Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

isto, sim, é um brinner para a dieta: muffins de queijo e cogumelos sem glúten para aprender com este vídeo

muffins22.jpg

Peço desculpa, mas este título não está nos conformes. Para ser um título digno de um site respeitável, temos de acrescentar o topping: um fenomenal iogurte grego com cebolinho picado. E a duração: fica tudo pronto em menos de meia hora. E o facto de ser tão bom quente como frio. E o pormenor de se poder levar como lanche para a praia. E a facilidade... E a rapidez... E a leveza... E a dieta... E o vídeo.... E... Espere lá! O vídeo?!

Sim, o vídeo. Para aprender a fazer esta maravilha que nós costumamos cozinhar cá em casa como brinner de Verão – perfeito para os domingos depois da praia – gravámos um minúsculo vídeo de 50 segundos. Por isso, já sabe: quer aprender a fazer esta beleza que mistura queijo, cogumelos, espinafres baby e iogurte grego? E não mistura farinha? Então, é só carregar no play.

 

 

quiche de espargos e queijo sem farinha com apenas 267 calorias

Domingo é dia de brunch cá em casa e hoje fui eu que liderei uma revolta na Mansão Mistério:

- Não às panquecas!

- Abaixo as receitas tentadoras!

- A primavera está a chegar e eu começo a desesperar!

- Por este andar, nem de burca me apanham na praia!

Tenho de fechar a boca desesperadamente. Vou voltar ao jejum intermitente. Vou tentar comer o menos possível. E esta receita do blog Naturally Ella é um ótima solução. De manhã, bebo água com limão e gengibre e, depois, um café. Por volta do meio-dia peço ao meu querido Marido Mistério para fazer este brunch para toda a família. É ótimo e saudável.

Ele só vai precisar de espargos, uma chalota média cortada às fatias, um dente de alho fatiado, azeite, ovos, leite, salsa, cebolinho picado, sal, pimenta preta e mozzarella fresca. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 4 pessoas, espreite aqui a receita original.

asparagus_quiche.jpg

 

 

um jantar fácil e saudável para começar bem a sua semana: quiche com quinoa em vez da base

Há duas coisas obrigatórias a uma segunda-feira:

  1. Fazer um jantar fácil e rápido para não me deprimir logo para o resto da semana;
  2. Fazer um jantar saudável para recuperar das loucuras do fim-de-semana.

Por mim, acrescentava facilmente uma terceira obrigação: não fazer o jantar. Mas acho que este ponto não seria aprovado pela minha querida e exigente Mulher Mistério.

Seja como for – e já que o jantar é obrigatório – hoje tenho uma receita fácil, saudável e deliciosa para fazer. Trata-se de uma espectacular quiche, do site Food52, que não leva base. É isso mesmo que acabou de ler: toda a consistência da quiche é garantida por uma deliciosa e saudável quinoa.

Para fazer esta delícia só vou precisar de quinoa (era previsível, não era?), couve kale picada (encontra nos supermercados, mas se quiser pode trocar por outro tipo de couve como galega), cebola, alho, queijo cheddar ralado, queijo creme e ovos. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

a1ddeea9-1784-411d-9cb1-6538c9d78b91--2018-0118_quinoa-kale-crustless-quiche_3x2_julia-gartland_7281.jpg

 

 

o vídeo que ensina a fazer uma deliciosa quiche de queijo sem farinha e só com 5 ingredientes

ovoscogumelos.png

Nem sei bem se lhe posso chamar verdadeiramente uma quiche. Não leva farinha, fermento ou qualquer sombra de glúten. No fundo, é só a melhor parte da quiche: o delicioso recheio, com o queijo a derreter, os ovos cremosos e meio líquidos e os cogumelos a darem-lhe um sabor especial.

A minha querida Mulher Mistério adora fazer este incrível e facílimo jantar às segundas-feiras: é rápido, surpreendente e não engorda assim tanto como isso. É por tudo isto que escolhemos esta como uma das 50 receitas eleitas para o nosso novo livro: 50 receitas com apenas 5 ingredientes (já lhe dissemos que dá um magnífico presente de Natal?).

Por isso, já sabe: está sem ideias para o jantar de hoje? Não lhe apetece emigrar para a cozinha? Numa segunda-feira à tarde? Eu compreendo-o bem. E estou tão solidário com essa preguiça típica de início de semana que até tenho aqui um vídeo com cerca de 50 segundos para o ensinar a fazer esta delícia sem ter de ir antes à livraria mais próxima para comprar a nova obra-prima deste seu casal candidato ao Nobel da Literatura.

Assim pode jantar primeiro e depois então ir comprar uma caixa de livros para oferecer a toda a gente neste Natal.

