Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

este cheesecake de manteiga de amendoim nem precisa de forno! arrisca-se a ser o mais fácil de sempre

Esta receita consegue ser ainda mais fácil do que pedir um empréstimo na Caixa Geral de Depósitos durante os Governos de José Sócrates. Não precisa de forno nem de fogão. É só bater e comer. E, melhor ainda: a consistência é tão leve e cremosa como um Cornetto Soft. 

Quem inventou esta verdadeira preciosidade foi a autora do fantástico blog Skinny Taste. É lá que eu encontro sempre os mais fáceis e divinais bolos e doces que até conseguem conquistar a minha empenhada, radical e dietética Mulher Mistério. 

O mais importante, para fazer esta beleza, é comprar uma base de tarte pronta a comer. É isso que vai evitar a utilização do forno. Em alternativa pode sempre misturar bolachas trituradas e levar ao forno durante dez minutos. Mas, a um dia de semana, eu prefiro sempre a opção mais rápida.

Para este cheesecake, escolha uma base de chocolate, depois precisa de queijo creme à temperatura ambiente, açúcar de confeiteiro, manteiga de amendoim e natas para bater. Para colocar por cima, use molho de chocolate. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

Peanut-Butter-Pie-1-2.jpg

 

 

a massa é de panquecas, o recheio é de cheesecake: são os muffins mais fofinhos para o seu lanche

Imagine umas panquecas fofinhas com o dobro da altura. No fundo, são umas panquecas com o dobro da fofura. Eu sei, o fim de ano dá-me para a linguagem cutchi-cutchi e para o abuso de palavras como fofinho, fofura e gostosura, mas não mude já para o blog do Cláudio Ramos – eu prometo que me controlo.

A questão é que, de facto, estes muffins são os mais macios, leves e fofinhos que já experimentei. E depois ainda levam queijo creme, o que lhes dá aquela divinal textura do cheesecake. 

Sirva-os hoje ao lanche, com um delicioso doce de morango por cima e vai ver como entra em 2019 com o pé direito.

muffins-4.jpg

 

 

não vale a pena ler este texto, limite-se a olhar para a foto deste divinal cheesecake de abóbora

É quase uma obra de arte. Encare este blog como o Louvre da gastronomia e esta receita como uma pequena e humilde Mona Lisa. Eu cá vou guardá-la por trás de um vidro à prova de bala para ninguém lhe tocar. É só ver e babar. Ainda por cima, só leva 5 ingredientes. É pura alta cultura!

Para tentar recriar em casa esta verdadeira pintura renascentista, do site The Kitchn, vai precisar de fazer um puré de abóbora condimentado com canela, gengibre, noz moscada e cravinho a gosto. Depois, separe queijo creme, natas para bater, açúcar mascavado e bolachas digestive. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

5dd6797b16355bf3518b5e60022a87cbcd45b75a.jpeg

 

cheesecake de mirtilos para celebrar o nosso evento: a primeira feira de brunch em portugal!

Estamos numa excitação só comparável à dos fãs do Justin Bieber quando o seu ídolo está prestes a entrar em palco. Não. Estamos a gozar. Estamos muito piores. Só não estou a levitar porque infelizmente o meu peso não me permite! Estamos felizes da vida porque vamos organizar o nosso primeiro evento: a primeira feira de brunch em Portugal. O BrunchVilla vai acontecer mesmo! Que nervos! Vai ser no fim de semana de 10 e 11 de novembro, em Marvila, e contamos consigo para celebrar toda esta loucura. Mas, até lá, vamos celebrando e engordando aqui por casa com receitas como esta que descobri no blog Sugar Et Al.

Se quiser fazer esta maravilha, vai precisar de farinha de amêndoa, açúcar mascavado e manteiga sem sal derretida para a base. Para o recheio, precisa de queijo cottage (se quiser pode usar requeijão), iogurte grego, ovos batidos, açúcar de confeiteiro, farinha de milho e extrato de baunilha. Para a compota de mirtilos, precisa de mirtilos frescos ou congelados, açúcar de confeiteiro e sumo de limão fresco. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para um cheesecake, espreite aqui a receita original.

