Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

panquecas no forno com peras caramelizadas: um pequeno-almoço ou uma sobremesa? eis a questão...

Já viu bem o aspeto destas panquecas? Parece um prato de um restaurante chiquérrimo, não parece? Mas não. Esta receita do blog da Williams-Sonoma é facílima de fazer. Pode ser um pequeno-almoço ou uma sobremesa para a família toda, com uma bola de gelado de baunilha. Ou pode fazer só para si, porque não?

Só precisa de manteiga sem sal, peras descascadas e cortadas em fatias fininhas, açúcar mascavado, sumo de meio limão, canela em pó, ovos batidos, leite, extrato de baunilha, farinha, sal e açúcar de confeiteiro.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 6 pessoas, espreite aqui a receita original.

WS_DOD_Pancake_5820.jpg

 

 

quem tem coragem de experimentar esta loucura? tostas de leite condensado e manteiga de amendoim

Se uma tosta de manteiga de amendoim engorda muita gente, uma tosta de manteiga de amendoim e leite condensado engorda muito mais. Mas... porém... no entanto... contudo... todavia... não sei como lhe dizer isto... hmmm... ok, eu admito: vou experimentar! Não resisto! Eu sei que parece uma bomba atómica de calorias, mas não vou aguentar. É mais forte do que eu.

A receita é popular em Hong Kong onde, café sim, café não, estas tostas são servidas como um levezinho snack para o lanche. Eu repito: snack, aquele petisco leve e ligeiro que não enche ninguém. Eu cá vou arriscar e experimentar isto, mas acho que chega para me alimentar durante uma semana.

Esta tosta foi preparara pelo site Food52 e, além do recheio de leite condensado e manteiga de amendoim, leva ainda uma cobertura de ovos batidos como se fosse uma french toast. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

d31ebe5a-fc7f-4466-a4e3-702affeaaba0--2018-0206_ho

 

 

iupi! fomos eleitos o melhor blog de culinária! e vamos comemorar com um divinal crème brûlée de maracujá

Depois de termos recebido mais de 2.500 pessoas no BrunchVilla, sermos agora eleitos, pelo terceiro ano consecutivo, Melhor Blog de Culinária é de me deixar com o ritmo cardíaco da Isabel Silva depois de correr a sua terceira maratona do dia.

passion-fruit-creme-brulee3.jpg

Mas, mais incrível ainda do que termos recebido este prémio pela terceira vez, são as centenas de reacções que tivemos dos nossos leitores. E não é um exagero linguístico, foram mesmo centenas. Até às oito da manhã de hoje, já tínhamos mais de 100 mensagens no Instagram e dezenas de mensagens e comentários no Facebook. É esse carinho sem limites que nos faz continuar todos dias a tentar fazer um blog cada vez melhor, mais completo e mais surpreendente. É esse carinho sem limites que nos faz arriscar a fazer eventos e outras loucuras. E é esse carinho sem limites que nos faz comemorar.

IMG-20181113-WA0021.jpg

Ontem comemorámos vestidos de Berlin e de Tokio, da Casa de Papel. Hoje vamos comemorar com este divinal crème brûlée de maracujá, do blog Love and Olive Oil. Se um crème brûlée já é delicioso, então um crème brûlée de maracujá é uma pequena maravilha. Ainda por cima, estamos quase no Natal, por isso pegue na caneta e tome nota: gemas de ovos, açúcar, sumo de maracujá natural e natas. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

IMG-20181113-WA0023.jpg

 

 

bolo de chocolate e castanhas sem glúten para celebrar o sucesso do BrunchVilla

Ufa! Sim, estamos vivos. Sobrevivemos a este fim-de-semana. E hoje voltamos ao trabalho, como uma segunda-feira qualquer, em modo cadáver ambulante. Sou capaz de ter emagrecido só com o stress. Não, infelizmente, não aconteceu. Mas hoje vou ressuscitar graças a esta incrível receita que descobri no blog Chew Town. Castanhas e chocolate na mesma receita é provavelmente a melhor ideia de sempre a seguir à invenção da roda, da descoberta da penicilina e das fraldas descartáveis.

Ok, se calhar estou a exagerar um bocadinho, mas é uma combinação incrível, não acha? Ainda por cima não tem glúten. Só vai precisar de um bom chocolate preto, ovos, uma pitada de sal, manteiga, açúcar de confeiteiro e farinha de castanha.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, espreite aqui a receita original.