 

 

 

quiche de queijo e espinafres para fazer em 5 minutos numa caneca no micro-ondas

O meu querido Marido Mistério gosta de embirrar com coisas que eu adoro. Deve ser da idade e dos anos de convivência. Eu sou uma santa e não embirro com absolutamente nada (nem mesmo quando não arruma a roupa dele e está duas semanas para trocar uma lâmpada), já ele embirra com três coisas que eu adorava em criança e que hoje em dia raramente como, porque o “menino” não gosta. Exemplos: empadão (quem não gosta de empadão, meu Deus? A minha querida mãezinha empaturrava-nos de empadão no mínimo duas vezes por semana), ervilhas (amo ervilhas, mas o pobre do meu querido Marido Mistério parece que tem um trauma de infância porque a minha dileta sogra espetava-lhe com os ovos escalfados com ervilhas todos os santos domingos ao jantar) e, por último, embirra com quiches! Diz que são desinteressantes… Às vezes, desconfio que o homem não tem paladar (ou então só tem paladar para os pratos Michelin, é fino!).

Como eu adoro quiches, vou desafiar o meu querido Marido Mistério e vou fazer uma só para mim! Esta receita do blog Bowl of Delicious é ideal, porque demora 5 minutos a fazer. Só não sei se faça para o pequeno-almoço, para o almoço ou para o jantar…mas isso decido depois.

Vou precisar de espinafres frescos, um ovo, leite, queijo cheddar, bacon cozinhado picado (opcional), sal e pimenta. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 1 pessoa, espreite aqui a receita original.

5-Minute-Spinach-and-Cheddar-Microwave-Quiche-in-a

 

 

quiche de queijo sem farinha, uma receita deliciosa e facílima de fazer

Parece uma contradição mas olhe que não! Há lá melhor ideia do que fazer uma quiche sem ter a maçada e a trabalheira de fazer a base? É todo um novo conceito que abre um leque de possibilidades. A receita é do New York Times e vai ser o meu almoço de hoje. Só preciso de uma chávena com uma mistura de metade leite e metade natas aquecida, ovos, queijos Emmenthal, Gruyère e Cantal ralados, Parmesão ralado, sal e pimenta caiena, e manteiga.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente espreite aqui a receita original.

crustless-quiche-master675.jpg

 

 

quiche de queijo e salsicha sem glúten nem farinhas com apenas 140 calorias (yes I can!)

Quem é amiguinha das pessoas que sofrem, como eu, sempre em dieta? Quem é? Esta incrível receita do blog Sally's Baking Addiction é uma lufada de ar fresco na nossa vida de sacrifício por vezes inglório. O sabor é o mesmo de uma quiche normal só que, como tem menos calorias e não tem glúten, está praticamente ao nível de um prato de fruta de tão saudável que é, só que muito melhor.

E como é que a autora da receita chegou a este tentador número de calorias? (Deve estar a questionar-se com certeza!) Simples: toda a quiche tem 855 calorias. Dividindo por seis fatias (enormes diga-se a verdade), dá a módica quantia de 142,5 calorias. E nesta fotografia, a quiche foi dividida em 8 fatias, logo, em 106,8 calorias por porção. Que maravilha! Aqui está o jantar ideal enquanto vê o jogo de Portugal logo à noite sem remorsos nem culpas! Ainda por cima só suja uma frigideira.

image.jpeg

 

 

mini quiches de espinafres e alcachofras, a química perfeita para o seu almoço

Quem se lembra da química que havia entre o Patrick Swayze e a Jennifer Grey em “Dirty Dancing”? Ou entre o Patrick Dempsey e a Ellen Pompeo na “Anatomia de Grey”? Ou melhor ainda, entre Kerry Washington e Tony Goldwyn em “Scandal”? OK, vou parar por aqui, juro que não vou falar da Ingrid Bergman e do Humphrey Bogart em “Casablanca”. É mais ou menos a mesma química que existe entre o espinafre e a alcachofra. Não há nada a fazer. Foram feitos um para o outro. E, para mim, estas mini quiches de espinafres e alcachofras, do fantástico blog Gimme Some Oven, foram amor à primeira vista. São fáceis, rápidas de fazer (demora no máximo 30 minutos) e deliciosas. E pode congelar as que sobrarem para futuros pequenos-almoços para aqueles dias em que está cheio de pressa.

Easy-Spinach-Artichoke-Quiche-Cups-2.jpg

 

 

um jantar rápido para comer sozinho/a à frente da televisão

Com uma família numerosa, há muito tempo que não sei o que é estar sozinha à noite em casa, esparramada no sofá a ver uma maratona de séries. Saudades desses tempos. Não me queixo. Tenho uma vida fantástica, mas, às vezes, sonho com uma noite em que o comando da televisão é meu. E descobri a receita ideal para me acompanhar nessa noite de sonho: quiche numa caneca feita no microondas (este é o momento em que o meu querido Chef da Casa e Marido Mistério entra em choque… um prato feito no microondas????? Numa caneca? Sim, qual é o problema?) Confiem em mim porque, primeiro, sou muito prática e, segundo, adoro comer. Por isso, aqui fica a receita.

