Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

casal mistério

Ele cozinha, ela viaja. Quando estão fora, testam e avaliam restaurantes, bares e hotéis. Quando se juntam em casa, escrevem sobre o que viram: o bom, o mau e o péssimo.

as mais simples e deliciosas batatas doces para o seu jantar

É tão fácil que até enerva. Batata doce já é deliciosa. Agora se levar uma fabulosa manteiga de alho por cima e um extraordinário queijo derretido a finalizar, melhor ainda. 

A fabulosa receita é do ainda mais fabuloso blog Cafe Delites e – agora é que vem a melhor notícia de todas – só leva 5 simples e fáceis ingredientes: batata doce, manteiga derretida, alho picado, salsa fresca picada e queijo parmesão. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, veja a receita original aqui.

Smashed-Sweet-Potatoes-29.jpg

 

 

bolachas de manteiga de amêndoa: vamos animar esta segunda-feira?

Hoje é daqueles dias que tem tudo para ser uma neura: primeiro dia da semana de trabalho, o fim definitivo deste tempo maravilhoso que prolongou o verão até meio de outubro, o despertador a tocar demasiado cedo, enfim, não se anuncia nada de bom. Mas como procuro sempre ver o lado positivo das coisas (sou irritantemente otimista), acordei a pensar que o ideal para me animar esta semana era fazer esta incrível receita do blog Minimalist Baker. É ótima para aqueles pequenos-almoços a correr e para levar para o trabalho e ir comendo ao longo do dia.

Estas bolachas são fáceis de fazer, não têm nem farinhas nem açúcares refinados, são vegan e sem glúten e são uma delícia.

Só precisa de açúcar de coco, leite de amêndoa, óleo de coco, extrato de baunilha, manteiga de amêndoa natural, farinha de coco, sementes de sésamo, sementes de girassol tostadas, flocos de aveia sem glúten e uma pitada de sal.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 12 bolachas, espreite aqui a receita original.

EASY-Almond-Butter-No-Bake-Cookies-with-sesame-and-sunflower-seeds-Naturally-sweetened-butter-free-and-vegan-glutenfree-cookie-recipe-768x1139.jpg

 

 

5 alimentos que afinal não são assim tão saudáveis

O meu mundo vai desabar. Estou à beira de uma apoplexia. Uma pessoa já não sabe o que fazer nem para onde se virar. Mudamos (ou tentamos mudar) a alimentação porque somos bombardeados com a palavra “saudável” em todo o lado. Deve ser a palavra mais usada em marketing hoje em dia. Estamos nós profundamente convencidos de que estamos a comer coisas hiper saudáveis e, afinal, não é bem assim.

Daily Mail divulgou um estudo feito pela plataforma LiveLighter em parceria com várias entidades de saúde australianas, como o Cancer Council Victoria e a Heart Foundation e os resultados são surpreendentes. Participaram mais de mil adultos entre os 18 e os 64 anos e mais de 130 nutricionistas. Foi-lhes pedido para identificar 57 bebidas e comidas como mais “saudáveis” e “menos saudáveis”. E prepare-se para o choque:

 

Bolos sem Glúten

20517631_Ez0r9.jpeg

Toda a gente sabe que os bolos são deliciosos mas não fazem bem a ninguém. 44% das pessoas interrogadas neste estudo estavam convencidas de que os bolos sem glúten eram uma boa alternativa. Eu estaria incluída nessa percentagem…mas, parece que estamos todos enganados: 94% dos peritos em nutrição afirmaram que não eram saudáveis. São, claro, a opção ideal para celíacos mas, não tenhamos ilusões, afinal não são tudo aquilo que imaginámos.

 

 

será esta a melhor tarte de chocolate de todas? a receita do chef com mais estrelas michelin do mundo

Chama-se Joël Robuchon e tem não uma, nem duas, nem três – mas 32 estrelas Michelin acumuladas nos seus 23 restaurantes espalhados por todo o mundo. Mas se pensa que o chef com mais estrelas Michelin do planeta só faz pratos da mais alta cozinha está muito enganado. 