Gluten-Free-Chocolate-Chestnut-Cake.jpg

 

 

tarte de coco e limão, a receita mais fácil e deliciosa para fazer esta semana

O meu querido Marido Mistério já está de olhos esbugalhados, tipo desenho animado da Warner, neste momento. Não lhe posso falar de coco e limão juntos que ele começa com taquicardia. É de loucos. E eu sou igual porque também fiquei com água na boca quando descobri esta incrível tarte no site da talentosíssima Donna Hay.

Ainda por cima é muito fácil de fazer, ao ponto de me arriscar a vestir o avental. Não? O meu querido Marido Mistério está ali ao fundo a fazer sinais e a dizer qualquer coisa como “nem penses, não vais estragar essa receita divinal. Eu faço”. Uma pessoa tenta, oferece-se, voluntaria-se e é descartada desta forma ignóbil. E os nossos filhos ainda têm a lata de me acusar de lhes escravizar o pai. Que injustiça. Não me resta mais nada se não esperar sentadinha que Ele faça para eu provar. Basicamente é a história da minha vida. Podia ser pior. Não me queixo.

Impossible_Pie.jpg

 

 

tarte de coco e maracujá com base de frutos secos sem açúcar nem glúten

Ui.  O meu querido Marido Mistério nem dormiu bem esta noite a contar os minutos para acordar para começar a fazer esta receita. Descobri esta maravilha no ótimo site da Donna Hay e pedi-lhe por tudo para fazer hoje, que é o meu Dia da Asneira. Ok, ontem também foi um bocado… Mas ao menos esta receita não tem glúten nem açúcar. Podia ser bem pior no que toca a desgraçar dietas.

Ele só vai precisar de cajus, leite de coco, óleo de coco derretido, mel, coco desidratado e polpa de maracujá. Para a base de frutos secos, vai precisar de mais cajus, macadâmias, coco desidratado, óleo de coco e mel.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, espreite aqui a receita original.

Passionfruit_Coconut_Slice-645x860.jpg

 

 

a maneira mais fácil de fazer uma tarte de lima

A pessoa está de dieta, mas pode ter um dia da asneira para não enlouquecer, não é verdade? Eu sei que tenho vários dias da asneira ao longo da semana, mas não tenho culpa de ser uma pessoa fraca de espírito, sem qualquer tipo de força de vontade…Experimentem estar em dieta e viver com um marido obcecado por cozinha. Pois… Enfim, depois de me justificar por todos os lados, vamos ao que interessa: este irresistível parfait de tarte de lima que descobri no blog The Redhead Baker é ideal para fazer hoje para o seu brunch.

Só precisa de bolachas digestive esmagadas (a receita original é com bolachas graham cracker mas são difíceis de encontrar em Portugal), bolachas shortbread desfeitas, leite condensado, sumo de lima, natas frescas, açúcar de confeiteiro, extrato de baunilha e raspas de lima ou rodelas de lima cortadas muito fininhas.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

key-lime-pie-parfaits-4-819x1024.jpg

 

 

cheesecake de mirtilos para celebrar o nosso evento: a primeira feira de brunch em portugal!

Estamos numa excitação só comparável à dos fãs do Justin Bieber quando o seu ídolo está prestes a entrar em palco. Não. Estamos a gozar. Estamos muito piores. Só não estou a levitar porque infelizmente o meu peso não me permite! Estamos felizes da vida porque vamos organizar o nosso primeiro evento: a primeira feira de brunch em Portugal. O BrunchVilla vai acontecer mesmo! Que nervos! Vai ser no fim de semana de 10 e 11 de novembro, em Marvila, e contamos consigo para celebrar toda esta loucura. Mas, até lá, vamos celebrando e engordando aqui por casa com receitas como esta que descobri no blog Sugar Et Al.

Se quiser fazer esta maravilha, vai precisar de farinha de amêndoa, açúcar mascavado e manteiga sem sal derretida para a base. Para o recheio, precisa de queijo cottage (se quiser pode usar requeijão), iogurte grego, ovos batidos, açúcar de confeiteiro, farinha de milho e extrato de baunilha. Para a compota de mirtilos, precisa de mirtilos frescos ou congelados, açúcar de confeiteiro e sumo de limão fresco. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para um cheesecake, espreite aqui a receita original.

