Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

taça de iogurte grego com granola, framboesas e maracujá, o meu pequeno-almoço com apenas 200 calorias

Ontem à noite, o meu querido Marido Mistério resolveu ir às compras porque hoje ia fazer um brunch especial para a família. É tão amoroso, não é? Está uma pessoa a tentar fazer dieta e aparece-me com pão alentejano, queijos vários, fiambre, manteiga de Azeitão, marmelada caseira, compota de figos, crepes blinis, enfim, um saco cheio de desgraças. Pois. A história da minha vida. E o que me enerva mais ainda é o que Ele me diz, com um ar normalíssimo:

- Não comas. Qual é o problema?

Qual é o problema? Qual é o problema? Eu explico-te qual é o problema: é maldade. Eu sei que não posso querer que toda a gente que está à minha volta passe fome em solidariedade comigo, mas há mínimos, não é verdade? Por isso, decidi retaliar com esta incrível receita que descobri no blog Vibrant Plate. Eles que fiquem com o pão alentejano que eu fico com esta maravilha que tem apenas 212 calorias.

Passion-fruit-granola-02.jpg

 

 

a melhor maneira de comer iogurte grego

Cá em casa somos verdadeiramente obcecados por iogurte grego. As crianças adoram-no de todas as maneiras e feitios, a minha querida Mulher Mistério devora-o especialmente ao pequeno-almoço e eu acho-o claramente o melhor substituto para a maionese.

Por isso, quando vi o site Food52 – esse verdadeiro Pantagruel do século XXI – dizer que a melhor maneira de comer iogurte grego era transformá-lo em iogurte libanês percebi imediatamente que esta era uma missão para Mistério, James Mistério.

O labneh é um iogurte filtrado de forma a deixar escorrer todo o soro. É ainda mais espesso e forte do que o iogurte grego e fica com um leve sabor a queijo. Mas mantém aquela consistência cremosa única. No fundo, é uma delícia que está algures entre o chantilly e o queijo creme. Resumindo: é uma receita perfeita para criar um dip onde molhar uns fantásticos chips de batata doce ou umas tostas fininhas de pão alentejano.

A maior vantagem de todas é que o iogurte ideal para fazer labneh é o nosso querido e estimado iogurte grego. Depois só precisa de acrescentar dois dentes de alho bem picadinhos, sumo de limão espremido no momento, flor de sal e azeite extra virgem. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

d021b7d1-93a6-4153-97f2-086bdabfad1f--2018-0821_la

 

quiche com iogurte grego e sem farinha, o jantar ideal para quando não lhe apetece cozinhar

DSC00473.jpg

Domingo é dia de não cozinhar. É dia de jantares fáceis, leves e rápidos que dêem para toda a família. Daqueles que não o obrigam a perder mais de cinco minutos com os preparativos, mas – imperativo de Janeiro – que não engordam. 

E por isso é que hoje vou fazer esta divinal quiche de queijo e iogurte grego sem farinha. Tudo o que precisa de fazer é bater os ingredientes até ficar com uma massa e dividi-la por vários ramequins. Depois é forno com ela e já está.

Nós usámos o óptimo forno da Miele que é tão grande que dá para fazer, de uma só vez, o jantar para toda a selecção nacional de râguebi. Eu ainda não tenho a selecção de râguebi a viver cá em casa, mas quase: apesar de não serem tantos, têm um apetite praticamente igual.

 

Quiche de queijo sem glúten

Esta é a receita ideal para os dias em que não lhe apetece cozinhar. Ou seja, para os domingos. Leva queijo derretido no forno, iogurte grego e não tem farinha. Mais light e deliciosa é difícil. Uma divinal quiche para a dieta preparada num forno Miele. Para ver a receita completa esta tarde em www.casalmisterio.com #queijo #semgluten #casalmisterio

Publicado por Casal Mistério em Sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

 

papas de aveia com abóbora no forno já é divinal, então com iogurte grego por cima...

Oh, meu Santo Turíbio de Mongrovejo! Oh, minha Nossa Senhora Desatadora dos Nós! Ajudai-me neste meu dilema! Por um lado, tenho a minha querida Mulher Mistério a ameaçar-me com o desterro se não fizermos dieta até ao Natal; por outro, tenho receitas como esta maravilha do blog The Pioneer Woman. O que é que um pobre homem desamparado há-de fazer perante esta dúvida?

