Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

este cheesecake de manteiga de amendoim nem precisa de forno! arrisca-se a ser o mais fácil de sempre

Esta receita consegue ser ainda mais fácil do que pedir um empréstimo na Caixa Geral de Depósitos durante os Governos de José Sócrates. Não precisa de forno nem de fogão. É só bater e comer. E, melhor ainda: a consistência é tão leve e cremosa como um Cornetto Soft. 

Quem inventou esta verdadeira preciosidade foi a autora do fantástico blog Skinny Taste. É lá que eu encontro sempre os mais fáceis e divinais bolos e doces que até conseguem conquistar a minha empenhada, radical e dietética Mulher Mistério. 

O mais importante, para fazer esta beleza, é comprar uma base de tarte pronta a comer. É isso que vai evitar a utilização do forno. Em alternativa pode sempre misturar bolachas trituradas e levar ao forno durante dez minutos. Mas, a um dia de semana, eu prefiro sempre a opção mais rápida.

Para este cheesecake, escolha uma base de chocolate, depois precisa de queijo creme à temperatura ambiente, açúcar de confeiteiro, manteiga de amendoim e natas para bater. Para colocar por cima, use molho de chocolate. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

Peanut-Butter-Pie-1-2.jpg

 

 

isto não é um bolo – é a mais leve e deliciosa nuvem de chocolate

Chame-lhe mousse de chocolate no forno, chame-lhe nuvem de chocolate, chame-lhe o que quiser mas, por amor da Santa Maria Josefina do Coração de Jesus, não deixe de provar esta maravilha. Como não leva farinha mas leva muitas claras em castelo, cada fatia desta delícia dos céus vai desfazer-se na sua boca ainda antes de trincar. Parece uma verdadeira nuvem que derrete ao mais ínfimo contacto com a boca. E depois...

...Depois tem aquela cobertura de chantilly que me deixa com o coração a palpitar como se fosse o Jorge Jesus a entrar na fábrica da Super Gorila.

A receita é do famoso chef Richard Sax e foi aqui recriada pelo fantástico site Food52. Melhor ainda, só leva quatro ingredientes: chocolate em pedcinhos, manteiga à temperatura ambiente partida em cubos, seis ovos e açúcar. Para o topping, vai precisar de natas para bater, açúcar de confeiteiro e extracto de baunilha. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

49459b69-68c6-4e06-a455-18ea6b3dc06c--chocolate-cl

 

 

escreva o que lhe digo: esta tarte de limão e iogurte grego é a sobremesa que vai arrasar na sua mesa

Fácil, fresca e formosa. Podia ser um poema de Camões, mas não. É só a minha maneira arcaica de descrever esta maravilha que consegue juntar, no mesmo prato, dois dos meus ingredientes favoritos: limão e iogurte grego. Além disso, são perfeitos para desenjoar dos excessos do Natal. E frescos. E facílimos de preparar: nem precisa de cozinhar esta beleza.

A receita é do fantástico site The Kitchn e consegue ser fresca, leve e ligeiramente ácida para cortar as quantidades astronómicas de gordura que ingerimos na consoada.

Para fazer a base desta tarte de limão, só vai precisar de bolachas Digestive, flor de sal e manteiga sem sal derretida. A receita original também acrescenta açúcar à base mas eu acho que acaba por ficar demasiado doce. Para o recheio, precisa de gelatina em pó sem sabor, açúcar, sumo e raspas de três a quatro limões, água, iogurte grego natural e natas para bater. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

25565b96355df856c1892c6217d4b4cb926e6c74.jpeg

 

 

como fazer em casa o melhor bolo de chocolate do mundo

Calma, respire fundo e conte até dez antes de me começar a ofender por causa do título sensacionalista. Não sou eu que lhe chamo o melhor bolo de chocoate do mundo. É o prestigiado jornal americano The New York Times, a consagrada revista de culinária Epicurious, o respeitado jornal australiano The Sunday Age e dezenas de outras publicações que já provaram esta pequena maravilha que se prepara sujando apenas uma taça e que qualquer curioso consegue fazer facilmente em casa.

A receita é da chef australiana Helen Goh e resulta num bolo incrivelmente leve e saboroso. Tudo porque a massa, antes de cozinhada, é quase líquida. Ah, e outro detalhe fundamental: este bolo também leva uma pitada de café, o que é uma combinação divinal.

1507172650973.jpg

 

não vale a pena ler este texto, limite-se a olhar para a foto deste divinal cheesecake de abóbora

É quase uma obra de arte. Encare este blog como o Louvre da gastronomia e esta receita como uma pequena e humilde Mona Lisa. Eu cá vou guardá-la por trás de um vidro à prova de bala para ninguém lhe tocar. É só ver e babar. Ainda por cima, só leva 5 ingredientes. É pura alta cultura!

Para tentar recriar em casa esta verdadeira pintura renascentista, do site The Kitchn, vai precisar de fazer um puré de abóbora condimentado com canela, gengibre, noz moscada e cravinho a gosto. Depois, separe queijo creme, natas para bater, açúcar mascavado e bolachas digestive. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

5dd6797b16355bf3518b5e60022a87cbcd45b75a.jpeg

 

o que fazer às bananas quando estão maduras demais? transformá-las nestes brownies de manteiga de amendoim

Sim, têm açúcar. Sim, têm farinha. Mas não comece já a suspirar de desespero: esta fabulosa receita do site Tasty é amiga do ambiente e combate o desperdício alimentar. No fundo, são uns brownies reciclados. E porquê? Porque vão salvar aquelas bananas maduras que estavam em cima do seu balcão de cozinha, prontas para irem para o lixo.