589A8613-768x1123.jpg

 

é vegan, não tem glúten nem açúcar, parece um cheesecake mas…

Esta receita do blog Pyszne Kadry dividiu o meu coração. Peço ao meu querido Marido Mistério para fazer como sobremesa ou para o pequeno-almoço? É que estou doida para provar este recheio de caju. Além disso, é vegan, sem açúcar e sem glúten. Parece um cheesecake, mas é sobretudo uma receita leve e saudável que pode comer a qualquer hora.

Só vai precisar, para a base, de 25 g de amêndoas, 25 g de avelãs e 6 tâmaras sem caroço. Para o recheio, 80 g de cajus, 3 colheres de sopa de leite de coco e de geleia de agave. E para a mousse de framboesa, precisa de 100 g de framboesas, 2 colheres de sopa de geleia de agave e coco ralado.

DSC_1050-2.jpg

 

 

tarte de figos com iogurte grego e ricotta para comemorar a nossa nomeação para os blogs do ano

"Exmo. Senhor Presidente do Júri,

Exmas. Senhoras e Senhores Jurados,

Ilustres Senhoras e Senhores Membros da Organização,

Distintos Nomeadas e Nomeados

Caras e Caros Convidados,

Senhoras e Senhores Jornalistas,

Portugueses,"

O nosso solene discurso de agradecimento por mais uma nobre nomeação do Casal Mistério para o prémio Blogs do Ano podia começar assim, mas preferimos fazê-lo de uma maneira ligeiramente mais informal:

Figo,

Iogurte grego,

Queijo ricotta,

Queijo creme,

Mel,

Raspas de limão,

Gente que gosta de comer,

Eu sei que esta introdução não tem a solenidade de um discurso do Ferro Rodrigues na Assembleia da República, mas é a nossa forma mais íntima e sincera de agradecer outra incrível nomeação para os Blogs do Ano, organizados pela Media Capital. Em três anos de prémio, esta é a terceira nomeação e nós sentimo-nos tão felizes como o Florêncio Almeida cada vez que vê um Uber ser mandado parar pela polícia.

É claro que, com uma notícia destas, hoje precisávamos de ter festa cá em casa. E Festa Mistério é igual a Doce Mistério. Por isso vamos fazer esta divinal tarte de figos com iogurte grego e queijo ricotta, do fantástico chef australiano Matt Moran.

Para fazer esta delícia vai precisar de queijo creme, ricotta, iogurte grego, açúcar, mel, raspas de um limão, as sementes de vagem de baunilha, ovos, figos cortados em quartos e pistácios. Para a base, precisa de farinha, açúcar de confeiteiro, canela em pó, sal, manteiga e três gemas de ovos. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

944502963ca5bf239edfe2e813f75960.jpeg

 

 

abra essa boca de espanto: o cheesecake do gordon ramsay é fácil, saudável e nem sequer leva açúcar

Só há uma coisa que me assusta mais do que um grito de "Está certo!" da Cristina Ferreira: um ataque de fúria do Gordon Ramsay. Apesar de ter um tom de voz ligeiramente mais grave do que a apresentadora, aqueles olhos esbugalhados por baixo daquele cabelo desgrenhado conseguem fazer-me saltar do sofá em menos de um segundo.

É por isso que tenho um muito apreciável respeitinho pelo chef britânico e, cada vez que encontro uma nova receita sua, corro logo para a cozinha com medo de levar dois gritos seus pelo caminho. Hoje o que me fez saltar do sofá foi este divinal, facílimo e saudável cheesecake. Além de ser perfeito para a dieta – não leva farinha nem açúcar refinados –, prepara-se dentro de um frasco, o que quer dizer que pode ser levado, debaixo do braço, para um lanche light no trabalho.

ResizedImage600333-Cheesecake-in-a-jam-jar.jpg

 

 

o melhor bolo que provámos este ano: cheesecake de figo e mel

Antes de qualquer outra coisa, vamos às apresentações: caro, ilustre e distinto leitor, apresento-lhe a Madame Cheeselova. Não tenha medo, não é uma "madame" dos anos 50 e não é polaca. É bem portuguesa e começou a vender, há uns anos, cheesecakes nova-iorquinos através do Facebook

Os cheesecakes nova-iorquinos são cozidos lentamente, a baixa temperatura, no forno, o que os deixa com uma massa cremosa e muitíssimo suave. Só isso já me faria encomendar um verdadeiro camião de bolos cá para casa. Mas há mais. À massa, a Madame mistura ainda um fabuloso puré feito com fruta fresca, o lhe que dá ainda mais cremosidade e muitíssimo mais sabor. E depois inunda o cheesecake por cima com os mais variados e criativos toppings: fruta fresca, caramelo salgado, lemon curd, mel, etc..