Bom, na verdade, não posso decidir em consciência antes de experimentar, não é? Por isso, vou fazer apenas um bocadinho muito pequenino destas papas de aveia de abóbora só para ver se é mesmo calórico. E só vou precisar de flocos de aveia, puré de abóbora, açúcar mascavado, fermento, sal, canela, gengibre, cravinho e pimenta da Jamaica (tudo em pó), leite, ovos, manteiga derretida e extracto de baunilha. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

baked-pumpkin-oatmeal-1.jpg

 

escreva o que lhe digo: esta tarte de limão e iogurte grego é a sobremesa que vai arrasar na sua mesa

Fácil, fresca e formosa. Podia ser um poema de Camões, mas não. É só a minha maneira arcaica de descrever esta maravilha que consegue juntar, no mesmo prato, dois dos meus ingredientes favoritos: limão e iogurte grego. Além disso, são perfeitos para desenjoar dos excessos do Natal. E frescos. E facílimos de preparar: nem precisa de cozinhar esta beleza.

A receita é do fantástico site The Kitchn e consegue ser fresca, leve e ligeiramente ácida para cortar as quantidades astronómicas de gordura que ingerimos na consoada.

Para fazer a base desta tarte de limão, só vai precisar de bolachas Digestive, flor de sal e manteiga sem sal derretida. A receita original também acrescenta açúcar à base mas eu acho que acaba por ficar demasiado doce. Para o recheio, precisa de gelatina em pó sem sabor, açúcar, sumo e raspas de três a quatro limões, água, iogurte grego natural e natas para bater. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

25565b96355df856c1892c6217d4b4cb926e6c74.jpeg

 

 

este vídeo só tem 30 segundos e ensina a fazer a mousse de limão mais fácil do mundo

DSC06768.jpg

Olá, o meu nome é Ele Júnior aka Mini-Ele para os amigos mais próximos. Sou filho destas duas almas que dão pelo nome de Casal Mistério e infelizmente tenho jeito para cozinhar. Digo infelizmente porque cada vez mais sou explorado em casa pelos meus pais (especialmente pelo Ele).

Com a desculpa que estava muito cansado, começou por me pedir uma vez para fazer o jantar. Depois outra. Depois outra. E, quando dei por mim, já estava a fazer três em cada cinco jantares por semana para toda a família. Agora, passámos da exploração para a escravatura: além dos jantares para a família, já tenho de fazer receitas e vídeos para o blog. Tudo com a desculpa de que:

- Já que cozinhas tão bem...

E é por isso que estou aqui hoje para fazer a minha mousse de limão que toda a Família Mistério adora. O que vale é que é mais fácil do que passar o primeiro nível do Fortnite.

 

Mousse de Limão com Leite Condensado

Só leva 3 ingredientes: sumo de limão, iogurte grego e leite condensado. Veja às 17h como fazer esta divinal mousse de limão em www.casalmisterio.com #doce #sobremesa #casalmisterio

Publicado por Casal Mistério em Domingo, 18 de Novembro de 2018

 

 

se um smoothie alimenta muita gente, um smoothie de iogurte grego alimenta muito mais

É a verdadeira receita milagrosa. Para aqueles dias em que estamos à beira do Armagedão – nada a ver com o filme do Bruce Willis, tudo a ver com a nossa vida a três dias do início do BrunchVilla (por falar nisso, já comprou o seu bilhete para a primeira feira de brunch em Portugal? Não deixe esgotar).

E porque será que esta receita é a salvadora da nossa vida caótica? Primeiro, porque nos dá um boost de energia de que precisamos desesperadamente para conseguirmos sobreviver até sábado. Depois, porque demora um minuto e meio a fazer – e cada segundo ao longo desta semana vale ouro para nós.

