Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

a casa mais incrível para passar umas férias de sonho em menorca

Depois de Formentera, próximo destino: Menorca. Estou decidido a bater todos os recantos das Ilhas Baleares. E Menorca é, para mim, um dos destinos de praia mais encantadores do planeta. Tem pequenas praias de charme, óptimos restaurantes, um mar com uma cor inacreditável e fica a menos de duas horas de Lisboa. Que mais é que uma pessoa poderia querer?

fullscreen_AyD-F.Pons_SalitreMenorca_40995.jpg

Para abrir já o apetite da minha querida Mulher Mistério, comecei a fazer o meu trabalho de casa e a procurar as melhores casas da ilha para arrendar. É claro que, ao procurar as melhores, encontrei este verdadeiro paraíso.

 

 

hotel and croquet club quinta da chaminé: o nome promete, não é?

Mal reservei o nosso fim de semana neste monte alentejano, transportei-me de imediato para as planícies verdes de Inglaterra onde a realeza pratica estes desportos estranhos. Ah esperem, será criquet? Ou será aquele jogo das Gémeas no Colégio de Santa Clara? “Não, mãe”, corrigiu-me logo um dos nossos filhos, “isso é lacrosse”. Pois é, já não me lembrava.

hotel-amp-croquet-club-quinta-da-chamine-gallery_mg_5776-11.jpg

Mas então afinal o que é o croquet?

Quem melhor para nos explicar do que Pippa Middleton, a irmã da duquesa de Cambridge? Praticante de croquet desde a adolescência, Pippa resume bem o jogo neste artigo que escreveu para a Vanity Fair: “é uma espécie de xadrez na relva: um jogo de estratégia, perícia e tática, ou… só uma desculpa para beber Pimm’s (licor feito à base de frutas) e seduzir”.

De origem irlandesa, o croquet chegou a Londres em meados do século XIX e depressa conquistou a jovem elite britânica até aos dias de hoje. E não só. Desde Winston Churchill a George Clooney e Brad Pitt, já é considerável a lista de famosos que se deixaram seduzir por este desporto.

hotel-amp-croquet-club-quinta-da-chamine-gallery_mg_5833.jpg

 

 

noah surf house, o novo refúgio hippie chic a uma hora de lisboa

4-2.jpg

Depois de ver esta fotografia, apetece-me casar outra vez. O Noah Surf House é lindo e organiza festas e eventos particulares. E, por mim, casava-me na boa outra vez, só para ter uma festa assim, ou então podemos renovar os votos, o que achas, meu querido Marido Mistério? Quero lá saber se é piroso, não acho nada, antes pelo contrário, acho super romântico. Fica a ideia. Lancei a rede, vamos lá ver se pega. A propósito de redes, vai tropeçar em muitas se vier passar uns dias a este pequeno paraíso.

3-3.jpg

Abriu no ano passado e é o mais recente projeto dos proprietários de um dos melhores hotéis do país: o Areias do Seixo (sobre o qual escrevemos no nosso primeiro post do blog).

 

 

são lourenço do barrocal, um refúgio de sonho a cinco minutos de monsaraz

Tenho de confessar que o São Lourenço do Barrocal foi daqueles casos de amor à primeira vista. Quando abriu, há três anos, fizemos questão de dar aqui a notícia em primeira mão. Fiquei logo deslumbrada com as fotografias. Tudo é elegante, minimalista e simples. Mas bom. Muito bom. Desde os lençóis de algodão egípcio aos detalhes da decoração. Aqui impera a qualidade e o bom gosto. E a ausência de pretensão, tão rara nos dias que correm.

