Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

é o estudo científico por que todos esperávamos: lavar a loiça ajuda a aliviar o stress

À atenção da minha querida e prendada Mulher Mistério,

Não sou eu que o digo – são os cientistas da Universidade da Florida, nos Estados Unidos. E contra factos científicos não há argumentos: tens andado muito tensa, com toda esta agitação do Natal, por isso o melhor é lavares a loiça cá em casa, pelo menos, até ao fim do ano. Tu bem sabes que eu me preocupo bastante com a tua saúde, por isso sou perfeitamente capaz de abdicar desse enorme prazer que é lavar a loiça só para tu poderes relaxar.

plate-1767422_960_720.jpg

 

 

o bolo de casamento do príncipe harry não vai ser assim

07b38c04-7137-4fb9-9d00-23f80b0ca013-getty-119552858.jpg

Banana! Apesar de todo o segredo à volta do casamento do Príncipe Harry com a actriz Meghan Markle, uma fonte próxima do casal revelou ao jornal britânico The Telegraph como vai ser o bolo dos noivos.

Ao contrário do que aconteceu no casamento do seu irmão e da sua mãe, Harry decidiu servir um bolo de banana. "É a primeira vez que um casamento real britânico vai ter um bolo de banana", diz a fonte citada.

Segundo a tradição na família, os bolos de casamento são sempre feitos com frutas desidratadas e frutos secos. Depois são embebidos em muito álcool. A ideia é tornar o bolo dos noivos indestrutível – e comestível até ao dia baptismo do primeiro filho do casal.

A tradição já tem mais de 100 anos, quando a famosa marca de bolachas digestive McVitie's foi convidada pela primeira vez para fazer o bolo de casamento real. Em 1893, a McVitie's foi a responsável pelo bolo do casamento da Rainha Maria com o Rei Jorge V. Em 1947, fez o bolo da Rainha Isabel II. E, em 2011, tratou do bolo de William e Kate (foto em cima) que, apesar de ser um bolo de fruta, como manda a tradição, levava uma base feita com 1.700 bolachas digestive e mais de 16 quilos de chocolate.

 

 

mcdonald's faz revolução saudável e acaba com os conservantes artificiais nos mcnuggets

Captura de ecrã 2016-08-02, às 16.33.55.png

É uma das notícias mais comentadas no Facebook em todo o mundo: a McDonald's anunciou ontem que vai acabar com todos os conservantes artificiais utilizados nos McNuggets, um dos pratos mais vendidos nas lojas de todo o mundo.

Mas há mais. Os pães usados nos hambúrgueres vão deixar de ter xarope de milho, um ingrediente carregado de frutose e considerado responsável por provocar diabetes e obesidade. E não é tudo. Os frangos vão deixar de ter antibióticos, os ovos virão apenas de galinhas criadas ao ar livre e os muffins deixarão de ser feitos com margarina líquida.

 

os cinco alimentos mais viciantes e os cinco menos viciantes (segundo o último estudo científico)

n-SUGAR-FOOD-large570.jpg

É oficial: a Família Mistério foi mobilizada pela "Generala" cá de casa para trabalhos forçados em prol da sua dieta. Agora é preciso descobrir deliciosas receitas light e todas as dicas úteis para a minha Querida Ela voltar a sentir-se uma verdadeira Dakota Johnson dentro de um vestidinho Saint Laurent encarnado (já agora, o que é que aconteceu ao Yves? Foi banido da marca?).

Como qualquer fiel seguidor, cumpri a minha missão com louvor e descobri aqui os cinco alimentos mais viciantes, aqueles de que Ela tem de fugir com a mesma velocidade com que o Forrest Gump corria pelo campo. As conclusões são de um estudo científico divulgado na semana passada e que, segundo a sua autora em declarações ao Huffington Post, analisou pela primeira vez a relação entre a forma como as pessoas consomem certos alimentos e as propriedades que estes têm. Mas, antes de transformar este blog no American Journal of Science, é melhor passar ao que interessa. E o que interessa é saber quais são os cinco alimentos mais viciantes da prateleira do supermercado e os cinco menos viciantes.