589A8613-768x1123.jpg

 

uma sobremesa mais rápida que um furacão: mousse de oreo e iogurte grego só com 3 ingredientes

DSC06806 2.jpg

Demora dez minutos a preparar e é tão fácil que até uma criança a pode fazer. Esta deliciosa mousse de iogurte grego e bolachas Oreo foi uma invenção do nosso querido Filho Mistério com mania de que é chef. Mas, como acha que tem mãos tão sapudas como o António Costa em dia de calor intenso, pediu à sua querida Irmã Mistério para gravar um vídeo a exlicar como é que se prepara esta maravilha.

No fundo, é uma receita perfeita: criada por um filho e filmada por uma filha. Basicamente, não fiz nada. Quase nem tive de escrever, porque todo o modo de preparação foi escrito pela dupla Mini-Misteriosa. Só comi. Mas, antes, vamos ao vídeo.

 

Mousse de Oreo e Iogurte Grego

Só leva 3 ingredientes e prepara-se em dez minutos. Qualquer criança consegue fazer esta maravilha. Receita completa: https://goo.gl/1LSLk6 #oreo #video #casalmisterio

Publicado por Casal Mistério em Domingo, 14 de Outubro de 2018

 

 

como fazer o mais fácil crumble de maçã e aveia no forno

Qualquer sobremesa que se explique apenas em cinco passos merece entrar directamente para o tão desejado Olimpo Mistério. Para quem não saiba, o Olimpo Mistério é a área sagrada onde nós guardamos as receitas que queremos mesmo, mesmo fazer. Infelizmente, como cá em casa se come mais do que em todas as refeições dos Simpsons juntas, o Olimpo Mistério abarca qualquer coisa como 3.269 receitas (sim, é a quantidade de posts que já publicámos desde que começámos o blog – emoji a suar em bica).

Mas isso não quer dizer que as receitas não sejam todas absolutamente deslumbrantes, fulgurantes e impressionantes. E é por isso que não vou deixar escapar este fenomenal crumble de maçã com flocos de aveia, do site The Kitchn. Em primeiro lugar, a aveia vai deixar o crumble muito mais crocante e surpreendente. Depois, aquele incrível molho que sai da maçã assada no forno já começa a apetecer para compensar a chuva que vem aí.

Para fazer esta beleza, só vou precisar de duas maçãs Granny Smith descascadas e cortadas às fatias, sumo de limão espremido, açúcar, amido de milho e canela em pó. Para o crumble, vou usar flocos de aveia, farinha, açúcar mascavado, flor de sal, manteiga derretida e extracto de baunilha. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

f672bee8b253e108ed51ffec66d102a153a94416.jpeg

 

 

e que tal fazer a sua própria tablete de chocolate em casa?

São só dois ingredientes e alguns minutos de trabalho. A receita do site The Kitchn é facílima e perfeita para um domingo em casa. Esta sugestão junta chocolate de leite com Rice Krispies – aqueles deliciosos cereais de arroz tufado que vão deixar a tablete de chocolate leve e estaladiça. Mas também pode fazer com chocolate preto, se gostar mais. Ou com amêndoas ou avelãs tostadas cravadas no meio da tablete. 

A grande vantagem desta receita é que é à vontade do freguês.

aa6ad30276c2f0fb6395c4eec889cca322459116.jpeg

 

tarte de lima e coco, a sobremesa preferida do meu querido marido mistério

Cada vez que vê uma receita com estes dois ingredientes, o meu querido Marido Mistério fica com um brilho nos olhos que só me faz lembrar uma criança quando vê uma banca de algodão doce. Esta receita que descobri no site da Martha Stewart é facílima de fazer e é deliciosa. Imagine uma clássica tarte de lima com recheio de leite de coco? É de chorar por mais. Depois ainda tem uma cobertura de chantilly com coco ralado por cima. Eu avisei. É boa demais para ser verdade.