15b921ee5e3e017329bcde89bc586b915a4ccd9f.jpeg

 

 

hoje é dia de fazer o jantar em 15 minutos: ovos com courgette e molho de iogurte grego

Não consigo compreender pessoas que comem jantares à séria ao domingo. Para mim, nunca se pode acabar o fim-de-semana com mais de 15 minutos na cozinha e com mais de 350 calorias no estômago.

Ok, reconheço, a palavra "nunca" é capaz de estar a ser usada com um certo exagero, mas confesse lá que o que apetece para hoje à noite não são uns ovos escalfados, umas panquecas salgadas, umas tostas douradas ou uns legumes gratinados com queijo derretido. Domingo é dia de brinner: jantares leves e rápidos para acabarmos o fim-de-semana em grande.

Para hoje, vou preparar esta espectacular receita da revista Delicious Magazine, que eu leio cá em casa com a profundidade e a atenção de uma verdadeira Economist. São uns incríveis ovos escalfados com courgettes laminadas e um cremoso molho de iogurte grego.

Tudo o que preciso é de duas courgettes laminadas, tomatinhos cherry, semetes de coentros esmagadas, piripíri (se gostar), ovos, iogurte grego, hortelã e coentros frescos picados e flocos de coco ou coco desidratado. Para saber as quantidades certas de cada ingredientes, consulte a receita original aqui.

shakshuka-768x960.jpg

 

 

queijo derretido no forno com iogurte grego para aquecer este fim-de-semana

Eu podia viver só a comer aperitivos. Sou uma mulher feliz com uns petiscos, uns frutos secos e muito queijo à minha frente. Então se for queijo derretido no forno, oh meu Deus, pode substituir qualquer refeição do meu dia. Com um copo de vinho a acompanhar, então, vou ao céu! Esta receita que descobri no blog Cooking and Beer é muito fácil e consegue fazer em menos de meia hora.

Só precisa de queijo de cabra em crumble, queijo creme, iogurte grego, queijo gruyère ralado, azeite extra-virgem, vinagre balsâmico, molho pesto, sal, pimenta preta, microgreens e umas tostas para servir.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 8 pessoas, espreite aqui a receita original.

townhousecampaign3.jpg

 

 

uma sobremesa mais rápida que um furacão: mousse de oreo e iogurte grego só com 3 ingredientes

DSC06806 2.jpg

Demora dez minutos a preparar e é tão fácil que até uma criança a pode fazer. Esta deliciosa mousse de iogurte grego e bolachas Oreo foi uma invenção do nosso querido Filho Mistério com mania de que é chef. Mas, como acha que tem mãos tão sapudas como o António Costa em dia de calor intenso, pediu à sua querida Irmã Mistério para gravar um vídeo a exlicar como é que se prepara esta maravilha.

No fundo, é uma receita perfeita: criada por um filho e filmada por uma filha. Basicamente, não fiz nada. Quase nem tive de escrever, porque todo o modo de preparação foi escrito pela dupla Mini-Misteriosa. Só comi. Mas, antes, vamos ao vídeo.

 

Mousse de Oreo e Iogurte Grego

Só leva 3 ingredientes e prepara-se em dez minutos. Qualquer criança consegue fazer esta maravilha. Receita completa: https://goo.gl/1LSLk6 #oreo #video #casalmisterio

Publicado por Casal Mistério em Domingo, 14 de Outubro de 2018

 

 

tostas de tomate e ovo com molho de iogurte grego, o pequeno-almoço preferido do mini chef cá de casa

Ao fim-de-semana é sagrado. O nosso minimisterioso com talento para chef toma conta da cozinha de manhã. Faz creme de abacate, tomate picado com redução de balsâmico e orégãos e mais recentemente começou a fazer ovos a baixa temperatura. Por isso, quando lhe mostrei esta receita do blog The Almond Eater ficou em transe e disse que hoje ia preparar esta maravilha para nós. O meu querido Marido Mistério ficou feliz da vida, porque adora ter companhia na cozinha.

A receita é muito fácil, demora 10 minutos a fazer. Eles só vão precisar de fatias de pão (nós temos sempre pão alentejano em casa), ovos, tomate cherry ou tomate heirloom fatiado, sal e pimenta, pimenta caiena e microgreens para decorar. Para o molho, vão precisar de iogurte grego, molho picante, pimenta caiena e piripíri.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 fatias, espreite aqui a receita original.