Uma das minha receitas preferidas é a sua fantástica e ultra-simples tarte de chocolate. O que eu mais gosto é o facto de poder ser feita com base de massa de tarte comprada pronta no supermercado, o que me poupa longos e penosos minutos de esforço na cozinha. Hoje acho que vou fazer esta maravilha numa versão adaptada pelo jornal britânico Daily Express

Tudo o que vou precisar é de massa de tarte pronta a usar (se preferir fazer em casa a sua massa, siga as instruções aqui), chocolate com 70% de cacau, natas para bater (com 35% de gordura), leite gordo, um ovo, uma colher de sopa de whiskey, flor de sal e cacau em pó para polvilhar. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

Classic-chocolate-tart.jpg

 

triângulos de massa filo com queijo brie e doce de framboesa no forno com apenas 3 ingredientes

Esta receita consegue juntar 3 dos meus ingredientes preferidos: queijo Brie, doce de framboesa e massa filo. É um aperitivo delicioso ou um lanche tentador. Mas não pense que me vou desgraçar com esta maravilha. Cada um tem apenas 58 calorias, não é tão bom?

A receita original do blog Cookin Canuck é com molho de arando mas eu gosto muito mais (e temos sempre em casa) de doce de framboesa.

Por isso, hoje temos direito a lanche caprichado ;)

Só precisa de ter em casa 3 ingredientes: massa filo, queijo Brie e doce de framboesas. E spray de cozinha, claro.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 18 triângulos, espreite aqui a receita original.

11277645236_f132e503cf_c.jpg

 

quem consegue resistir a estas divinais panquecas de noz com recheio de fatias de banana?

Eu aviso já que não: recuso-me terminantemente a resistir a estas panquecas absolutamente fenomenais. Em primeiro lugar, levam fatias de banana e nozes tostadas misturadas com a massa, o que lhe dá uma surpresa única cada vez que trinca e encontra um pedaço de banana ou uma noz crocante.

Depois, são empilhadas com umas finas camadas de Nutella e manteiga de amendoim a separá-las. O resultado é um sentido e profundo adeus à dieta. Não é que eu alguma vez a tenha abraçado, mas a pressão da minha querida Mulher Mistério é permanente.

Hoje, no entanto, não há cá limites nem contenções. Vou fazer estas fantásticas panquecas do blog A Beautiful Mess e não vou hesitar nem um segundo. Tudo o que preciso é de farinha, bicarbonato de sódio, açúcar mascavado, um ovo, leitelho, água, bananas cortadas em fatias fininhas, nozes tostadas e uma pitada de sal. Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte aqui a receita original.

6a00d8358081ff69e2017d425a9730970c-800wi.jpg

 

caril de batata doce vegan com apenas 5 ingredientes, o nosso exótico jantar de hoje

A minha paixão por caril é recente. Antigamente achava que não gostava, não sei porquê, talvez porque o primeiro que provei na minha vida era demasiado forte ou picante. Não sei. Mas maldita a hora em que voltei a provar este prato pouco consensual há cerca de dois ou três anos. Passei do oito para o oitenta. Fiquei viciada. Hoje já não passo sem um bom caril. E quando descubro receitas como esta, do blog Pinch of Yum, meto-me no carro a caminho do supermercado, porque nasce logo em mim um desejo incontrolável de comer a mais famosa iguaria indiana. Ou serão as chamuças? Não faço ideia! Lá estou eu a divagar… Por isso, comprei esta lista minimalista de ingredientes para o meu querido Marido Mistério fazer esta maravilha para o jantar de hoje: tofu fime, batatas doces descascadas e cortadas em cubos, pasta de caril verde (encontra aqui), leite de coco e brócolos cortados em pequenos bouquets. Para temperar, tenha à mão azeite e flor de sal, e para decorar, coentros frescos picados e passas douradas.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 8 pessoas, espreite aqui a receita original.

Green-Curry-5.jpg

 

vinho branco quase morno e bombas de empadão: a desilusão do tapisco, o novo restaurante de henrique sá pessoa

20376163_338802519894850_7648822024218547082_n.jpg

– Desculpe, o vinho branco não está muito fresco.

– Pois, aqui é normal. O nosso frio não funciona muito bem.

Estamos em Lisboa, numa noite com cerca de 30º C, no novo restaurante do chef Henrique Sá Pessoa, e o vinho branco veio quase à temperatura de um banho nas termas. Podia ser por acharem que aquele vinho devia ser servido à temperatura de um vinho tinto. Podia ser por mania ou por inovação. Mas não. No Tapisco, pelos vistos, é "normal" "o frio" não funcionar muito bem.

 

 

couves de bruxelas panadas com queijo parmesão, a receita que vai mudar a sua vida (ok, posso estar a exagerar...)

Sei que vou ser trucidada por toda a gente pelo que vou escrever a seguir: eu adoro couves de Bruxelas desde criança. Também sei que não é normal, porque quase toda a gente que eu conheço não gosta. Os nossos Minimisteriosos adoram (ah, os mistérios insondáveis da genética!) mas tenho a perfeita noção de que é um fenómeno raro.

Esta receita do imprescindível blog Damn Delicious vai provocar uma revolução na boca de toda a gente. A partir de agora, as couves de Bruxelas vão transformar-se numa unanimidade. Esta versão é deliciosamente crocante e incrivelmente deliciosa. Vai ver que, depois de experimentar, não vai querer outro acompanhamento no seu prato.

Só precisa de azeite, pão ralado panko, queijo Parmesão ralado, tempero cajun (encontra aqui, por exemplo), couves de Bruxelas lavadas, farinha e dois ovos batidos.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 6 pessoas, espreite aqui a receita original.

sub-buzz-14758-1505943274-9.jpeg

 

scones de beterraba com chocolate preto e crumble de pistácios, uma receita original, vegan e sem glúten

Esta receita é para arrasar em qualquer ocasião. Tem um aspeto incrível, é saudável, é linda de morrer, é sem glúten, é vegan, já disse que é linda de morrer? Eu sei que sim. Mas de facto esta maravilha que descobri no blog The Green Life é dos pratos mais bonitos e originais que me passaram por estes lindos olhos. Sim, os meus olhos são lindos, sobretudo quando estou de óculos escuros. Mas dizia eu que esta receita é linda de morrer, de tal forma que até parece que estamos a cometer um crime ao dar uma trinca num destes scones. Apetece emoldurar e pendurar na parede. Estou a brincar! Apetece é comer e nem deixar uma migalha para contar a história.

Para fazer esta maravilha, vou obviamente recorrer ao talento do meu querido Marido Mistério, porque se eu arriscasse a meter a mão nesta massa corria um sério risco de estes scones saírem roxos em vez de cor-de-rosa.

Ele vai precisar de farinha de sorgo sem glúten, de farinha de aveia, farinha de araruta, fermento, cardamomo em pó, flor de sal, duas beterrabas médias, óleo de coco derretido, xarope de ácer, extrato de baunilha, chocolate preto cortado em pedaços, pistácios picados e açúcar de coco.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para 12 scones, espreite aqui a receita original.

beet-dark-chocolate-scones-pistachio-crumble-12.jpg

 

 

7 truques que os chefs usam nos restaurantes e que deve aplicar em casa

sub-buzz-2428-1507035970-3 (1).jpg

Enquanto José Sócrates passou a sua amanhã a ler devotadamente a longa lista de 31 crimes de que o acusa o Ministério Público, eu dediquei-me a pesquisar a lista de truques que os chefs usam nos restaurantes. Como é que é possível cortar aquelas fatias finíssimas de presunto ou bacon, de forma rápida e eficaz? Ou fazer aqueles bifes grelhados e tostados por fora sem um churrasco de carvão? Ou manter as ervas aromáticas frescas durante vários dias? Ou tornar os molhos mais saborosos?

Enfim... pode parar com as perguntas que eu não sei as respostas. Quem sabe é Jesse Szewczyk, um colaborador do site Buzzfeed que começou a trabalhar em cozinhas de restaurantes aos 15 anos. E que decidiu partilhar as 17 dicas que aprendeu com os grandes chefs para tornar a comida mais saborosa e bem apresentada. Estas são as minhas sete preferidas.

 

 

brownies de batata doce e chocolate, o lanche ideal para levar para o trabalho

Quer primeiro as boas ou as más notícias? OK. Então, vou começar pelas boas: esta receita tem menos 100 calorias do que a versão tradicional. Ah, espere! Tenho outra boa notícia: afinal, não tenho más notícias! Só boas, claro! Esta receita do blog Healthy Seasonal Recipes é toda ela uma boa notícia. Cheios de chocolate e nozes tostadas, estes brownies são perfeitos para levar para o trabalho ou para as crianças levarem para a escola.

Só precisa de batatas doces descascadas e cortadas em pedaços, farinha integral, farinha, fermento, bicarbonato de sódio, sal, açúcar mascavado, manteiga sem sal, um ovo, extrato de baunilha, pepitas de chocolate, nozes tostadas e picadas.

Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, espreite aqui a receita original.

sweet-potato-blondies-068.jpg

 

 

vídeo: camarão com molho de coco e parmesão para aprender a fazer em menos de um minuto

camarao.jpg

Apetece-lhe um jantar surpreendente e original? Para aprender a cozinhar em menos tempo do que demora a fazer a barba? O quê, não tem barba? Não faz mal, para aprender a cozinhar em menos tempo do que demora a lavar os dentes? Então esta receita é para si. E, se não quiser ler textos maçudos de Eles com a mania que têm graça, não faz mal: só precisa de ver o vídeo de 50 segundos aqui em baixo.

Estes fantásticos camarões com um cremoso molho de coco e queijo vão ser o nosso jantar de hoje. Já cá os fiz em casa e deixaram a nossa mini-equipa de futsal em euforia e a minha querida Mulher Mistério a trepar orgulhosamente para cima da balança. Além de serem deliciosos, são dietéticos – e facílimos de fazer.

 

 

bolachas vegan e deliciosas, o lanche perfeito para as crianças levarem para a escola

Se há coisa que eu não sou é fundamentalista. Nunca fui adepta do exagero e do extremismo. São demasiado perigosos. A única coisa que eu exagero na minha vida é a comer, lá isso é verdade. Devia exagerar nas dietas, mas infelizmente nunca chego a essa fase. Desisto quase sempre na linha da partida. Isto para dizer que não sou nem vegan nem vegetariana, nem nada que se pareça. Agora gosto de experimentar pratos diferentes e, de preferência, saudáveis. E gosto, sobretudo, que os nossos filhos tenham uma alimentação variada e equilibrada. Estas bolachas, que descobri no blog Wallflower Kitchen, são incrivelmente fáceis de fazer, demora cerca de 20 minutos ao todo, e são surpreendentemente deliciosas.

Só precisa de manteiga sem lactose (ou margarina ou creme de origem vegetal), pasta de baunilha, açúcar refinado e farinha peneirada. Se quiser saber as quantidades certas de cada ingrediente, para cerca de 20 bolachas, espreite aqui a receita original.

IMG_2117.jpg

 

 

peitos de frango recheados com espargos e queijo, o jantar perfeito contra o mau humor de segunda-feira

É oficial: um estudo científico divulgado esta semana provou que a segunda-feira é o pior dia da semana. Eu acho que não precisava desta investigação, da Universidade do Vermont, nos Estados Unidos, que se deu ao trabalho de analisar 50 milhões de tweets por cada dia da semana, para chegar à mesma conclusão que toda a gente já chegou há décadas: as segundas-feiras são um dia de mau humor. Péssimo humor! Terrível humor!

Segundo os resultados desta análise das mensagens enviadas por toda a gente através do Twitter, o humor está no fundo do poço à segunda-feira. Depois, vai crescendo lentamente à medida que a semana avança até atingir o seu pico ao sábado. Ao domingo, cai ligeiramente e à segunda há uma hecatombe que nos atira para o nível de estado de espírito do José Sócrates cada vez que vê um polícia à frente.

E é exactamente para melhorar o meu habitual humor de segunda-feira que hoje guardei para o jantar uma receita fácil, deliciosa e cheia de queijo derretido a escorrer, do delicioso blog I Wash, You Dry.

Trata-se de uns fantásticos peitos de frango recheados com espargos e queijo que só levam seis simples ingredientes. Além dos peitos de frango, dos espargos e do queijo, vou precisar de paprika, raspas de limão e alho em pó (só por não precisar de cortar o alho, já estou a pressentir o humor de terça a chegar). Para saber as quantidades certas de cada ingrediente, consulte a receita original aqui.

Asparagus-Stuffed-Chicken-7-copy.jpg