Só vai precisar de uma lata de leite condensado, leite de coco, sumo de lima e 7 gemas de ovo. Depois, precisa de uma base de tarte (daquelas que se compram feitas), natas, açúcar de confeiteiro e coco ralado tostado.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, espreite aqui a receita original.

med106155_1110_how_coconut_key_lime_horiz.jpg

 

 

este divinal creme de limão fica pronto em 5 minutos e nem sequer vai ao lume

Melhor do que um bolo de limão, só um creme de limão. Aquela consistência aveludada tipo leite condensado combinada com o toque ácido do limão é como o José Castelo Branco combinado com um casaco de peles: enche qualquer sala. E depois temos aquele detalhe que é capaz de virar a nossa vida: não precisa de cozinhar. Nem sequer de acender o fogão.

O segredo do site The Kitchn é utilizar um liquidificador de alta velocidade. O calor produzido pelo liquidificador a bater os ingredientes durante cinco minutos é o essencial para cozinhar este lemon curd a baixa temperatura. E deixar esta consistência lisinha e macia que é única. 

De ingredientes, só vai precisar de uma colher de sopa de raspas de limão fininhas, o sumo espremido de três a quatro limões, 5 ovos, açúcar, flor de sal e manteiga sem sal dividida em oito cubos. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

d9ef5582794d31a7628212e5237abffa55c451e2.jpeg

 

 

abra essa boca de espanto: o cheesecake do gordon ramsay é fácil, saudável e nem sequer leva açúcar

Só há uma coisa que me assusta mais do que um grito de "Está certo!" da Cristina Ferreira: um ataque de fúria do Gordon Ramsay. Apesar de ter um tom de voz ligeiramente mais grave do que a apresentadora, aqueles olhos esbugalhados por baixo daquele cabelo desgrenhado conseguem fazer-me saltar do sofá em menos de um segundo.

É por isso que tenho um muito apreciável respeitinho pelo chef britânico e, cada vez que encontro uma nova receita sua, corro logo para a cozinha com medo de levar dois gritos seus pelo caminho. Hoje o que me fez saltar do sofá foi este divinal, facílimo e saudável cheesecake. Além de ser perfeito para a dieta – não leva farinha nem açúcar refinados –, prepara-se dentro de um frasco, o que quer dizer que pode ser levado, debaixo do braço, para um lanche light no trabalho.

ResizedImage600333-Cheesecake-in-a-jam-jar.jpg

 

 

ainda estou em choque: a receita de pastéis de nata "portugueses" do jamie oliver leva...

portuguese-custard-tart-758547_960_720.jpg

...Peço desculpa pela pausa dramática, mas ainda me estou a tentar recompor do baque: crème fraîche?! Eu repito: crème fraîche?! Os nossos queridos pastéis de nata?! Como é que uma receita típica portuguesa, criada algures no século XVIII, pode levar um ingrediente com um acento circunflexo em cima do "i". Um ingrediente que nem sequer se digna a ter uma tradução para português?! O que é que terá passado pela cabeça do Jamie Oliver?

Estava eu ontem tranquilamente a fazer o desmame de mais uma dieta da minha querida Mulher Mistério (tradução: estava eu ontem, às escondidas, à procura de uma boa receita de pastéis de nata para fazer sorrateiramente em casa) e eis que esbarro com a receita que Jamie Oliver publicou no seu livro 30 Minute Meals. Com direito a vídeo e tudo, tal é o descaramento!

94162-blog2b-2bjamie2boliver2b302bminute2bmeals2bb

Primeiro ponto: o crème fraîche. Desde quando é que uma embalagem de crème fraîche passou do hall de entrada dos Pastéis de Belém? Ou da Manteigaria? Ou da Aloma? O crème fraîche é o Bombarralense do campeonato dos alimentos. É a equipa B das natas frescas. É aquilo que usamos quando não temos mais nada para colocar e precisamos de uma solução desesperada.

Segundo ponto: os pastéis de nata "portugueses" do Jamie Oliver ainda levam uma cobertura de caramelo de laranja! Ora, eu sei que aquele queimadinho por cima dos pastéis de nata intrigou o Jamie. Também me fascina a mim. Mas um pastel de nata não é um leite creme. E também não é uma laranjada. Por isso, onde é que o nosso Jamie foi buscar o caramelo com sumo de laranja espalhado por cima?

Eu compreendo que não queira ver mais nada sobre este tema, eu próprio estou indisposto. Mas se insistir, tem aí em baixo a receita completa dos pastéis de nata "portugueses" segundo o Jamie Oliver. Vade retro!