Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

o mapa para saber o que comer em espanha e itália

É um guia gastronómico perfeito de dois dos países onde melhor se come na Europa. Isto sem contar com Portugal, claro. O site Travel Supermarket resolveu recriar os mapas de Espanha, Itália e Grécia, seguindo as comidas típicas de cada região. Dos presuntos de Castela e Leão ao polvo da Galiza, está lá tudo, passando pelo parmesão de Emilia Romagna e pelo queijo feta de Creta. Nós escolhemos os nossos dois países preferidos para comer: Espanha e Itália.

Antes de embarcar na sua próxima viagem pela Europa, estes são os mapas que tem de seguir para comer bem.

Spain-On-The-Map.jpg

 

 

 

porque é que nunca, jamais, em tempo algum deve comer a parte boa de um pão com bolor

Já estou a sentir esses dentes cerrados daquela expressão típica de:

– Ups, acho que já fiz asneira! 😬

É verdade, até eu, um cuidadoso e diagnosticado hipocondríaco, não resisto a deitar fora apenas o pedaço de pão onde está o bolor e a comer, como se nada fosse, tudo o resto que esteja branquinho. E faço (ou fazia...) isso por dois motivos bem evidentes na minha cabeça:

  1. Porque deito fora a parte que tem bolor, por isso o resto do pão está óptimo.
  2. Porque o bolor nunca fez mal a ninguém: o delicioso queijo Roquefort não está carregado de bolor?!

Pois bem, meu caro Watson Mistério, lamento desiludi-lo mas ambas estas tão evidentes constatações estão profundamente erradas. E tudo porque o canal de ciência da revista Business Insider publicou, na semana passada, um vídeo onde explica detalhadamente todos os motivos científicos que levam o pão que tem uma ponta de bolor – por mais pequenina que seja – a ser um perigo real para a sua saúde (neste caso, para a sua e para a minha...).

como-evitar-el-moho-axion.jpg

 

a dieta mais louca do momento: perca 2,5 quilos em três dias a comer só ovos e vinho branco

wine-391674_960_720.jpg

É radical, mas é a cara da minha querida Mulher Mistério e, por isso, não resisto a lançar-lhe aqui o desafio publicamente (juro que ainda não falei com Ela sobre isto...): será que consegues fazer isto para recuperares das loucuras que comeste nas férias?

Eu explico: a revista Vogue publicou em 1977 uma dieta de três dias que prometia levar as pessoas a perderem dois quilos e meio em apenas três dias. Se a história acabasse aqui, não teria nada de especial, mas a grande surpresa é que esta dieta – divulgada pela primeira vez, em 1962, no livro Sex and the Single Girl, de Helen Gurley Brown – assentava quase exclusivamente em ovos, vinho e café. E, quando digo vinho, digo UMA garrafa inteira de vinho branco por dia – aberta ao pequeno-almoço e escorropichada ao jantar.

5b227dba9c1b70a1ae98c7411364ae44_225x326.jpg

 

 

3 dicas para amadurecer rapidamente um tomate verde

É provavelmente o alimento mais comido cá em casa no Verão. Comemos em saladas, em wraps, em sanduíches, em massas, com abacate ou simplesmente em cima de uma torrada, de manhã, com azeite, orégãos e flor de sal. O tomate está para o nosso Verão assim como o Bruno de Carvalho está para o Sporting: aparece todos os dias, a toda a hora, em qualquer lugar.

O problema é que, de vez em quando, o tomate aparece verde. E isso não tem nada a ver com o Sporting, tem a ver com o facto de não estar suficientemente maduro. Perante esta hectombe gastronómica, há duas saídas: corre para outro supermercado à procura de um tomate maduro ou segue uma destas três dicas para transformar um tomate duro e desenxabido num fruto saboroso e irresistível. Rapidamente e sem hesitações.

tomatoes-2500835_960_720.jpg

 

 

o bar de harry potter mais espectacular do mundo para umas férias com filhos

32266997_973762529415373_512681922476900352_o.png

"Queridos Pais Mistério,

Serve a presente mensagem para os informar de vários factos relevantes sobre as férias que se aproximam:

1) Os vossos queridos Filhos Mistério estão naquela idade em que já frequentam bares, mas ainda vibram com o Harry Potter.

2) Os vossos queridos Filhos Mistério gostam de passar férias em família (mesmo que isso implique que os pais levem sempre o computador atrás para actualizarem o blog. E o Facebook. E o Instagram. E o email. E passem dois terços das férias a trabalhar).