IMG_20180904_114117.jpg

 

 

cheesecake de banana e caramelo, uma receita incrivelmente saudável, vegan e sem glúten

Acredita que esta receita se faz em 20 minutos? Estou completamente rendida. É saudável, é vegan, é sem glúten e é uma maravilha. Descobri esta delícia no blog Beaming Banana e já é oficialmente a minha sobremesa preferida. Ainda por cima não tem açúcar. E, sim, tem caramelo. Só que saudável.

Só vai precisar, para a base, de farinha de amêndoa e de uma pasta de tâmaras (bastam 15 tâmaras trituradas com uma chávena de água quente). Para a camada de banana, vai precisar de duas bananas cortadas às rodelas e, para a camada de cheesecake, precisa de cajus (previamente ensopados), tâmaras e água quente. Para decorar, guarde o resto da pasta de tâmaras e mais bananas às rodelas.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, espreite aqui a receita original. 

Vegan-Banana-Caramel-Cheesecake-9.jpg

 

 

cheesecake de iogurte grego com frutos vermelhos sem açúcar

Pode ser um pequeno-almoço ou uma sobremesa deliciosa. Por mim, comia a qualquer hora. Não tem açúcar, por isso, não é um atentado para a minha eterna dieta. É só uma ligeira facadinha. Nada a que o meu maltratado corpo não esteja habituado. A receita é do ótimo blog Camille Styles e é muito simples de fazer

Só vai precisar, para a base, de bolachas digestive (a receita original é com graham crackers, mas não são muito fáceis de encontrar) e de óleo de coco derretido. Para o cheesecake propriamente dito, precisa de queijo creme, iogurte grego, mel ou xarope de ácer, sumo e raspas de um limão e extrato de baunilha. Para decorar, pode usar frutos vermelhos ou a sua fruta preferida (pêssego, manga ou kiwi, por exemplo), amêndoas laminadas tostadas e coco ralado tostado.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 a 6 pessoas, espreite aqui a receita original.

no-bake-cheesecake-87.jpg

 

 

cheesecake de manga sem glúten nem açúcar para comemorar o dia do cheesecake

Se, nos Estados Unidos, se comemora hoje o Dia Nacional do Cheesecake, é claro que nós estamos aqui, a 5419 quilómetros de distância, prontos e direitinhos para começar a comer. Não íamos fazer uma desfeita dessas aos nossos irmãos americanos, não é verdade? Além disso, não compreendo como é que uma data com tamanha relevância histórica ainda não se tornou um feriado internacional. 

Mas enfim... O que interessa é que hoje é dia de festa do cheesecake. E por isso vou fazer para a minha vasta Família Mistério este fabuloso e ultra-saudável cheesecake de manga, do fantástico blog Down Shiftology. Além de não levar açúcar, não tem farinha nem sequer leite. Mais dietético é impossível, estás a ouvir, minha querida e obstinada Mulher Mistério?

Para fazer a base do cheesecake, só vou precisar de nozes macadâmia, nozes pecan, coco ralado, tâmaras sem caroço e flor de sal. Para o recheio, não há cá queijo creme – há cajus crus que deve deixar mergulhados em água de um dia para o outro, mel, água, óleo de coco, mais coco ralado, sumo de limão espremido no momento e o interior de uma vagem de baunilha raspado (também pode usar extracto de baunilha se preferir). Finalmente, a cobertura leva manga fresca e cortada em pedaços, mais mel, macadâmia, sumo de limão e coco ralado. Se quiser, ainda pode espalhar por cima uns flocos de coco no momento de servir. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

coconut-macadamia-and-mango-cheesecake-3.jpg

 

 

cheesecake vegan de limão tão fácil, tão fácil que nem precisa de cozinhar

Estamos perante um dos doces preferidos da minha querida Mulher Mistério. O cheesecake está para a vida dela assim como a laca está para a vida do cabelo do Donald Trump. Por isso, esta é minha oportunidade de a convencer a deixar-me fazer um doce para este fim-de-semana.