É uma das coisas que mais me enerva nesta casa: quando as crianças deixam a fruta apodrecer e temos de deitar comida para o lixo. Pois bem, estes brownies são a solução para salvar as bananas à beira da morte.

Com duas bananas maduras, faz brownies para oito pessoas. Depois tem de lhes juntar açúcar, manteiga sem sal derretida, extracto de baunilha, farinha, cacau em pó, manteiga de amendoim e flor de sal. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

BF_Square.jpg

 

 

o bolo de mousse de chocolate mais fácil de sempre

Só há um remédio eficaz contra a depressão de uma segunda-feira com chuva tipo cataratas do Niagara, ruas tipo cenário de rafting e trânsito tipo "Sai da frente, oh palhaço!". É verdade, estou com o humor do Vasco Pulido Valente quando acorda antes das quatro da tarde e percebe que não tem um cigarro ao lado. E só encontro um antítodoto eficaz para este estado de alma: um bolo de chocolate que, por dentro, é uma mousse e que é mais fácil do que estrelar um ovo.

Felizmente, para dias neuróticos como este, tenho sempre o espectacular site The Kitchn que, a cada três receitas que publica, quatro são irresistíveis. E aquela que encontrei hoje é um fenomenal bolo de chocolate cremoso por dentro, ideal para dias de semana.

Para fazer esta maravilha, só vou precisar de 8 colheres de sopa de manteiga sem sal, chocolate meio-amargo cortado em pedaços, dois ovos inteiros mais duas gemas, farinha, açúcar de confeiteiro e flor de sal. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

9c9fb03d6d9a56cf16028767d9e115055d0a0d52.jpeg

 

 

abra essa boca de espanto: o cheesecake do gordon ramsay é fácil, saudável e nem sequer leva açúcar

Só há uma coisa que me assusta mais do que um grito de "Está certo!" da Cristina Ferreira: um ataque de fúria do Gordon Ramsay. Apesar de ter um tom de voz ligeiramente mais grave do que a apresentadora, aqueles olhos esbugalhados por baixo daquele cabelo desgrenhado conseguem fazer-me saltar do sofá em menos de um segundo.

É por isso que tenho um muito apreciável respeitinho pelo chef britânico e, cada vez que encontro uma nova receita sua, corro logo para a cozinha com medo de levar dois gritos seus pelo caminho. Hoje o que me fez saltar do sofá foi este divinal, facílimo e saudável cheesecake. Além de ser perfeito para a dieta – não leva farinha nem açúcar refinados –, prepara-se dentro de um frasco, o que quer dizer que pode ser levado, debaixo do braço, para um lanche light no trabalho.

ResizedImage600333-Cheesecake-in-a-jam-jar.jpg

 

 

a sobremesa mais fácil para quem não sabe cozinhar: tarte de limão com leite condensado

Ontem foi Dia do Cheesecake, hoje é Dia da Tarte de Limão. Não sabia? Ninguém sabia, eu acabei de o decretar cá em casa. Não há nada melhor do que uma tarte de limão. É fresca, é simples, é fácil de fazer e tem a acidez perfeita para o Verão. Por isso, já sabe: de agora em diante, por decreto oficial do poderoso Casal Mistério (também conhecido como os Peaky Blinders da gastronomia), o dia 31 de Julho passa a ser solenemente declarado o Dia Internacional da Tarte de Limão.

Vamos fazer deste um feriado internacional. Partilhe este apelo, inunde as caixas de correio dos membros do Governo, ligue para as Nações Unidas, invada o prédio do Ricardo Robles, faça o que for preciso, mas esta é uma data para recordar. E para celebrar. Na cozinha.

Para começar já as celebrações, nada como esta fabulosa receita do blog Pinch of Yum que podia muito bem passar a ser o símbolo do Dia Internacional da Tarte de Limão. 

Para fazer a base, só vai precisar de cerca de nove bolachas digestive esmagadas, açúcar, manteiga derretida e canela. Para o recheio, separe uma lata de leite condensado, chantilly ou natas batidas se gostar da tarte menos doce (a receita original é com Cool Whip que eu nunca consegui encontrar cá em Portugal), limão, lima e doce de frutos vermelhos para espalhar por cima. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

Grandma’s-Creamy-Lemon-Pie.jpeg

 

 

o doce perfeito para o verão: mousse de lima só com 5 ingredientes

Tem cara de caipirinha, mas é uma sobremesa deliciosa e facílima de fazer. Quando vi esta fabulosa receita no fantástico site Food52, o meu coração começou a palpitar como se fosse o bombo da banda dos Bombeiros Voluntários de Torres Vedras. A lima é das minhas frutas preferidas no Verão: seja dentro de um copo com cachaça, num jarro de sangria ou numa sobremesa gelada. O seu sabor ácido e fresco tem tudo a ver com um dia de praia e calor.

Depois, há a consistência: este doce consegue juntar aquela suave cremosidade de uma mousse com o toque crocante de um crumble tostado. É absolutamente divinal. Parece um cheesecake, mas é uma simples mousse de lima.

É por tudo isto que este ano já decidi adoptar esta fabulosa mousse de lima como a minha sobremesa preferida. Além de ficar pronta em poucos minutos, só leva cinco simples e modestos ingredientes: natas gordas, bolachas digestive (a receita original é com Graham Crackers mas é difícil encontrá-las em Portugal), açúcar, manteiga sem sal e limas. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

a424eac5-3b13-496c-a952-8fa306bee92a--2018-0417_lime-posset-with-graham-cracker-crumble_3x2_rocky-luten_030.jpg