3) Juntando os dois pontos acima, somos a informar (sic) que gostaríamos de passar umas férias Harry Potter em família. E o que é que isso significa?, perguntam. Significa que gostaríamos de visitar hotéis, atracções, restaurantes e bares inspirados no tema Harry Potter.

4) Para os inspirar, junto segue um bar que descobrimos na net e a que gostávamos de ir. 

 

P. S.: Não se preocupem que tem cocktails sem álcool para os mais novos..."

 

 

os alimentos ideais para comer antes e depois do ginásio

Não é que este post seja para mim, já que gosto tanto de ginásios como do Bruno de Carvalho mas, enfim, sou magnânima e gosto de ajudar as minhas amigas e os meus amigos magros e que se esfalfam no ginásio. Por isso, meus amigos, imprimam este post e levem-no para todo o lado, porque está ao nível dos 10 Mandamentos.

E estou a falar obviamente de alimentos reais, comida propriamente dita, não são cá batidos de proteínas e ingredientes em pó, porque francamente ninguém merece.

smoothie-1427436_1280.jpg

 

 

qual o lado do papel de alumínio que deve ficar em contacto com a comida

Estou pronto. Podem descarregar as barragens de ódio que estão presas por esse Facebook fora que eu estou preparado para tudo. Sim, vou falar de papel de alumínio, esse indigno inimigo público número um de quem defende uma alimentação saudável. É verdade, por vezes eu uso papel de alumínio cá em casa. Mas – o que é que se há-de fazer? – ninguém é perfeito. E, sim, também é verdade, estou empenhado em descobrir qual o lado do papel que deve estar em contacto com a comida: o brilhante ou o baço?

1371606040629.jpeg

 

 

vídeo dia da criança: miúdos de hoje provam os doces típicos dos anos 80

CS Crianças Doces.00_01_04_24.Still002.jpg

É um desafio arriscado, mas alguém tinha de o fazer. Como é que uma criança de hoje reage a umas Peta Zetas a estalarem-lhe na boca? Como é que olha para uma gemada? O que é que acha de uma sanduíche de bolachas Maria com manteiga? O que diz de umas bombocas?

Neste Dia da Criança, resolvemos fazer o teste e por isso juntámos quatro miúdos, entre os 3 e os 7 anos, para entrarem num DeLorean virtual e regressarem à época de ouro dos doces. A época dos caramelos que se colavam aos dentes como Super Cola 3, das Bombocas que só chegavam no Natal, do Tulicreme, do Capri-Sonne e das televisões com as emissões abruptamente interrompidas por uma ruidosa chuva cinzenta. Hoje temos tudo isso aqui, gravado num vídeo único para celebrar o Dia Mundial da Criança – da criança de hoje e da criança dos anos 80.

 

 

 

os 500 ovos biológicos e todos os outros detalhes do bolo de casamento de harry e meghan

nintchdbpict000407453643.jpg

Quinhentos ovos biológicos do condado de Suffolk, 200 limões da Costa Amalfitana, 20 kg de farinha, 20 kg de açúcar, 10 garrafas de bebida de flor de sabugueiro trazidas directamente da quinta da Rainha em Sandrigham. Foram estes os principais ingredientes usados pela chef Claire Ptak para fazer o bolo de casamento do Príncipe Harry com Meghan Markle.

O bolo de limão e flor de sabugueiro foi uma verdadeira revolução na tradição de servir sempre bolo de fruta em camadas nos casamentos da Família Real britânica. Ao contrário do habitual, o bolo de Harry e Meghan não foi servido em pirâmide. Foi dividido em três bolos de tamanhos distintos, colocados numa instalação em cima de uma mesa.

cake1.png

 

o casamento de harry e meghan vai ter escorregas de vodka e food trucks com comida de rua

Há o casamento que aparece nas televisões, com os príncipes vestidos de gala e os convidados de fraque, e depois há o casamento privado, com roulottes de comida, escorregas de vodka e um DJ a pôr música até às tantas da madrugada. E é nessa parte exclusiva do casamento, quando a Rainha de Inglaterra já está no seu 34º sono, a sonhar com a chávena de chá do dia seguinte, que o Príncipe Harry fez questão de ter food trucks com gelados e outros petiscos, para os convidados petiscarem qualquer coisinha enquanto saltam e rebolam na pista de dança.