Além disso, esta fabulosa receita do fantástico blog Down Shiftology é vegan e não leva farinha, nem leite, nem açúcar, nem “cheese”. É quase tão saudável como um smoothie detox.

Para fazer a base do cheesecake sem cheese, vai precisar de amêndoas cruas, coco ralado, tâmaras e óleo de coco derretido. Para o recheio, separe cajus crus (deixados mergulhados em água fria de um dia para o outro e escorridos antes de usar), água, xarope de ácer, mais óleo de coco derretido, sumo de limão espremido no momento e duas vagens de baunilha (só vai raspar o interior e aproveitar as sementes que saírem). Para o topping, use molho de caramelo ou, se preferir inovar e abandonar a ideia do vegan, experimente com chocolate derretido que é capaz de ser aquilo que vou fazer cá em casa.

Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

vegan-caramel-cheesecake-4.jpg

 

 

cheesecake vegan, sem açúcar nem glúten para fazer em poucos minutos num frasco

Esta receita, no fundo, é um cheesecake servido num copo ou num frasco. Incrivelmente original e delicioso, este cheesecake sem queijo é super saudável porque é rico em antioxidantes e mantém-nos cheios até à hora de almoço. A receita é do blog NM Meiyee e é perfeita: consegue ser cremosa e fresca ao mesmo tempo. E é facílima de fazer.

Só precisa de amoras e uma banana congeladas e leite de amêndoa para a base de amora. Depois, precisa de cajus ensopados, extrato de baunilha, mais duas bananas congeladas e leite de amêndoa e iogurte de soja para a camada de cheesecake.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 2 pessoas, espreite aqui a receita original.

IMG_6771-2-copy.jpg

 

 

não parece, mas é um cheesecake saudável feito com iogurte grego e flocos de aveia...

...e manteiga de amendoim, e farinha integral. Basicamente, é a tentação em forma de bolo. E depois tem outra vantagem: pode cortá-lo em quadrados e levá-lo para qualquer lado. Por exemplo, já imaginou o que é um lanche no trabalho a comer esta maravilha?

A receita divinal é do fantástico blog Food Faith Fitness e é das coisas mais fáceis de fazer. Para começar a conversa, só vou precisar de seis ingredientes para a base: farinha integral, flocos de aveia, açúcar mascavado, bicarbonato de sódio, sal e óleo de coco. Para o recheio, vai ter de separar queijo creme (light, claro, que estamos em época de dietas), iogurte grego, açúcar, extracto de baunilha, uma clara de ovo e pepitas de manteiga de amendoim. Sim, pepitas de manteiga de amendoim! Eu já as encontrei à venda na Glood, mas também poderá encontrar noutras mercearias estrangeiras. Se não as conseguir comprar, pode sempre substituí-las por pepitas de chocolate.

Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

peanut-butter-cheesecake-picture.jpg

 

cheesecake de chocolate vegan para fazer em 20 minutos

Este ano, vamos ter duas Páscoas: a dietética e saudável, liderada pela minha querida e certinha Mulher Mistério, e a calórica e descontrolada, conduzida por esta pobre alma em permanente tentação que lhe escreve neste momento. Não se preocupe: para compensar os excessos que me estou a preparar para ingerir, já comprei um lugar cativo no ginásio e uns ténis novos para ir correr todos os dias até ao Verão.

Seja como for, apesar de eu educadamente dizer que a Páscoa saudável é liderada pela minha querida Ela, cabe-me a mim encontrar as receitas adequadas. E prepará-las. E cozinhá-las. E servi-las. É a escravidão mistério em todo o seu esplendor.

O que vale é que eu estou empenhado em transformar as duas Páscoas em Páscoas deliciosas. E para isso conto com este estrondoso cheesecake de chocolate vegan e sem açúcar do espectacular blog Ambitious Kitchen.

Para a base, vou precisar de pretzels, manteiga de amendoim sem açúcar, óleo de coco derretido e xarope de ácer. Para o recheio, vou comprar chocolate vegan (encontra à venda, por exemplo, no Celeiro), silken tofu (ou tofu seda, também à venda no Celeiro), extracto de baunilha, café já feito e xarope de ácer (dependendo de o chocolate ser doce ou não). Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

tofu-cheesecake-5.jpg