiverem banana, melhor. E doce de leite, mais ainda. E os dois juntos é como ter a Lapónia em nossa casa.

Depois de muito procurar, encontrei finalmente, no fantástico site da Donna Hay, uma receita de banoffee à medida da Família Mistério: fácil, cremosa e rápida de preparar. A base é feita com coco seco ralado, manteiga derretida e bolachas shortbread, mas eu vou substituí-las por bolachas de gengibre para lhe dar um toque picante que contraste com a banana. Para o recheio, vou precisar de doce de leite, quatro bananas cortadas em rodelas fininhas, natas azedas (sour cream) e natas light. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

banoffee_pie.jpg

 

chegou a nossa miss 2018: uma árvore de nutella para fazer num instante

Todos os anos, organizamos cá em casa um pequeno concurso de misses. Só que em vez das netas da Ana Maria Lucas, desfilam as mais bem apessoadas sobremesas de Natal. A vencedora tem como prémio um lugar à mesa da Consoada Mistério. No final, tem o privilégio de ser devorada em menos de 5 minutos por toda a Família Mistério em peso (e, neste caso, a palavra "peso" é para ser lida no seu sentido mais literal).

No ano passado, a grande vencedora foi uma fabulosa flor de maçã que publicámos no nosso livro e para a qual fizemos um vídeo com a preparação. Este ano, o título vai para esta estrondosa árvore de Natal de Nutella, do incrível site Tastemade.

Para fazer esta maravilha, só vai precisar de massa folhada, Nutella, amêndoas tostadas laminadas e uma gema de ovo. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

orig_christmas-tree-nutella-pie-201710232143018023

 

 

bolo de chocolate cremoso sem farinha para um jantar sem glúten

Já contei aqui no blog que uma dieta sem glúten, além de ser uma necessidade essencial para os celíacos, é uma ótima aliada para emagrecermos. Tenho uma amiga que, só por ter cortado no glúten, emagreceu de uma forma que me chega a enervar só de me lembrar. A inveja é um sentimento muito triste, não é? Ainda, por cima, nesta época de paz, amor e em que todos somos tão bonzinhos uns para os outros. Eu sei, não devia ter este tipo de sentimentos, mas a verdade é que morro de inveja de pessoas com força de vontade. A minha está ao nível das temperaturas da Sibéria por esta altura. Mas enfim, não custa voltar a tentar. Esta receita do blog Baker By Nature não tem glúten, é facílima e absolutamente divinal.

Só precisa de manteiga sem sal, chocolate semi-amargo cortado em pedaços, 6 ovos, extrato de baunilha, cacau em pó, sal e açúcar. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, espreite aqui a receita original.

IMG_3603-5-2.jpg

 

 

como fazer a tarte de maçã mais fácil de sempre

Cá em casa, tarte de maçã é coisa que não falta do Natal. E com a semana do Thanksgiving a chegar, eu entrei oficialmente em modo natalício – ou seja, já estou a programar o que é que vou fazer este ano para a consoada. E a primeira nomeada para o prémio de Miss Natal 2018 é esta deliciosa e facílima tarte de maçã do site Pillsbury.

Em primeiro lugar, se optar por comprar a base da tarte já pronta, só vai precisar de mais seis ingredientes. Depois, na prática só tem 15 minutos de trabalho porque tudo o resto é esperar que a tarte coza no forno.

s731605203434032016_p2_i1_w640.jpeg

 

bolo de chocolate e castanhas sem glúten para celebrar o sucesso do BrunchVilla

Ufa! Sim, estamos vivos. Sobrevivemos a este fim-de-semana. E hoje voltamos ao trabalho, como uma segunda-feira qualquer, em modo cadáver ambulante. Sou capaz de ter emagrecido só com o stress. Não, infelizmente, não aconteceu. Mas hoje vou ressuscitar graças a esta incrível receita que descobri no blog Chew Town. Castanhas e chocolate na mesma receita é provavelmente a melhor ideia de sempre a seguir à invenção da roda, da descoberta da penicilina e das fraldas descartáveis.

Ok, se calhar estou a exagerar um bocadinho, mas é uma combinação incrível, não acha? Ainda por cima não tem glúten. Só vai precisar de um bom chocolate preto, ovos, uma pitada de sal, manteiga, açúcar de confeiteiro e farinha de castanha.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, espreite aqui a receita original.

Gluten-Free-Chocolate-Chestnut-Cake.jpg

 

 

bolo de nutella na caneca com apenas 3 ingredientes para fazer no micro-ondas

Confesse lá. Já tinha saudades de uma receita assim: tentadora, deliciosa, facílima, rápida e totalmente para a desgraça. Mas eu estou a precisar disto. Peço desculpa pela interrupção, mas a minha dieta segue dentro de momentos. Estou a precisar desta maravilha que, claro, é para a desgraça, mas para tudo: não tem nem farinha nem açúcar. Estou a precisar de forças porque a semana ainda vai a meio e não tenho horas suficientes para fazer tudo o que preciso de fazer. E uma das razões é que estamos a preparar uma surpresa para si. Quando pudermos revelar, garanto-lhe que vai ser o primeiro a saber. Até lá, talvez enlouqueça. Ou talvez não, porque vou compensando o meu cansaço extremo com alguma dose de loucura e com shots energéticos como este que descobri no blog Kirbie Cravings.

