Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

o bolo de mousse de chocolate mais fácil de sempre

Só há um remédio eficaz contra a depressão de uma segunda-feira com chuva tipo cataratas do Niagara, ruas tipo cenário de rafting e trânsito tipo "Sai da frente, oh palhaço!". É verdade, estou com o humor do Vasco Pulido Valente quando acorda antes das quatro da tarde e percebe que não tem um cigarro ao lado. E só encontro um antítodoto eficaz para este estado de alma: um bolo de chocolate que, por dentro, é uma mousse e que é mais fácil do que estrelar um ovo.

Felizmente, para dias neuróticos como este, tenho sempre o espectacular site The Kitchn que, a cada três receitas que publica, quatro são irresistíveis. E aquela que encontrei hoje é um fenomenal bolo de chocolate cremoso por dentro, ideal para dias de semana.

Para fazer esta maravilha, só vou precisar de 8 colheres de sopa de manteiga sem sal, chocolate meio-amargo cortado em pedaços, dois ovos inteiros mais duas gemas, farinha, açúcar de confeiteiro e flor de sal. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

9c9fb03d6d9a56cf16028767d9e115055d0a0d52.jpeg

 

 

abra essa boca de espanto: o cheesecake do gordon ramsay é fácil, saudável e nem sequer leva açúcar

Só há uma coisa que me assusta mais do que um grito de "Está certo!" da Cristina Ferreira: um ataque de fúria do Gordon Ramsay. Apesar de ter um tom de voz ligeiramente mais grave do que a apresentadora, aqueles olhos esbugalhados por baixo daquele cabelo desgrenhado conseguem fazer-me saltar do sofá em menos de um segundo.

É por isso que tenho um muito apreciável respeitinho pelo chef britânico e, cada vez que encontro uma nova receita sua, corro logo para a cozinha com medo de levar dois gritos seus pelo caminho. Hoje o que me fez saltar do sofá foi este divinal, facílimo e saudável cheesecake. Além de ser perfeito para a dieta – não leva farinha nem açúcar refinados –, prepara-se dentro de um frasco, o que quer dizer que pode ser levado, debaixo do braço, para um lanche light no trabalho.

ResizedImage600333-Cheesecake-in-a-jam-jar.jpg

 

 

a sobremesa mais fácil para quem não sabe cozinhar: tarte de limão com leite condensado

Ontem foi Dia do Cheesecake, hoje é Dia da Tarte de Limão. Não sabia? Ninguém sabia, eu acabei de o decretar cá em casa. Não há nada melhor do que uma tarte de limão. É fresca, é simples, é fácil de fazer e tem a acidez perfeita para o Verão. Por isso, já sabe: de agora em diante, por decreto oficial do poderoso Casal Mistério (também conhecido como os Peaky Blinders da gastronomia), o dia 31 de Julho passa a ser solenemente declarado o Dia Internacional da Tarte de Limão.

Vamos fazer deste um feriado internacional. Partilhe este apelo, inunde as caixas de correio dos membros do Governo, ligue para as Nações Unidas, invada o prédio do Ricardo Robles, faça o que for preciso, mas esta é uma data para recordar. E para celebrar. Na cozinha.

Para começar já as celebrações, nada como esta fabulosa receita do blog Pinch of Yum que podia muito bem passar a ser o símbolo do Dia Internacional da Tarte de Limão. 

Para fazer a base, só vai precisar de cerca de nove bolachas digestive esmagadas, açúcar, manteiga derretida e canela. Para o recheio, separe uma lata de leite condensado, chantilly ou natas batidas se gostar da tarte menos doce (a receita original é com Cool Whip que eu nunca consegui encontrar cá em Portugal), limão, lima e doce de frutos vermelhos para espalhar por cima. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

Grandma’s-Creamy-Lemon-Pie.jpeg

 

 

o doce perfeito para o verão: mousse de lima só com 5 ingredientes

Tem cara de caipirinha, mas é uma sobremesa deliciosa e facílima de fazer. Quando vi esta fabulosa receita no fantástico site Food52, o meu coração começou a palpitar como se fosse o bombo da banda dos Bombeiros Voluntários de Torres Vedras. A lima é das minhas frutas preferidas no Verão: seja dentro de um copo com cachaça, num jarro de sangria ou numa sobremesa gelada. O seu sabor ácido e fresco tem tudo a ver com um dia de praia e calor.

Depois, há a consistência: este doce consegue juntar aquela suave cremosidade de uma mousse com o toque crocante de um crumble tostado. É absolutamente divinal. Parece um cheesecake, mas é uma simples mousse de lima.

É por tudo isto que este ano já decidi adoptar esta fabulosa mousse de lima como a minha sobremesa preferida. Além de ficar pronta em poucos minutos, só leva cinco simples e modestos ingredientes: natas gordas, bolachas digestive (a receita original é com Graham Crackers mas é difícil encontrá-las em Portugal), açúcar, manteiga sem sal e limas. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

a424eac5-3b13-496c-a952-8fa306bee92a--2018-0417_lime-posset-with-graham-cracker-crumble_3x2_rocky-luten_030.jpg