320953.jpg

A notícia foi avançada esta semana pelo site do jornal britânico Express e foi confirmada por uma fonte da Casa Real. Depois do almoço no Castelo de Windsor, cerca de 200 convidados mais chegados do Príncipe irão para Frogmore House, onde será recriada uma discoteca, com DJ e pista de dança. Às duas da manhã, chegarão as food trucks com comida para os convidados petiscarem.

 

 

as 8 melhores dicas de gordon ramsay para cozinhar como ele

5b0c1db4-42c2-11e8-ab09-36e8e67fb996_1280x720_172751.jpg

Cada vez que rebenta mais uma crise no Sporting, eu sonho com Gordon Ramsay. Não sei porquê mas desconfio que, se Ramsay fosse o chef executivo de Bruno de Carvalho, os adeptos teriam uma vida bem mais tranquila. Há vários momentos da nossa vida em que precisamos desesperadamente de um Gordon Ramsay por perto. E este é um deles.

Por isso é que tenho aqui as dicas mais indispensáveis do chef escocês. Não para gerir um clube de futebol como o Bruno de Carvalho, mas para cozinhar como um verdadeiro especialista. A selecção é do sempre útil Buzzfeed.

  

 

sabe porque é que a pizza se chama margherita?

A grande vantagem destas perguntas que eu faço nos títulos dos textos é que nunca ouço a resposta, por isso continuo feliz e contente mesmo que desse lado tenha respondido "Sim, sei e estou farto de ouvir essa história". 

Quem não conhece a história da pizza Margherita pode ficar por aqui, quem conhece tem sempre outras hipóteses de leitura como O Cabaré do Goucha. Agora vamos falar de História, de política, de conflitos e de um chef que quis agradar a uma rainha.

pizza-1317699_960_720.jpg

 

 

o que se deve colocar primeiro: o leite ou os cereais?

screen-shot-2017-03-16-at-14-43-00-1489675540.jpg

É por causa de temas fracturantes como este que eu e a minha querida Mulher Mistério criámos este blog. É preciso sensibilizar a sociedade para o certo e o errado, é necessário lutar por uma sociedade mais justa, é fundamental construir um mundo melhor. E isso pode começar por uma simples e inofensiva taça de cereais ao pequeno-almoço.

Desde que o vegetariano James Caleb Jackson inventou a "granula", em 1863, que a sociedade se divide: o que é que deve ser colocado primeiro dentro da taça – o leite ou os cereais? Sinceramente, não percebo como é que pode haver tanta polémica à volta de uma resposta tão evidente, mas enfim... aqui estou eu, alegre e misteriosamente imbuído da missão de acabar com a polémica.

 

 

como tornar todas as refeições saudáveis sem entrar em dietas radicais

Butternut-Squash-Ginger-Turmeric-Soup-1.jpg

A minha querida Mulher Mistério entrou hoje na sua 42ª dieta – e só estou a considerar as dietas que duraram mais de 24 horas. Já a tentei convencer várias vezes a trocar as promissoras dietas por pequenas alterações permanentes na sua vida alimentar – podem não a fazer emagrecer dez quilos em três semanas, mas acabam por ter melhores resultados a longo prazo. 

Ela acha que não. Agora vai tentar a Dieta dos 2 dias para recuperar das loucuras do Natal. Eu cá prefiro optar pelos conselhos da nutricionista britânica Rhiannon Lambert, especializada em controlo de peso, que já trabalhou com várias figuras públicas internacionais e que acabou de lançar o livro Re-nutrir: uma maneira simples de comer bem.

Rhiannon acha que a melhor maneira de alguém recuperar o peso e não engordar é seguir uma fórmula simples que não exige andar permanentemente com um contador de calorias atrás.

 

 

10 dicas saudáveis para não engordar (muito...) durante o natal

duck-2957809_960_720.jpg

O Natal é aquela fantástica época em que a minha querida Mulher Mistério exila a nossa balança. Neste fim-de-semana, apanhei-a, empoleirada em duas cadeiras, num verdadeiro acto de malabarismo digno do Cirque du Soleil, a tentar esconder a nossa balança nos confins da última prateleira do armário do quarto, junto ao seu vestido de casamento e àquele biquíni que o ex-namorado lhe ofereceu aos 15 anos (não percebo a obsessão Dela por aquele biquíni... será que... hmmm... bem, é melhor seguir em frente).

E é para gerir esta crise calórica que estou aqui hoje. Depois de muito pesquisar por essa Internet fora, encontrei 10 boas dicas de nutricionistas, dietistas e outros "istas" para tentar não sair directamente da mesa de Natal para a mesa do Tallon.