ESTATE_70G.jpg

Infelizmente só agora conseguimos ir lá passar um fim de semana, incógnitos, como sempre. Confesso que estava com algum receio, porque tinha as expetativas demasiado altas, mas conseguiu não desiludir, antes, pelo contrário, superou as minhas já elevadas expetativas.

hotel_bar.jpg

 

 

quinta da comporta, o novo hotel de luxo que abriu com o telhado por acabar e... sem gin tónico

quinta-da-comporta-galleryquintacomporta-m_yllera-

Ponto prévio: a Quinta da Comporta é deslumbrante e vai ser um sucesso. Mas vamos lá esclarecer uma coisa: o conceito de soft opening é uma invenção dos hotéis e dos restaurantes para justificar qualquer falha nos primeiros dias logo após a abertura das suas portas. Até aqui estamos todos de acordo. E é compreensível. Agora pagar 260 euros por uma noite num hotel em que ainda faltava pôr o colmo nos telhados do restaurante e do spa, as almofadas e os colchões nas cadeiras e espreguiçadeiras do exterior e, mais grave do que tudo isto, onde faltavam bebidas espirituosas no bar...

Pior: faltava um bar propriamente dito, porque o restaurante tinha poucos pratos na carta e apenas 3 variedades de vinho e alguns refrigerantes. Bebidas espirituosas, nem vê-las. E a sala de estar tinha as portas trancadas às onze da noite. E nós queríamos tanto jogar gamão na mesa própria para o efeito… Ah, espere! Também não havia peças disponíveis. Ainda estavam embaladas na bancada do bar que ainda não inaugurou.

quinta-da-comporta-galleryquintacomporta-m_yllera-

 

 

presente de última hora: uma casa de sonho para alugar em cima do douro

É triste quando somos obrigados a chegar a este grau público de humilhação. Estamos a menos de 24 horas do Dia do Pai e não vislumbrei no horizonte qualquer movimentação no sentido do presente. Presente, prenda, lembrança, oferenda, oferta, brinde, regalo... Estão a ver do que é que estou a falar?

Estou profundamente convicto de que serei o único ser vivo cá em casa que sabe quando se celebra o Dia do Pai. Mas não faz mal. Já ultapassei a fase da lamúria para entrar na fase do desespero. Se ninguém se acusa, eu chego-me à frente: 

1.jpg

 

 

cocorico guesthouse, o novo recanto parisiense perfeito para famílias no centro do porto

4A.jpg

Descobri o Cocorico Guesthouse quando procurava um sítio diferente para irmos com dois dos nossos filhos até ao Porto. Encontrei o site por acaso, adorei o conceito, arrisquei marcar a suíte que tinha uma mezzanine e duas camas de casal e lá rumámos até ao centro histórico da Invicta.

37246790_286075678799015_1726933747594428416_o.jpg

O hotel

Confesso que quando chegámos à porta do hotel, fiquei em pânico. Uma porta escura e discreta sem qualquer aspeto de ser uma entrada de um hotel, numa rua residencial banalíssima perto da Batalha, fez-nos temer o pior. Mas quando tocámos à campainha, o sorriso do simpático rececionista contagiou-nos de imediato. O chão da receção forrado a mosaico hidráulico encaminhou-nos para um pequeno balcão onde fizemos o check in enquanto nos deliciávamos com um sumo de laranja fresquíssimo. Olhei em volta e só me apeteceu gritar “Oh la la”, mas contive-me, porque, pode não parecer, mas sou uma pessoa muito discreta.

37267929_286071128799470_283909888160038912_o.jpg

 

 

o hotel de charme mais romântico do país é uma aldeia junto a um castelo medieval

Não voltes ao sítio onde foste feliz. Nunca percebi esta máxima. Eu sempre fiz questão de voltar aos sítios onde fui feliz. Sempre que posso. E foi precisamente isso que aconteceu com as Casas do Côro. Já tínhamos passado aqui um fim-de-semana, na altura em que Paulo Romão e a família tinham acabado de abrir este turismo de aldeia. E valeu a pena voltar, por todos os motivos e mais alguns: primeiro porque cresceu (tem mais quartos, suítes, um duplex, um novo restaurante, um deck e um bar junto à piscina, e um spa), depois porque manteve a qualidade e o conforto e finalmente porque é um lugar mágico e muitíssimo romântico. Estivemos a fazer contas e chegámos à conclusão de que fomos lá pela primeira vez quase há 20 anos, porque as Casas do Côro abriram em 2000. Meu Deus, estamos mesmo velhos!

