Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

como fazer umas panquecas de banana sem banana (e só com 2 ingredientes, sem farinha, claro!)

É daqueles que já está farto do sabor a banana em tudo quanto é receita saudável? Ou é daqueles que não gosta mesmo de banana? Pois bem, caro companheiro mamífero bípede, encontrei a fórmula milagrosa para substituir a banana nas nossas vidas e, mesmo assim, evitar o recurso à temível e dramática farinha.

Uma das mais populares receitas que já publicámos no blog é a das panquecas de banana só com três ingredientes. No entanto, desde que publicámos esta maravilha pela primeira vez, recebemos dezenas de mensagens de leitores a pedirem uma alternativa também saudável à banana. E que substitua a farinha, claro.

Pois bem, a solução acaba de chegar directamente do fabuloso blog Barefeet in the Kitchen. E, além de ser saudável e light, é uma solução que lhe permite fazer umas fantásticas panquecas com apenas dois ingredientes.

cream-cheese-pancakes-4-1-of-1-1024x731.jpg

 

a melhor maneira de comer iogurte grego

Cá em casa somos verdadeiramente obcecados por iogurte grego. As crianças adoram-no de todas as maneiras e feitios, a minha querida Mulher Mistério devora-o especialmente ao pequeno-almoço e eu acho-o claramente o melhor substituto para a maionese.

Por isso, quando vi o site Food52 – esse verdadeiro Pantagruel do século XXI – dizer que a melhor maneira de comer iogurte grego era transformá-lo em iogurte libanês percebi imediatamente que esta era uma missão para Mistério, James Mistério.

O labneh é um iogurte filtrado de forma a deixar escorrer todo o soro. É ainda mais espesso e forte do que o iogurte grego e fica com um leve sabor a queijo. Mas mantém aquela consistência cremosa única. No fundo, é uma delícia que está algures entre o chantilly e o queijo creme. Resumindo: é uma receita perfeita para criar um dip onde molhar uns fantásticos chips de batata doce ou umas tostas fininhas de pão alentejano.

A maior vantagem de todas é que o iogurte ideal para fazer labneh é o nosso querido e estimado iogurte grego. Depois só precisa de acrescentar dois dentes de alho bem picadinhos, sumo de limão espremido no momento, flor de sal e azeite extra virgem. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

d021b7d1-93a6-4153-97f2-086bdabfad1f--2018-0821_la