Tomato-Breakfast-Toast-6.jpg

 

 

ovos escalfados com iogurte e manteiga picante, um pequeno-almoço diferente e quase saudável

Sabe como é que se chama esta receita que descobri no blog da Martha Stewart? Cilbir. É um pequeno-almoço tradicional turco e é totalmente a minha cara. Que ideia de génio juntar ovos escalfados a um iogurte cremoso! Parece que é uma tradição que vem desde o século XV e era o pequeno-almoço preferido dos sultões otomanos. A gema do ovo a misturar-se no iogurte é um momento único no paladar de um ser humano. Vale a pena experimentar e demora apenas 25 minutos a fazer.

Só precisa de iogurte grego, um dente de alho picado, cebolinho picado, sal e pimenta preta moída, manteiga sem sal, paprica, uma pitada de pimenta caiena e dois ovos grandes.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 2 pessoas, espreite aqui a receita original.

c142405782faa4f9522863fe9f097965.jpg

 

 

tarte de lima e chocolate preto com cobertura de mascarpone: oh, meu deus, o que é que posso dizer?!

Cá em casa, todos temos uma profunda obsessão por lima e limão. Tudo o que sejam bolos que consigam misturar aquela acidez deliciosa do limão com um toque adocicado por exemplo de leite condensado, entram directamente para o olimpo da doçaria mistério. Acontece que esta fabulosa tarte tem ainda outro ingrediente imbatível: o iogurte grego, que lhe dá uma textura fresca e cremosa difícil de igualar. E ainda... E ainda... não a Bota Botilde, mas uma fantástica camada de chocolate amargo que enrijece no frigorífico e que se torna firme e consistente ao trincar. 

Tudo isto por cima de uma base crocante feita com bolachas Digestive. E por baixo de uma cobertura de espuma de queijo mascarpone. O resultado é uma tarte que consegue ser doce e amarga ao mesmo tempo, suave e ácida, crocante e cremosa, viciante... e viciante – aqui não há contradições.

Para mim, é dos meus doces preferidos nos dias mais quentes. E por isso é que o fazemos sempre no Verão.

tarte lima-2.jpg

 

 

cheesecake de iogurte grego com frutos vermelhos sem açúcar

Pode ser um pequeno-almoço ou uma sobremesa deliciosa. Por mim, comia a qualquer hora. Não tem açúcar, por isso, não é um atentado para a minha eterna dieta. É só uma ligeira facadinha. Nada a que o meu maltratado corpo não esteja habituado. A receita é do ótimo blog Camille Styles e é muito simples de fazer

Só vai precisar, para a base, de bolachas digestive (a receita original é com graham crackers, mas não são muito fáceis de encontrar) e de óleo de coco derretido. Para o cheesecake propriamente dito, precisa de queijo creme, iogurte grego, mel ou xarope de ácer, sumo e raspas de um limão e extrato de baunilha. Para decorar, pode usar frutos vermelhos ou a sua fruta preferida (pêssego, manga ou kiwi, por exemplo), amêndoas laminadas tostadas e coco ralado tostado.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 a 6 pessoas, espreite aqui a receita original.

no-bake-cheesecake-87.jpg

 

 

acredita que este gelado só tem 93 calorias?

É uma pergunta desnecessária, eu sei. Em primeiro lugar, porque é claro que acredita – neste blog, nesta altura do ano, receitas calóricas não são permitidas pela minha querida e dietética Mulher Mistério. Em segundo lugar, porque eu nunca ouvirei a sua resposta, o que torna todo este início de texto absolutamente dispensável. 

Por isso, vamos deixar de lado os entretantos e partir para os finalmentes. E os finalmentes, neste caso, são uma fabulosa receita do site Week of Menus que o sempre atento Buzzfeed fez o favor de contabilizar a nível calórico. Conclusão: duas bolas deste gelado de iogurte e pêssego têm umas escanzeladas 93 calorias.

Para fazer esta delícia, só vai precisar de três pêssegos maduros, descascados e cortados às fatias, iogurte grego e mel. Mais nada. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

HONEY-PEACH-1170x780.jpg