10365526_677152765654263_2490903471966853217_o.jpg

Chegámos ao fim da tarde de uma sexta-feira e fomos recebidos por uma simpática rececionista que estava claramente à nossa espera. As Casas do Côro são basicamente casinhas de aldeia recuperadas junto à muralhas do Castelo de Marialva. Só que, ao contrário do que se possa imaginar, aquelas paredes de pedra escondem interiores de um luxo e de um conforto raros e nunca vistos num turismo de aldeia que à partida costuma ser mais simples.

37568712_1820740794628782_1332585466976796672_o.jp

Ao longo dos anos, o proprietário e a família recuperaram as casas em ruínas à volta do castelo e no meio dos sobreiros. Hoje são 12 casas, além de uma suíte eco sustentável, com cozinha equipada.

976913_526105570758984_1660294174_o.jpg

 

 

o hotel mais isolado do mundo fica na europa e é perfeito para ver a aurora boreal

É o destino ideal para pessoas que não gostam de pessoas. Este hotel fica numa ilha perdida no Mar da Noruega, para lá do Círculo Polar Ártico, e tem um nome tão difícil de pronunciar como de alcançar. Para chegar ao Fordypningsrommet (eu avisei que não era fácil...), vai precisar de apanhar um avião até Oslo, depois outro voo doméstico até Bodø, uma cidade na costa do país, antes de se meter num ferry que demorará cerca de uma hora até ao arquipélago de Fleinvær.

Norwegian-Cluster-Cabins-04.jpg

 

 

a melhor maneira de entrar em 2019: uma mansão em bali com uma praia privada por €66/pessoa

Isto, sim, é aquilo a que eu chamo entrar com o pé direito: uma enorme quinta, com 6.200 metros quadrados e uma praia privada de sonho, com areia branca, em Bali, na Indonésia, por apenas 66 euros por pessoa.

158245622.jpg

61353679.jpg

 

 

este hotel está a oferecer uma noite para ver a aurora boreal

Para mim, é a promoção do ano. Como já poderá ter facilmente percebido, eu sou absolutamente obcecado por esse fenómeno maravilhoso que enche os céus do norte da Europa com cores absolutamente deslumbrantes. E quando encontrei esta fenomenal promoção no site Thrillist fiquei com o queixo do Cavaco Silva cada vez que come uma fatia de bolo-rei.

tl-horizontal_main_2x.jpg

Então é assim: o hotel chama-se – prepare o dicionário – Ittoqqortoormiit Guesthouse e fica perdido nos confins da Gronelândia, Dinamarca, numa pequena aldeia de 450 habitantes onde a aurora boreal se vê com a mesma frequência que uma trotinete descontrolada em Lisboa. Acontece que o site Hoteis.com lançou uma promoção na qual oferece uma noite grátis neste hotel durante o mês de Março. Se fizer a reserva até ao dia 31 de Dezembro e usar o código de desconto "REMOTE", consegue marcar uma noite para o mês de Março em que paga apenas 1% do preço de tabela mais as taxas.

