Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

onde comer as melhores sardinhas de lisboa

É a nossa Bíblia de Verão. Todos os anos, mal começa o mês de Junho, saímos em peregrinação em busca das mais deliciosas e suculentas sardinhas assadas. Este ano, já abrimos a época com umas fenomenais sardinhas que encontrámos totalmente por acaso num minúsculo arraial ao lado da Praia do Guincho, em Cascais. Estavam incrivelmente gordas – sem serem grandes demais –, suculentas e deliciosas. Há quem garanta que, como este ano, a época de pesca da sardinha só começou a 1 de Junho, as sardinhas estão melhores do que nunca.

Seja como for, em semana de Santos Populares – ou com menos confusão à volta –, estas são as cinco tascas a que religiosamente vamos todos os anos comer maravilhosas sardinhas assadas na grelha. Com o interior gordo e macio e a pele estaladiça e tostada, ainda com uns maravilhosos grãos de sal a estalar a cada dentada.

sardines-3492588_960_720.jpg

 

esta tasca acabou de ganhar uma estrela michelin

4368.jpg

Fica em Banguecoque, os clientes sentam-se em banquinhos de metal sem encosto e a cozinheira prepara os seus pratos sempre com uns óculos de ski nos olhos.

Raan Jay Fai é a última excentricidade do Guia Michelin. Depois de ter estado meses em segredo a percorrer, pela primeira vez, os restaurantes da capital da Tailândia, o guia anunciou em Dezembro quais eram os vencedores das estrelas. E entre um restaurante de alta cozinha francesa e outro onde um blazer é "obrigatório para cavalheiros durante o jantar", está a tasca da tia Fai, como Jay Fai é carinhosamente conhecida em Banguecoque.