Só preciso de Nutella, um ovo e cacau em pó. E é isto. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, espreite aqui a receita original.

3-ingredient-flourless-nutella-mug-cake-23.jpg

 

 

tarte de figos com iogurte grego e ricotta para comemorar a nossa nomeação para os blogs do ano

"Exmo. Senhor Presidente do Júri,

Exmas. Senhoras e Senhores Jurados,

Ilustres Senhoras e Senhores Membros da Organização,

Distintos Nomeadas e Nomeados

Caras e Caros Convidados,

Senhoras e Senhores Jornalistas,

Portugueses,"

O nosso solene discurso de agradecimento por mais uma nobre nomeação do Casal Mistério para o prémio Blogs do Ano podia começar assim, mas preferimos fazê-lo de uma maneira ligeiramente mais informal:

Figo,

Iogurte grego,

Queijo ricotta,

Queijo creme,

Mel,

Raspas de limão,

Gente que gosta de comer,

Eu sei que esta introdução não tem a solenidade de um discurso do Ferro Rodrigues na Assembleia da República, mas é a nossa forma mais íntima e sincera de agradecer outra incrível nomeação para os Blogs do Ano, organizados pela Media Capital. Em três anos de prémio, esta é a terceira nomeação e nós sentimo-nos tão felizes como o Florêncio Almeida cada vez que vê um Uber ser mandado parar pela polícia.

É claro que, com uma notícia destas, hoje precisávamos de ter festa cá em casa. E Festa Mistério é igual a Doce Mistério. Por isso vamos fazer esta divinal tarte de figos com iogurte grego e queijo ricotta, do fantástico chef australiano Matt Moran.

Para fazer esta delícia vai precisar de queijo creme, ricotta, iogurte grego, açúcar, mel, raspas de um limão, as sementes de vagem de baunilha, ovos, figos cortados em quartos e pistácios. Para a base, precisa de farinha, açúcar de confeiteiro, canela em pó, sal, manteiga e três gemas de ovos. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

944502963ca5bf239edfe2e813f75960.jpeg

 

 

ainda estou em choque: a receita de pastéis de nata "portugueses" do jamie oliver leva...

portuguese-custard-tart-758547_960_720.jpg

...Peço desculpa pela pausa dramática, mas ainda me estou a tentar recompor do baque: crème fraîche?! Eu repito: crème fraîche?! Os nossos queridos pastéis de nata?! Como é que uma receita típica portuguesa, criada algures no século XVIII, pode levar um ingrediente com um acento circunflexo em cima do "i". Um ingrediente que nem sequer se digna a ter uma tradução para português?! O que é que terá passado pela cabeça do Jamie Oliver?

Estava eu ontem tranquilamente a fazer o desmame de mais uma dieta da minha querida Mulher Mistério (tradução: estava eu ontem, às escondidas, à procura de uma boa receita de pastéis de nata para fazer sorrateiramente em casa) e eis que esbarro com a receita que Jamie Oliver publicou no seu livro 30 Minute Meals. Com direito a vídeo e tudo, tal é o descaramento!

94162-blog2b-2bjamie2boliver2b302bminute2bmeals2bb

Primeiro ponto: o crème fraîche. Desde quando é que uma embalagem de crème fraîche passou do hall de entrada dos Pastéis de Belém? Ou da Manteigaria? Ou da Aloma? O crème fraîche é o Bombarralense do campeonato dos alimentos. É a equipa B das natas frescas. É aquilo que usamos quando não temos mais nada para colocar e precisamos de uma solução desesperada.

Segundo ponto: os pastéis de nata "portugueses" do Jamie Oliver ainda levam uma cobertura de caramelo de laranja! Ora, eu sei que aquele queimadinho por cima dos pastéis de nata intrigou o Jamie. Também me fascina a mim. Mas um pastel de nata não é um leite creme. E também não é uma laranjada. Por isso, onde é que o nosso Jamie foi buscar o caramelo com sumo de laranja espalhado por cima?

Eu compreendo que não queira ver mais nada sobre este tema, eu próprio estou indisposto. Mas se insistir, tem aí em baixo a receita completa dos pastéis de nata "portugueses" segundo o Jamie Oliver. Vade retro!

 

 

como fazer uma divinal e facílima tarte de limão e leite condensado

Estou viciado. Assumo. Não há dieta que me consiga manter afastado de uma fabulosa tarte de limão. Ela pode estrebuchar, pode rabujar, pode até choramingar – mas eu não vou parar (ena, que belo verso!). Esta fabulosa tarte de limão com... (pequena pausa dramática para aumentar a emoção)... leite condensado... (mais uma pausa para gritarmos um "uau"!)... é perfeita para estes dias de calor: é leve, fresca e facílima de fazer.

A receita é baseada numa criação do chef americano Bill Smith e foi preparada pelo The New York Times. Segundo o jornal, é um autêntico "dia de Verão em forma de tarte".

Para a base, só vamos precisar de 200 g de bolachas de água e sal, 3 colheres de sopa de açúcar e 115 g de manteiga à temperatura ambiente. Para o recheio, separe 4 gemas de ovo, 1 lata de leite condensado e 120 ml de sumo de limão. Se quiser, também pode espalhar por cima, no momento de servir, um fenomenal chantilly com raspas de limão. Para tirar dúvidas, veja aqui a receita completa.

merlin_141364530_a347f792-5279-4738-9d76-72114e893