Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

o melhor cocktail para hoje: gin tónico com pepino e gengibre

É irresistível: Domingo de Páscoa sem um gin tónico especial é como Donald Trump sem cabelo cor-de-laranja. Não joga. Não fica bem. E, acima de tudo, não tem o mesmo gostinho especial.

É por isso que, hoje à tarde, vou fazer este espectacular cocktail do fantástico blog Louise Roe. Além de ter o bom e infalível gin, ainda leva um espectacular xarope de gengibre que combina na perfeição com um fantástico sumo de pepino.

O melhor de tudo é que esta maravilha é facílima de fazer, o que significa que ainda vai a tempo de a preparar para depois do almoço. Tudo o que vai precisar é de gin, sumo de pepino espremido no momento, xarope de gengibre, sumo de lima espremido e água tónica (a receita original é com água com gás, mas eu vou usar tónica). Para fazer o xarope de gengibre, vai precisar de água, açúcar e gengibre fresco e descascado cortado em pedaços. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

Louise-Roe-Cucumber-and-Ginger-Gin-Tonic-Recipe-0-

Comece por fazer o xarope de gengibre. Leve ao lume uma panela com quantidades iguais de água e açúcar, enquanto mexe. Assim que levantar fervura, desligue o lume e acrescente o gengibre descascado e cortado em pedaços. Deixe assentar durante duas horas. Filtre por um passador e aproveite apenas o xarope.

Junte num shaker todos os ingredientes, excepto a água tónica, com gelo e agite bem durante cerca de 20 segundos. Coloque no copo, acrescente gelo a gosto e termine com água tónica. Sirva com umas tiras de pepino.

 

Uma óptima Páscoa para si onde quer que o gin esteja,

Ele

 

receita e foto: louise roe

acabou de ser eleito o melhor gin do mundo (e é uma óptima maneira de acabar o seu dia)

Há algumas datas fundamentais durante o ano: o Natal, os dias de anos da Família Mistério e a eleição do melhor gin do mundo. Não me venham cá falar de eleições europeias nem de datas do Brexit – depois da família, o mais importante é a eleição do Melhor Gin do Mundo.

Ao longo de várias semanas, um enorme painel de jornalistas, bartenders, donos das principais destilarias e especialistas internacionais junta-se para provar os 400 melhores gins do planeta sempre com os olhos vendados. É uma espécie de festival copofónico que serve para escolher a grande bebida do ano.

Acontece que, por um feliz acaso do destino, esta votação ocorre poucos dias antes dessa data icónica que parabeniza todos os pais do mundo. Como, no meu caso pessoal, acumulo a honrosa qualidade de pai com a ainda mais honrosa qualidade de um imparável bebedouro de gin, é fácil perceber que o melhor gin do mundo dará um fantástico presente para me oferecerem no dia 19 de Março (ouviram, Crianças e Mãe Mistério?!).

53560517_2535417316533335_5340147377028202496_n.jp

 

 

o melhor gin tónico para o verão leva sumo natural

 

Portobello.jpg

Não sei qual é esse fascínio por trabalhar em Julho e Agosto, quando todo o país está de férias. Além de me deixar com o invejómetro a rebentar todas as escalas, ainda levo com grande parte do trabalho que deveria ser feito pelos outros. A minha querida Mulher Mistério adora a ideia, eu fico com o humor do Vasco Pulido Valente cada vez que é acordado antes das quatro da tarde.

Com toda esta indignação acumulada, descarrego evidentemente no fim-de-semana, essa pobre criatura que se cruza comigo quando o meu nível de stress está na rotação máxima. E quando digo descarregar, digo beber gins entre as duas da tarde e as duas da manhã (se, apesar deste português mediano, ainda estiver a ler este texto, por favor ignore o que Ele diz e beba com moderação. Ass: Ela).

Hoje decidi fazer uma destas três fenomenais receitas que o bartender Jake Burger preparou para o gin Portobello Road. Trata-se de receitas que transformam um simples gin tónico numa deliciosa e fresca bebida de Verão. A minha preferida é a receita deste surpreendente gin tónico com sumo de cenoura. Exactamente isso que acabou de ler: gin, água tónica e sumo de cenoura natural. Mas o melhor é ver a receita em baixo.

 

 

gin de ruibarbo... de quê? ah, ruibarbo. santa ignorância a minha!

Confesso que foi a cor que me fascinou. Quando vi este gin pela primeira vez, disse logo: "Tenho de fazer isto". Ok, admito, antes disse: "Tenho de beber isto". Só depois caí em mim e percebi que, à falta de um Ambrósio cá em casa, tinha de o fazer primeiro. Ou melhor, tinha de aprender a fazer primeiro. Pesquisei, pesquisei, pesquisei e encontrei a receita no blog The Boys Club. E foi aqui que me dei conta da minha ignorância: nunca tinha ouvido falar de ruibarbo. Claro que Ele, o mestre da culinária, estava farto de saber o que era: "Nunca viste? Parece um alho francês, só que os talos são cor-de-rosa!". Ahhh! Não faço ideia. Depois de muito me ofender, resolvi o assunto com um: "Então vai comprar porque preciso disso para fazer um gin." Palavra mágica. Deu meia volta e lá voltou Ele com um molho de ruibarbo. Depois recompensei-o com esta maravilha de receita.

rhubarb-3-straight-on-600x855.jpg

 

 

o melhor gin do mundo é sueco e tem um ligeiro sabor a mel

hernrogin_tom_collins.jpg

É a grande sensação do ano. Os prestigiados prémios World Gin Awards, que estão para a minha vida assim como a escultura está para a vida do Cristiano Ronaldo, reuniram-se hoje para anunciar qual é o melhor gin do mundo em 2017. E o prémio foi atribuído ao gin Old Tom, produzido pela marca sueca Hernö.

Fabricado artesanalmente na Suécia, o Hernö Old Tom é um gin biológico e com um ligeiro toque adocicado. A selecção dos botânicos é feita de forma altamente criteriosa. Por exemplo, a baunilha vem de Madagáscar, a pimenta preta vem da Índia, as sementes de coentros vêm da Bulgária e os arandos são apanhados na Suécia. Mas o que mais se destaca no Old Tom é o zimbro biológico importado da Hungria e as ulmárias (uma planta rosácea) especialmente trazidas do Reino Unido. No final da destilação, ainda é acrescentado um toque de mel.

 

 

gin tónico com toranja e zimbro para celebrar mais um prémio do casal mistério

Depois daquela inacreditável vitória como melhor blog de culinária e lazer, nos prémios Melhores Blogs do Ano, organizados pela TVI e pela Media Capital, não é que nos chega agora a notícia de mais um prémio? É verdade, este seu pobre blog foi eleito o Melhor Blog de Culinária e Gastronomia nos prémios Top Imprensa. A iniciativa é organizada por jornalistas e já vai na terceira edição. 

Todos os anos, os leitores votam nos melhores blogues de várias categorias e, este ano, o prémio coube-nos a nós – e a si também. Sem si, não seríamos capazes de fazer todos os dias o Casal Mistério. E sem si nunca teríamos ganho nada – nem sequer um Óscar por engano, trocado em palco.

Por isso é que estamos aqui hoje para lhe agradecer os 36% de votos que tivemos neste prémio. E, claro, para brindar: com o prémio numa mão e o copo de gin na outra.

Para celebrar esta maravilhosa vitória, vamos tornar esta sexta-feira no Dia do Gin Tónico. Está preparado? Então, pode ir buscar o copo.

the-portobello-road-gin-summer-copa.jpg