Ingredientes (para uma pessoa, claro)

  • 1 ovo
  • 1 colher e meia de sopa de leite
  • Sal
  • Pimenta preta
  • ¼ de bagel ou ¼ de uma baguette
  • 2 colheres de chá de queijo creme
  • ½ fatia de presunto ou fiambre
  • Folhas frescas de tomilho ou cebolinho fresco
  • Mostarda Dijon

 

Bata o ovo e o leite com um garfo na caneca. Acrescente sal e pimenta para dar sabor. Desfaça o bagel ou a baguette em pequenos pedaços (do tamanho de uma moeda de dois cêntimos). Mexa bem. Junte o queijo creme e misture tudo novamente. Corte o presunto ou o fiambre em pedaços muito pequenos. Acrescente à mistura. Junte também o tomilho. Leve ao micro-ondas, na máxima potência, durante 1 minuto e dez segundos. Finalize com um bocadinho de mostarda Dijon e uma ou duas folhas de tomilho ou cebolinho. E já está! Fácil, não é? Até para mim! E o autor da receita garante que são apenas 200 calorias! E se ele diz, quem sou eu para duvidar?

É ou não o prato perfeito para quem está sozinho em casa em frente à televisão?

 

Boa semana,

Ela

 

receita e foto: Bill Hogan/Chicago Tribune/MCT

o quiosque do banana café: um almoço de férias durante o trabalho

Ainda não estamos de férias, não é? Nós estaremos em breve. Mas, por enquanto, tenho de me contentar com uma simulação permanente: cada oportunidade que tenho ao longo dos meus dias de escritório, ar condicionado e cabeçadas no computador, aproveito para transformar num pseudo-momento-de-férias. E as minhas horas de almoço são sempre momentos desses: não há empregados de laço a servir, não há mesas com toalha para sentar, não há música clássica de fundo para ouvir.

Ao almoço, quero sentir-me como se estivesse de fato-de-banho e de havaianas nos pés. Quero sentir-me na praia ainda com o corpo cheio de sal e o cabelo tão despenteado como o Vasco Palmeirim. Quero um almoço de Verão – e isso, graças a Deus e à nova geração de empresários da restauração, é possível em Lisboa. Nem sequer precisa de três horas de almoço à antiga para ir até às Docas ou às praias da linha. Basta ter 45 minutos de almoço para ir até à Avenida da Liberdade.

O ambiente 

É uma das poucas vantagens de não estar o calor de Verão que é costume nesta altura do ano: ainda é agradável sentar-se numa esplanada, mesmo vestido de fato, gravata e um colarinho a esganar-lhe o pescoço. E nisso os quiosques da avenida da Liberdade são imbatíveis: estão no centro da cidade e até têm árvores e verde à volta. As cadeiras são básicas, as mesas são banais mas o sítio é simpático e despretensioso.

 

O serviço 

Aqui vai buscar a sua comida ao quiosque. Mas, se for preciso preparar alguma coisa que demore mais, eles entregam-lhe os pratos na mesa. Por isso, não há muito para avaliar. O contacto com os empregados é mínimo e o serviço também não é muito elaborado. Cumpre o que tem de cumprir para um quiosque no centro de Lisboa. 

A ementa 

A limonada

Saladas, tostas, quiches e sumos: é um restaurante de Verão que procura e é um restaurante de Verão que tem. Eu escolhi uma maravilhosa limonada sem açúcar, em homenagem à minha querida Mulher Mistério Sempre em Dieta. E, surpresa, não precisei de acrescentar nada – nem sequer adoçante. Apesar de não ser doce, a limonada também não é demasiado ácida. Além do sumo de limão e de um pouco de água, leva hortelã, o que a torna especial e surpreendente. Vale mesmo a pena experimentar e arriscar não juntar açúcar.

As saladas

Para acompanhar, pedi uma salada de maçã, nozes e queijo feta. Por cima, optei por um molho vinagrete que mais parece um molho de iogurte. A conjugação do doce da maçã com o salgado do queijo feta joga muitíssimo bem. E no molho vinagrete tem uma mistura semelhante entre o ácido do vinagre e a suavidade do creme. As nozes são um detalhe que completa a salada.

As quiches

E, como estava com fome, pedi uma quiche pequena de queijo fresco e espinafres. Vem com uma massa meio folhada e ainda morna. É óptima para comer com a salada. Se preferir, pode optar por uma empada – mas isso não experimentei.

Cheguei ao fim satisfeito e até dispensei a sobremesa. Não fiquei com fome. Agora é continuar a contagem descrescente até às férias.

 

O bom 

A quiche e a salada

O mau 

As cadeiras e as mesas

O óptimo 

A limonada com hortelã

 

Um bom almoço para si onde quer que a esplanada mais próxima esteja,

Ele