 

 

roteiro de 3 dias pelo porto: as últimas novidades e o que não pode mesmo perder

Quando a SEAT nos desafiou para fazer vários roteiros pelos nossos sítios preferidos em Portugal, houve uma cidade que fizemos logo questão de incluir na lista, apesar de já termos feito dezenas de posts e roteiros sobre ela: estou a falar do Porto, claro.

torel-avantgarde-porto-gallerydsc07062.jpg

Nós adoramos a cidade e estamos sempre à procura de pretextos para ir lá passar um fim-de-semana. Além de ser linda de morrer, estão constantemente a abrir sítios novos e incríveis. Talvez por isso nos consiga sempre surpreender. Foi o caso do último fim-de-semana que passámos por lá: novos hotéis, novos restaurantes, novos bares, novas lojas, enfim, é impossível cansarmo-nos do Porto, porque cada vez que lá estamos é uma experiência completamente diferente.

porto-2048723_960_720.jpg

Partimos de Lisboa ao volante de um SEAT Arona. Fiquei radiante por a SEAT ter escolhido este modelo porque é ótimo para andar na cidade: é pequeno, o que dá muito jeito para estacionar mas, ao mesmo tempo, é espaçoso, ideal para as imensas malas do meu querido Marido Mistério.

seat.jpg

 

uma suíte de luxo em cima de uma árvore, a escapadinha ideal para este outono

1f.jpg

Tem três andares e uma vista de sonho para o mar. À sua volta, só vê floresta, céu e água. É a casa numa árvore mais luxuosa que eu já vi e estou realmente tentado a vir para aqui fugir deste tempo de chuva e de frio (mas só depois do BrunchVilla, claro, porque ninguém quer perder a primeira feira de brunch em Portugal).

1489054_634371669960563_1942954259_n.jpg

Este pequeno paraíso chama-se Punta Jaguar e fica na Costa Rica, entre animais, floresta tropical  e praias de sonho. Mas a melhor notícia de todas é que está disponível para alugar por apenas 300 euros por noite. E porque é que eu digo apenas? Porque esta casa fabulosa tem dois quartos com cama king size e por isso dá para quatro pessoas, o que quer dizer que são 75 euros por pessoa, por noite.

 

 

isto, sim, é uma verdadeira escapadinha de outono: uma ilha privada a 160 euros por pessoa

13173383_279325909074553_3457802307269712446_o.jpg

Esqueça lá o fim-de-semana do costume no Algarve, é para aqui que eu quero ir nas próximas férias. Descobri este pequeno paraíso na revista Condé Nast Traveler e estou empenhado em passar aqui uma semaninha com a família e os amigos mistério. Trata-se de uma ilha privada paradisíaca que fica a apenas 5 minutos de barco da península de Placencia, no sul do Belize, nas Caraíbas.

 

 

roteiro pelo douro: onde dormir, comer e beber ao longo do rio mais bonito de portugal

20509127_4BYQo.jpeg

Não estou a exagerar. É mesmo o rio mais bonito de Portugal. Então nesta altura das vindimas é mais deslumbrante do que nunca. 

Classificada pela Unesco como Património da Humanidade, a região do Alto Douro vinhateiro é linda de morrer. Vale a pena serpentear pelas curvas e contracurvas das estradas que ladeiam o rio e parar nos miradouros para apreciar o delicioso contraste do azul do rio com o verde das vinhas.

Por isso é que, quando a SEAT nos desafiou a fazer 6 roteiros pelo país, ao volante dos carros da marca, o Douro foi uma das nossas primeiras escolhas.

18007646_q91hV.jpeg

Desta vez, fomos ao volante do incrível SEAT Leon Cupra. Conseguimos fazer virar todas as cabeças dos condutores dos outros carros à nossa passagem. Não conseguiam evitar os olhares de inveja. O carro acelerava tão rapidamente que, pela primeira vez, consegui perceber o que a minha professora de pilates queria dizer quando me pedia para colar o umbigo à lombar. O Leon Cupra marca 300km/hora mas o meu querido Marido Mistério é demasiado cumpridor da lei para o testar até ao limite. Eu fiquei radiante com o carredor sem fios para o telemóvel, o que me dá um jeitão visto que ando sempre sem bateria.

20180414_191044 2.jpg

E onde foi a nossa primeira paragem? No hotel, pois com certeza. Há muitos e bons. Mas estes são, sem dúvida, os nossos preferidos: